Água Inglesa Aborta: mito ou verdade?

Descubra o que é água inglesa, para que serve e se é verdade ou mito que esse produto aborta


água inglesa aborta mesmo

Nem todo mundo já ouviu falar sobre a água inglesa e ou sabe para que ela serve. Esse fitoterápico é feito à base de ervas e tem sido bastante usado por mulheres que desejam engravidar com maior rapidez, realizando o sonho de ser mãe. Porém, também há quem diga que a água inglesa aborta.

Tal contradição gera muitas dúvidas sobre o que é ou não verdadeiro a respeito desse medicamento, já que ele consiste em um poderoso aliado para realizar uma limpeza no organismo da mulher, além de outros tipos de benefícios que pode proporcionar.

Por esse motivo, esse conteúdo foi desenvolvido com a finalidade de ajudar a esclarecer os principais pontos a respeito do produto.

   

Veja a seguir a verdade sobre a água inglesa, quais são as suas indicações, benefícios, possíveis efeitos colaterais e como ela deve ser tomada corretamente.

O que é água inglesa?

Água inglesa é um medicamento feito à base de ervas amargas, como losna, canela da china, quina amarela, carqueja amarga, calumba, camomila, entre outras. Trata-se de um produto natural que é encontrado facilmente nas farmácias de manipulação e também em lojas de produtos naturais, com o preço que varia entre R$ 15,00 a R$ 30,00.

Ela é encontrada em forma de líquido na cor amarelo castanho, sendo aromática e de aparência límpida. Apesar de se tratar de um produto natural, ela é produzida em laboratório.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

Por ser um medicamento feito a partir de compostos e extratos de plantas de sabor amargo, esse produto tem um sabor amargo, sendo por isso não muito agradável de ingerir para a maioria das pessoas. Porém, apesar do sabor amargo, esse medicamento compensa devido aos seus inúmeros benefícios.

Primeiramente, a água inglesa foi desenvolvida com o propósito de contribuir para estimular o apetite e também melhorar a digestão de quem a consome. Isso levou muitas pessoas a associarem esse processo de estimulação a uma limpeza do organismo e do útero. Por esse motivo, há inúmeras mulheres que fazem o uso desse produto com a finalidade de ajudar a engravidar com maior rapidez.

Para que serve?

Como foi citado, a água inglesa foi desenvolvida para tratar a falta de apetite, tonificando o sistema digestivo e, consequentemente, melhorando a digestão. Isso acontece devido aos extratos das plantas que esse medicamento contém, que causam mais acidez estomacal.

Desse modo, a quantidade de suco gástrico no organismo aumenta, fazendo com que o estômago passe a digerir os alimentos com mais facilidade.

para que serve
(Foto: Dieta Já)

Além de seus benefícios para o sistema digestivo, seu uso também é feito para promover uma limpeza hormonal no organismo. A água inglesa ajuda melhorar a cicatrização interna, sendo por isso útil nos casos de infecção urinária e endometriose.

Entre os seus componentes que estão presentes na formulação da água inglesa está a quina amarela. Essa planta apresenta em sua composição a quinina, uma substância que tem uma intensa função analgésica, antitérmica e antimalárica. Esse componente também tem a função de estimular o apetite, já que ativa a secreção salivar e também os sucos gástricos.

Outro entre os princípios amargos da água inglesa também se encontra a losna, que ajuda a aliviar o desconforto digestivo e a evitar a perda de apetite. Há ainda amarga e calumba, duas plantas que também exercem uma poderosa ação para ajudar a limpar o organismo de substâncias nocivas. Já a camomila ainda contribui para prevenir espasmos estomacais, no útero, intestino e também na bexiga. Isso se deve a sua ação espasmolítica.

Por conta de todos esses e outros componentes presentes na água inglesa, o seu uso também é feito em casos de aborto, sendo um medicamento conhecido como purificador de útero. Isso porque, além de sua ação cicatrizante, também atua como desintoxicante e cauterizador.

Por causa dos efeitos colaterais provocados por inúmeros remédios sintéticos, cada vez mais as pessoas buscam por remédios naturais. Entre as vantagens é que, apesar de ser um tratamento geralmente mais lento, os sintomas são amenizados pouco a pouco e as chances de apresentar efeitos colaterais são bem menores.

