Importância do ácido fólico na gestação

O ácido fólico é muito importante para uma gestação saudável – ele inclusive deve ser verificado antes mesmo de a mulher engravidar. É isso mesmo, a mulher precisa se preocupar com sua saúde e alimentação antes mesmo da concepção do bebê.

Ácido fólico

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B – B9 –, e é fundamental para a divisão celular do novo ser.

A vitamina é muito importante principalmente nos três primeiros meses de gestação, quando o bebê começa a formar partes importantes de seu organismo.

Importância

A presença de ácido fólico no organismo ajuda a prevenir diversos problemas acarretados pela má formação do tubo neural, como fenda labial e palatina, espinha bífida, anencefalia e encefalocele. O ácido fólico previne ainda o aborto espontâneo, hemorragias e pré-eclâmpsia.

 Leia ainda: Quando o bebê começa ir ao banheiro sozinho?

Suplementos

Em muitos casos, avaliados pelos médicos, o ácido fólico deve ser ingerido por meio de suplementos pelas mulheres que desejam engravidar, para aumentar os níveis da vitamina. O ideal é que a ingestão comece três meses antes da gravides e dure por mais três meses após a confirmação da gestação.

Alimentos que contêm ácido fólico

Os alimentos são fonte importante, e principal, de ácido fólico. Esta informação reforça a necessidade de manter uma dieta equilibrada durante a gestação. Os hábitos alimentares interferem diretamente na saúde da mãe e do bebê.

Alguns alimentos apresentam grandes concentrações da vitamina, e a gestante deve abusar deles antes da gravidez e no primeiro trimestre. Vísceras, feijões e vegetais de folhas verdes, como espinafre, couve e brócolis são ricos em ácido fólico. Outras fontes são abacate, abóbora, batata, carne vermelha, carne de porco, cenoura, couve, laranja, maçã e milho. Quando possível, dê preferência para a ingestão crua.