Search

Trigêmeos: tudo o que você precisa saber!

Conheça todos os detalhes sobre uma gravidez de trigêmeos e entenda quais são os cuidados especiais com os bebês após o nascimento

Descobrir que está grávida é uma bela surpresa. Mas descobrir que se trata de uma gravidez de trigêmeos sempre acaba triplicando essa surpresa para os pais.

Nesse momento, muitas dúvidas surgem, seja em relação a como isso aconteceu, como a gestação de três bebês se desenvolve e quais os cuidados especiais que devem ser tomados.

Para responder algumas questões, apresentamos uma série de informações essenciais para os pais que vão ter trigêmeos.

Por isso, entenda sobre a importância de seguir à risca as recomendações médicas, como se preparar para a chegada dos pequenos, os cuidados com a alimentação materna e quais são as mudanças que o corpo da mulher passa durante a gestação. Acompanhe!

Gestação de trigêmeos, e agora?

Em primeiro lugar, ao descobrir uma gestação de trigêmeos é preciso manter a calma. É normal que o casal a princípio se apavore pensando em todos os gastos financeiros e dedicação necessária para atender os três bebês que estão a caminho.

   

Porém, o ideal é respirar fundo e ter a certeza de que tudo vai dar certo. Além disso, em todo o caso, sempre haverá a ajuda de um familiar, amigos, governo e até mesmo a internet para os momentos de dificuldade.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

É preciso saber que as consultas de pré-natal geralmente serão mais frequentes do que em gestações de um bebê. Isso porque uma gravidez múltipla vem acompanhada de riscos especiais e, por conta disso, é necessário tomar todos os cuidados essenciais para cuidar da saúde da mãe e dos bebês.

trigêmeos

Entre os riscos de engravidar de trigêmeos, os mais comuns que podem se manifestar são:

  • Anemia;
  • Complicações na placenta;
  • Diabetes gestacional;
  • Pré-eclâmpsia;
  • Parto prematuro;
  • Peso baixo ao nascer;
  • Cesária.

Porém, com os avanços da ciência atual, a mãe não precisa se preocupar. Os cuidados com a gravidez e o acompanhamento feito pelo médico certamente vão garantir uma gestação maravilhosa.

Como acontece a gravidez de trigêmeos?

A gravidez de trigêmeos acontece quando mais de um óvulo é fertilizado ou então quando um óvulo acaba se dividindo em dois ou mais embriões. Engravidar de três bebês naturalmente é algo raro, acontecendo em apenas 3% das mulheres.

Em geral, esse tipo de gravidez ocorre por meio de tratamentos de fertilidade, seja por causa de problemas para engravidar ou pela idade da mãe, quando diversos óvulos são fecundados e inseridos no útero.

Quando mais de um óvulo implantado se desenvolve, a gravidez múltipla acontece.

Os fatores que podem levar a uma gestação tripla são:

  • Herança genética: caso alguém da família tenha tido gestações múltiplas, há a possibilidade de ter trigêmeos.
  • Idade: se a mãe tem mais de 30 anos de idade, a chance de uma gravidez de trigêmeos é maior.
  • Gestações anteriores: quem já teve uma gestação de trigêmeos tem uma possibilidade de que isso se repita.

Peso da mamãe durante a gravidez

Durante a gravidez de trigêmeos, a mãe terá o seu peso aumentado entre 19 e 23 kg. De acordo com especialistas, o ganho de peso no caso de uma gestação de três bebês e a necessidade de ingestão de nutrientes é maior em relação à uma gravidez com um ou dois bebês.

trigemeos nascem com quantas semanas

O peso que a mulher tinha antes de engravidar e o ganho de peso que obteve durante o primeiro semestre de gravidez apresentam uma forte influência sobre o peso que os bebês terão ao nascer, bem como o tempo de duração da gestação.

O peso inicial que a mãe adquire já no primeiro semestre é fundamental para que haja uma quantidade de nutrientes acumulada. Isso vai fazer com que a placenta cresça e se desenvolva de maneira ideal, permitindo que os fetos recebam os nutrientes de maneira adequada.

Barriga de trigêmeos

Em uma gravidez de um bebê, conforme os meses vão passando, a mulher passa a cada vez mais enfrentar a sensação de desconforto e cansaço.

Com três bebês em seu ventre, isso começa a acontecer meses antes. Os órgãos vão se adequando ao espaço conforme o útero cresce, o que acaba comprimindo a bexiga e intestinos da mãe, aumentando a pressão nessa região.

A barriga de trigêmeos, além de ser bem maior, apresenta um formato mais pontudo do que arredondado, pois acaba se projetando bem para a frente para acomodar os bebês. Isso pode passar a atrapalhar, inclusive, o equilíbrio da mãe.

