Dor no Ovário: causas, sintomas e tratamento

Existem diversas causas para a dor no ovário, por isso é tão importante se manter atenta aos sintomas e buscar respostas com o ginecologista quando necessário


Há mulheres que sentem a dor no ovário com frequência, o que geralmente está relacionado com as mudanças hormonais em seu corpo, decorrentes do ciclo menstrual. Quando é esse o motivo, não há razão para se preocupar, pois se trata de algo natural.

Porém, o motivo dessa dor pode ter associação com algum tipo de patologia, principalmente quando a mulher não está menstruando. É o caso da endometriose, cistos no ovário, doenças inflamatórias, entre outras.

Então, confira a seguir quais são as principais causas para a dor do ovário, os sintomas e tipos de tratamento, que variam de acordo com cada caso.

   

O que é ovário e onde está localizado?

O ovário é um órgão que faz parte do sistema reprodutor feminino, e está localizado na região detrás do ligamento largo do útero e abaixo da tuba uterina. A mulher apresenta um ovário em cada lado do útero, sendo que neles são produzidos os óvulos, que consistem nas células reprodutivas.

Os ovários apresentam um formato oval e plano, podendo ser comparados a amêndoas. Eles têm, em geral, 3 cm de comprimento, 1 e meio de largura e 1 de espessura. Cada ovário contém inúmeros folículos de diferentes tamanhos, onde está armazenado um óvulo que ainda não se encontra desenvolvido.

Durante a vida reprodutiva da mulher, a produção de hormônios faz com que um folículo seja liberado a cada ciclo menstrual. Quando acontece o seu rompimento, o óvulo é liberado, dirigindo-se então paras as tubas uterinas.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

O óvulo segue em direção ao útero e, se ele for fecundado por um espermatozoide, dará início à uma gestação. Caso contrário, ele começa a se degenerar e se encaminha para fora do corpo da mulher, resultando assim na menstruação.

O que pode ser dor no ovário?

Ao contrário do que muitas mulheres podem imaginar, os ovários não produzem dor. Isso porque eles praticamente não apresentam fibras nervosas sensitivas. Por esse motivo, a dor que se sente na verdade se originam na região ao seu redor, embora ela seja sentida nesse local.

dor no ovário

A dor pode surgir bem nessa região ou se espalhar pelo aparelho reprodutor, apresentando uma pontada aguda. As causas principais para a dor do ovário são mostradas a seguir:

Ovulação

Uma das causas mais comuns para a dor no ovário consiste no momento em que ocorre a ovulação, ou seja, quando há a liberação do óvulo pelo ovário em direção às tubas uterinas. É o que muitos chamam de ovulação dolorosa.

Quando isso acontece, a mulher pode sentir uma dor leve ou intensa do lado do ovário onde se dá a ovulação (raramente a dor ocorre dos dois lados).

A dor dura alguns minutos ou, em alguns casos, pode levar horas para passar. Essa sensação de dor ainda pode se manifestar junto a um pequeno sangramento e há casos em que vem acompanhada de enjoo.

Apesar de a dor na ovulação ser algo considerado normal, se ela continuar por dias ou for muito forte, o mais provável é que esteja sendo causada por outro motivo, como endometriose, cisto no ovário, clamídia, etc.

Também há casos onde a dor pode estar relacionada a uma cesariana ou a uma cirurgia do apêndice, que por vezes envolve os ovários e estruturas ao redor durante a cicatrização, causado a sensação incômoda.

Essa dor no ovário pode afetar mulheres em idade fértil em qualquer idade, sendo mais comum em pacientes que realizam tratamentos de infertilidade com o uso de indutores de ovulação.

Cisto no ovário

O cisto no ovário é caracterizado por uma cápsula de líquido que se forma dentro dos ovários, onde o óvulo foi liberado ou ao seu redor. Em geral, eles se formam devido ao processo ovulatório, sendo então chamado de cisto folicular ou cisto de corpo lúteo.

Na maioria das vezes, os cistos nos ovários não provocam nenhum sintoma e desaparecem por conta própria em cerca de 2 a 3 dias após a ovulação. Nesses casos, não há a necessidade de nenhum tipo de tratamento.

Porém, há casos em que isso não ocorre, e os cistos permanecem assintomáticos ou apresentar dor um pouco antes ou depois do final do ciclo menstrual. Se houver o crescimento ou ruptura, pode provocar uma dor intensa do lado em que se encontra.