Água inglesa limpa o útero?

Como a água inglesa tem a finalidade de desintoxicar o organismo, ela é também usada para promover uma limpeza no útero de substâncias que possam prejudicar o organismo. Isso é feito, por exemplo, no caso do desejo de uma desintoxicação por conta do uso de medicamento, como os anticoncepcionais.

A limpeza do útero também é realizada com esse produto por mulheres que desejam eliminar qualquer substância que possa estar dificultando uma gravidez. A ação da água inglesa no organismo feminino remove o excesso de hormônios dos anticoncepcionais e ainda faz com que a menstruação acabe descendo mais rápido. Por conta disso, pode apresentar um fluxo de sangue mais intenso.

Na verdade, esse efeito não é provocado devido à ingestão da água inglesa. Quando se toma a pílula anticoncepcional, há uma inibição da menstruação, levando a uma diminuição do fluxo. O que de fato acontece é que, em geral, ela é ingerida após a mulher parar de tomar a pílula. Como consequência, é normal que o fluxo menstrual acabe aumentando, retornando ao normal.

Além disso, a limpeza feita no útero faz com que várias toxinas sejam expelidas junto com o sangue, o que pode levar a um fluxo maior e uma tonalidade diferente do sangue.

Devido à grande limpeza que proporciona no útero da mulher, o sangue menstrual pode vir mais escurecido por algum tempo quando a água inglesa é ingerida. Desse modo, o motivo para que isso aconteça é justamente porque o medicamento está efetuando a limpeza dos resíduos do anticoncepcional.

Essa limpeza profunda também é indicada por médicos após o trabalho de parto ou depois de um aborto espontâneo. Assim, o corpo da mulher tem uma eliminação das toxinas remanescente feita de maneira mais fácil.

Ajuda a engravidar?

Por causa da limpeza poderosa que a água inglesa promove no organismo feminino, esse medicamento é normalmente associado com um auxílio para a mulher que deseja engravidar rápido.

Porém, é fundamental ressaltar que não existe uma comprovação científica a respeito da ação desse produto na fertilização. Por esse motivo, mesmo que a água inglesa limpe o útero, não há provas de que isso contribua para que a tentante engravide com maior facilidade. Apesar disso, há inúmeros relatos de usuárias que afirmam que o uso desse medicamento ajudou de forma significativa a realizar o desejo de serem mães.

agua inglesa limpa o utero

A razão para isso realmente pode estar relacionada à ingestão da água inglesa, já que é de conhecimento geral que as chances de fecundação são maiores quando o útero se encontra limpo e sem a presença de toxinas.

Por conta disso, o uso desse produto pode contribuir para manter o corpo feminino preparado para que a fecundação de fato aconteça, eliminando resquícios de hormônios presentes nos anticoncepcionais.

Além disso, a água inglesa é também usada para por mulheres que estiveram por muito tempo realizando tratamentos para impedir a gravidez ou por quem fez um tratamento de fertilidade.

Água inglesa aborta?

Entre as maiores dúvidas a respeito desse produto é se a água inglesa aborta. Essa dúvida se deve aos efeitos de limpeza que ela realiza no útero. Apesar de não existir nenhuma evidência científica que comprove isso, os médicos recomendam que a gestante não faça uso desse composto em nenhuma circunstância.



Há relatos de que, se a água inglesa for tomada regularmente durante a gestação, poderá sim resultar em um aborto. Isso porque a sua ação desintoxicante pode fazer com que o feto seja considerado como sendo um corpo estranho, levando-o a ser eliminado. Por essa razão, é preciso fazer um teste de gravidez antes de começar a tomar esse medicamento.

Por outro lado, como a água inglesa promove um efeito de limpeza que no organismo, ela é recomendada para as mulheres que sofreram um aborto espontâneo. O motivo para evitar a ingestão da água inglesa durante a gravidez é porque, mesmo que não provoque um aborto, pode haver o risco que o uso desse medicamento prejudique a saúde do bebê de alguma forma.

Como tomar?

Não é necessário ter receita médica para comprar a água inglesa. Porém, caso deseje começar a usar esse medicamento, é recomendado que um médico seja consultado antes. Dessa forma, será possível receber todas as orientações necessárias a respeito do produto para usufruir da melhor maneira possível os seus benefícios.