Devido ao esforço de carregar três crianças no ventre, é muito importante que a gestante busque repousar o máximo possível, principalmente na reta final da gravidez. Além disso, deve evitar fazer esforço e levantar coisas pesadas.

Trigêmeos nascem com quantas semanas?

Compartilhar o mesmo útero com mais dois irmãos faz com que, com o decorrer da gravidez, acabe não havendo mais espaço para três.

Por esse motivo, o processo de desenvolvimento dos bebês é mais acelerado, fazendo com que o parto aconteça de maneira mais precoce do que em uma gestação de apenas um bebê ou dois.

Desse modo, geralmente o parto de trigêmeos acontece cerca de 4 a 8 semanas antes do normal. Isso faz com que a gravidez seja considerada de maior risco, e os bebês prematuros poderão nascer com problemas respiratórios e dificuldade para amamentar.

O acompanhamento correto é fundamental, pois evita que ocorram complicações para a mãe e para os bebês. Pode ser recomendado o uso de corticoides pela gestante para que possam contribuir para a formação dos pulmões dos bebês.

gravidez de trigemeos

(Foto: hasshe)

Em geral, a cesárea é praticada para o nascimento dos trigêmeos, o que ajuda a evitar riscos, já que é muito comum que algum dos bebês não se encontrem na posição ideal para o parto normal.

Também é provável que eles precisem ficar algum tempo na incubadora.

Preparativos para a chegada dos bebês

Toda gravidez requer que os preparativos sejam pensados em cada detalhe, o que é ainda mais verdadeiro quando se trata da chegada de três bebês.

Para começar, o principal cuidado que é preciso ter em relação à chegada dos trigêmeos é cuidar de si mesma e comparecer a todas as consultas pré-natais.

É fundamental seguir todas as orientações do obstetra, já que a gravidez múltipla requer ainda mais cuidados.

Também é preciso pensar no orçamento, pois a família vai aumentar bastante em pouco tempo. Por isso, o ideal é começar desde já a reduzir as despesas, para que assim não aconteçam mudanças bruscas no estilo de vida.

Na hora de comprar os itens para o bebê, faça uma lista daquilo que é realmente necessário. Uma dica é fazer um chá de bebê ou chá de fraldas para ganhar os itens essenciais.

Participar de grupos de pais que também têm filhos trigêmeos é uma boa ideia para se sentir reconfortada, receber dicas e aprender mais a respeito com pessoas que passaram por situações parecidas.

Além disso, é fundamental aceitar a ajuda oferecida por parentes, amigos e vizinhos. É comum que a mudança da rotina em ritmo acelerado deixe os pais dos bebês exaustos e, por esse motivo, toda mãozinha com as crianças será muito bem-vinda.

Cuidado com a alimentação

É fundamental que o corpo se mantenha bem nutrido durante uma gestação e, sabendo que há 3 bebês no ventre, o cuidado da mãe com a alimentação deve ser triplicado.



alimentação de uma gravida

Para isso, é preciso aumentar a ingestão de cálcio, o que pode ser feito com o consumo de leite e verduras de folhas escuras, como couve e brócolis.

Para evitar a anemia (que é comum em gestações múltiplas), o ferro também deve ser incluído em quantidades elevadas, se alimentando de feijão, lentilha e outras leguminosas, além de fígado, peixe, espinafre e agrião, por exemplo.

As proteínas também são muito importantes, pois permitem que o corpo da gestante funcione de maneira correta enquanto as crianças se desenvolvem. Elas são encontradas em quantidade elevada nas carnes vermelhas, peixes, frango, ovos, amêndoas e soja.

Outros nutrientes e vitaminas também são essenciais para que a gravidez avance de maneira saudável, como ácido fólico, magnésio, vitamina C e B2, entre outros.

Muitas vezes a alimentação não permite a ingestão diária ideal de todos os nutrientes importantes. Por isso, é recomendado o consumo de suplementos vitamínicos, que devem ter a indicação do médico.

Alguns alimentos devem ser evitados nessa fase da vida da mulher, como é o caso do excesso de gordura presente em alimentos fritos, açúcar e alimentos industrializados.

Outros cuidados em relação à alimentação é lavar muito bem as frutas, legumes e verduras, evitar leite e queijos não pasteurizados, pois podem conter bactérias que causam diarreia, infecções e sensação de mal-estar.

Peixes crus e carnes malpassadas também não devem ser consumidos pela gestante devido ao risco de causar aborto. Isso acontece porque existe o risco de esses alimentos conterem uma bactéria que também pode levar ao parto prematuro e a problemas de desenvolvimento do cérebro da criança.