Além disso, a sua presença também pode causar dificuldade para engravidar, aumentar a sensibilidade das mamas, resultar em dor durante o ato sexual, ausência ou atraso da menstruação e sangramento vaginal.

Torção do ovário

Os ovários se estão presos à parede abdominal por meio de um ligamento fino, por onde os vasos sanguíneos e nervos passam. A torção do ovário acontece quando o ligamento torce ou se dobra, o que acontece com mais frequência quando há a presença de um cisto no ovário.

Trata-se de um problema pouco comum e, no caso da existência de cistos, eles fazem com que os ovários fiquem mais pesados do que o normal, levando à torção. Isso faz com que surja uma dor pélvica forte e persistente, sendo ela muitas vezes acompanhada de náusea e vômito.

Mais recorrente em mulheres que se encontram na fase reprodutiva, a torção do ovário também tem mais chances de ocorrer durante a gravidez ou quando é feito o uso de indutores de ovulação.

Endometriose

A endometriose consiste no crescimento das células do tecido endométrio fora do local normal. Ou seja, ocorre quando ele se desenvolve nas regiões próximas, como ovários, bexiga, apêndice, etc. Também pode chegar a atingir outras partes do corpo, como intestinos e pulmões.

tratamento para dor no ovário
(Foto: Everyday Health)

Quando a endometriose acontece na região dos ovários pode resultar em uma intensa dor, que acaba irradiando para as costas. Isso pode fazer com que a mulher apresente sensação de cansaço, prisão de ventre, diarreia, dor ao urinar, vômito, entre outros sintomas.

Se a endometriose não for diagnosticada e receber o tratamento devido, pode progredir e afetar outros tecidos do corpo. Quando ela atinge o ovário e obstrui as tubas uterinas, leva a uma dificuldade para engravidar.

Doença inflamatória pélvica

A doença inflamatória pélvica acontece quando há uma infecção na vagina ou colo do útero (geralmente causada por transmissão sexual), atingindo os ovários, endométrio e tubas uterinas.

Desse modo, provoca dor na região, além de corrimento vaginal, sangramento e dor durante o ato sexual.

Síndrome pré-menstrual

A síndrome pré-menstrual provoca alterações físicas no corpo da mulher, ocorrendo na segunda metade do ciclo menstrual. O que acontece é que os músculos do útero se contraem, causando incômodo.

Muitas vezes, pode resultar em dor na região pélvica e abdominal, com intensidade e duração que pode variar, afetando a sua vida diária. Além desse sintoma, ainda pode provocar dores de cabeça, náusea, sensibilidade e dor nas mamas, irritabilidade, vômitos, entre outros.

É comum que mulheres que sofrem por conta de menstruações irregulares tenham dor nos ovários durante o ciclo menstrual. Nesse caso, a dor costuma ser bem intensa, sendo por isso recomendado procurar o ginecologista, que indicará o tratamento para minimizar essas dores. 

Gravidez

É comum que, durante a gravidez, a mulher apresente ligeiras dores no ovário. Isso pode ser causado por vários fatores.



Quando a implantação do óvulo acontece, por exemplo, o fluxo no local aumenta, o que pode resultar na sensação de dor. Nos primeiros dias da gestação, a causa da dor geralmente está relacionada às alterações hormonais que o corpo passa para se adaptar ao novo estado.

Conforme a gravidez avança, os ligamentos e músculos do útero e também do abdômen começam a se estreitar para que seja possível comportar o bebê em desenvolvimento.

Outros fatores podem estar relacionados à constipação, acúmulo de gases e contrações de posicionamento do bebê quando a gestação está no fim.

causas da dor no ovário
(Foto: iStock)

É importante que a mulher esteja atenta a sintomas que acompanhem a dor de ovário na gravidez, como febre ou perda de sangue. Isso pode ser causado por uma gravidez ectópica, aborto espontâneo, fibroma ou mioma uterino. Trazendo riscos para a saúde da mulher e do bebê.

Quais são os sintomas de dor no ovário?

Alguns sintomas caracterizam a dor no ovário, que pode irradiar para regiões próximas a ele. Eles se manifestam de diferentes maneiras, o que vai depender da causa:

  • Inchaço abdominal;
  • Dor antes ou depois de o período menstrual iniciar;
  • Dor na região pélvica leve e insistente;
  • Dor na região pélvica súbita e intensa;
  • Sensação de dor durante ou após as relações sexuais;
  • No caso de torção do ovário, pode levar a mulher a ter náuseas e vômitos;
  • Quando se trata de cistos no ovário, além de náuseas, pode surgir um sangramento.