O ideal é procurar um nutricionista para que elabore um plano alimentar que permita receber todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento mais saudável possível dos bebês.

Amamentação de trigêmeos

Entre as maiores dúvidas a respeito dos cuidados com trigêmeos está a amamentação.

É possível que eles sejam amamentados no seio, mas não será possível que eles se alimentem exclusivamente dessa forma (a não ser que a mãe pretenda passar o dia todo amamentando).

A princípio, cada bebê mama em um seio, enquanto o terceiro usa a mamadeira. Para não acabar se confundindo, o ideal é montar uma tabela e anotar o horário e tempo que cada bebê mamou no seio ou na mamadeira.

Conforme as crianças crescem, amamentar dois bebês de uma vez se torna uma tarefa mais difícil, pois um pode incomodar o outro dando chutinhos ou puxando, além de ser complicado encontrar uma posição que acomode duas crianças.

amamentação

(Foto: mandegar)

Assim, o melhor a fazer será retirar o leite e congelar, tomando todos os cuidados em relação ao armazenamento.

Isso vai permitir que os bebês tomem exclusivamente o leite materno nos primeiros meses.

As mamadeiras devem ser preparadas pela manhã para o período de 24 horas, lembrando de deixar três como reserva para o caso de os bebês sentirem fome fora do horário habitual.

Quais as chances de ter trigêmeos idênticos?

Ter trigêmeos idênticos é algo muito difícil de acontecer, sendo que as chances são de apenas uma a cada 100 mil gestações.

O motivo é porque é preciso que ocorra a duplicação do óvulo e que esse óvulo também se transforme em dois, o que torna a gestação de trigêmeos idênticos algo considerado bem raro.

Os tipos de trigêmeos são:

  • Univitelinos: ocorre a fecundação de um óvulo por um espermatozoide. Em seguida, há a divisão desse óvulo em três embriões, sendo eles idênticos. Esses embriões dividem a mesma placenta.
  • Trivitelinos: três óvulos diferentes são fecundados por três espermatozoides. Nesse caso, cada bebê tem a sua própria placenta e apresenta uma informação genética diferente, sendo por isso não idênticos. Eles podem ter ou não sexos diferentes.
  • Plurivitelinos: dois óvulos são fecundados por dois espermatozoides. Ocorre então a divisão de um dos embriões, resultando em dois bebês idênticos. Nesse caso, há na mesma gestação gêmeos univitelinos (do mesmo sexo) e um bebê fraterno (que pode ou não ser do mesmo sexo).

Existe alguma dica para engravidar de trigêmeos?

Além da predisposição genética e o tratamento para infertilidade, especialistas garantem que existem alguns macetes que podem contribuir para uma gravidez múltipla:

  • Indutores de ovulação: uso de medicamentos que estimulam a ovulação pode levar o organismo a liberar mais de um óvulo, o que aumenta as chances de ter trigêmeos.
  • Engravidar após deixar de tomar anticoncepcional: como o corpo ainda está se ajustando nos 3 primeiros meses após deixar de usar anticoncepcional, é possível que mais de um óvulo seja liberado.
  • Inhame e batata-doce: esses alimentos contêm substâncias que ajudam a estimular a ovulação, fazendo com que a mulher ovule mais.
  • Engravide após 35 anos: pesquisas indicam que, quanto mais a idade da mulher avança, maiores são as chances de ela ter trigêmeos. Isso porque ocorre um aumento do hormônio folículo-estimulante, que acaba liberando mais óvulos.

Ter uma gestação de trigêmeos é algo muito especial na vida de uma mulher e é importante desfrutar desse momento em toda a sua plenitude.

como engravidar de trigemeos

(Foto: Picdeer)

Com todos os cuidados e atenções, a gestação será tranquila e a preocupação será na hora de escolher os nomes para todos os bebês.

Referências

pampers.com.br/gravidez/multiplos/artigo/gemeos-ou-trigemeos-como-uma-gravidez-multipla-e-diferente

minhavida.com.br/familia/noticias/33756-gravida-de-trigemeos-mostra-evolucao-do-tamanho-da-barriga-e-impressiona

huggies.com.br/gravidez/passando-por-uma-gravidez-de-trigemeos

ostrigemeosdamichele.com.br/2015/12/07/tipos-de-gemeos-e-trigemeos

soumamae.com.br/gravida-trigemeos-naturalmente-aconteceu

mamaeonline.com.br/gravidez-de-trigemeos

gravidez.online/cuidados-gravidez-trigemeos

trigemeos.com.br/amamentacao.php

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*