Tratamento

O tratamento para a dor no ovário depende da causa, o que torna imprescindível receber o diagnóstico de um profissional. Os tratamentos indicados para cada caso podem ser:

Ovulação

Em geral, não é motivo para se preocupar, exceto quando a dor é muito intensa, impedindo realizar as tarefas diárias. Nesse caso, o recomendado é consultar o ginecologista. Ele poderá indicar o uso de analgésicos, como o paracetamol, ou anti-inflamatórios, como ibuprofeno.

Ainda há a possibilidade de que seja receitado o uso de anticoncepcional para o alívio das dores.

Para saber se a dor realmente se trata do período da ovulação, o indicado é realizar um teste de ovulação. Esse teste vai indicar se há a presença do hormônio luteinizante, que é responsável por liberar o folículo durante o período fértil.

Cisto no ovário

Na maioria dos casos, o cisto no ovário diminui de tamanho sozinho, sem que seja necessário qualquer tipo de tratamento. Porém se isso não acontecer, pode ser indicado o uso de pílula anticoncepcional.

Dependendo do caso, pode ser necessário fazer a remoção com uma cirurgia. Se o cisto for muito grande ou houver indícios que indiquem câncer, é necessário remover o ovário por completo.

Torção no ovário

Se a causa da torção no ovário for pelo uso de indutores de ovulação, quer dizer que ele está cumprindo o seu papel. Porém, se a dor é muito intensa, é preciso que o médico avalie se não está ocorrendo uma hiperestimulação ovariana.

o que pode ser dor no ovário
(Foto: Centro Trabucco)

Quando a dor é intensa, o tratamento deve ser realizado rapidamente, pois consiste em uma situação de emergência.

Por esse motivo, ao sentir uma dor repentina e intensa, é necessário se encaminhar imediatamente para o pronto-socorro para que a causa seja identificada e o tratamento seja iniciado.

Em geral, o tratamento para torção no ovário é feito com um procedimento cirúrgico (laparotomia ou laparoscopia). Dessa forma, há a possibilidade de destorcer o ovário e mantê-lo.

Endometriose

Apesar de não haver cura para a endometriose, o tratamento ajuda no alívio dos sintomas. Esse tratamento pode ser feito com o uso da pílula anticoncepcional ou medicamentos, como anti-hormonais, que evita que a endometriose se desenvolva, pois diminui a produção de estrogênio e impede o ciclo menstrual.

O uso do DIU também evita que o tecido endometrial cresça. Outra maneira de tratar a endometriose é recorrer a uma cirurgia, removendo o tecido endometrial que se encontra fora do útero.

Doenças inflamatórias

O tratamento é feito com o uso de antibióticos, que devem ser ingeridos por 14 dias. É importante que, nesse período, o contato íntimo seja evitado.

Além disso, o parceiro também deverá realizar o tratamento.

Tratamento caseiro

Quando a fisgada no ovário tem como causa a ovulação ou síndrome pré-menstrual, há algumas formas caseiras para ajudar a traz alívio para a dor.

A primeira coisa a se fazer é evitar tomar café quando as dores surgirem. Isso porque essa bebida faz com que os níveis de tensão aumentem na região, causando uma compressão nos vasos sanguíneos e levando os ovários a se inflamarem.

Outra forma de tratamento caseiro para a dor no ovário é tomar chá de camomila ou de canela. Os estímulos causados pela ingestão desses chás ajudam a reduzir as fisgadas e a sensação de dor.

A dor no ovário pode surgir de maneira leve, moderada ou intensa. Por isso é importante procurar um médico quando sentir um desconforto que persiste ou que aumenta, para que seja feita a investigação da causa e então realizado o diagnóstico.

Nenhum medicamento deve ser tomado por conta própria para o alívio dos sintomas sem a indicação de um profissional.

Referências

todabiologia.com/anatomia/ovario.htm

comofazer.net/causas-da-dor-nos-ovarios

tuasaude.com/dor-no-ovario

melhorcomsaude.com.br/7-razoes-das-fisgadas-nos-ovarios

maemequer.pt/engravidar/antes-de-tentar/dor-nos-ovarios

saude.umcomo.com.br/artigo/porque-tenho-dor-nos-ovarios-5278.html

trocandofraldas.com.br/dor-nos-ovarios-e-sempre-sintoma-de-ovulacao

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*