O indicado é que se comece a tomar no primeiro dia da menstruação. Isso quer dizer que a primeira dose do produto deve ser ingerida quando o sangramento começar. Porém, deve-se ressaltar que esse medicamento não deve ser consumido junto a outros medicamentos feitos à base de hormônios.

água inglesa ajuda engravidar
(Foto: Notícias da Saúde)

Em geral, a quantidade recomendada na bula e também pelos médicos é de 30 ml por 3 vezes ao dia, antes das refeições. Quando o uso é feito para limpar o útero, o produto deve ser usado somente por 7 dias. Se for o caso de tratamento para endometriose, ela deverá ser ingerida por até 3 ciclos menstruais.

Mas se o propósito for engravidar, água inglesa deve ser tomada por 14 dias, começando no primeiro dia da menstruação. A quantidade indicada é 30 ml, que deve ser dissolvido em meio copo de água. Toma-se duas vezes ao dia, preferencialmente logo de manhã e uma dose à noite.

No caso de esquecer de tomar alguma dose durante o dia, não é preciso tomá-la. Nesse caso, apenas beba a próxima dose no horário correto. Além disso, a água inglesa não deve ser ingerida de maneira contínua, a não ser no caso de recomendação médica.

Já que existem algumas contraindicações para o uso da água inglesa, é fundamental ter o devido acompanhamento de um médico, mesmo seguindo todas essas recomendações. Isso poderá evitar o surgimento de possíveis efeitos colaterais.

Efeitos colaterais

Como foi informado no tópico anterior, a água inglesa pode apresentar alguns efeitos colaterais, principalmente quando ela é usada de forma excessiva. Por conta disso, é preciso que seja tomada em quantidades corretas e, preferencialmente, com o acompanhamento médico.

Entre os principais efeitos colaterais que o consumo da água inglesa pode apresentar se encontram os seguintes:

  • Dor de cabeça;
  • Náuseas;
  • Espasmos;
  • Desmaio;
  • Vômitos;
  • Vermelhidão da pele;
  • Ouvido zunindo;
  • Distúrbios da visão.

Quando usada sem exageros e em doses corretas, geralmente a água inglesa não provoca nenhum tipo de reação ou problema para a saúde. Porém, no caso do surgimento de alguns desses sintomas, o consumo do medicamento deve ser interrompido.

Se mesmo assim os sintomas não desaparecerem ou piorarem, é imprescindível buscar orientação de um médico.

Contraindicações

Antes de tomar qualquer medicamento, mesmo que apresente uma fórmula natural, é importante conhecer as contraindicações e efeitos que pode ocasionar ao corpo. O mesmo ocorre com a água inglesa que, apesar dos benefícios causados por seu uso, é contraindicada em algumas situações.

Ela não deve ser, por exemplo, misturada a medicamentos usados para fazer tratamento para fertilidade, durante uma reposição hormonal ou junto ao chamado “Elixir de Agoniada”. Também não deve ser ingerida por pessoas que apresentam sensibilidade a algum dos componentes presentes em sua fórmula.

Outras contraindicações são mostradas a seguir:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Gastrite;
  • Úlceras;
  • Azia;
  • refluxo;
  • Epilepsia;
  • Mal de Parkinson;
  • Colite ulcerativa;
  • Hiperacidez estomacal;
  • Enfermidade de Crohn;
  • Problemas do fígado;
  • Síndrome do intestino irritável.

O médico deverá ser informado caso esteja fazendo o uso de algum remédio de uso contínuo. O mesmo vale para pessoas que estejam fazendo o uso de plantas medicinais e fitoterápicos, já que a interação medicamentosa pode ocorrer mesmo quando duas plantas medicinais são consumidas ao mesmo tempo.

água inglesa aborta
(Foto: Saude UMCOMO)

Além disso, como a ingestão do medicamento promove um aumento no apetite, é preciso ter o cuidado para não acabar consumindo de forma incorreta. Se for consumida em quantidades levadas, pode causar um descontrole no apetite, levando a mulher a se alimentar em excesso e, consequentemente, a ganhar peso.

Agora que já foi esclarecido se água inglesa aborta ou não, é sempre bom lembrar que o seu uso deve ter a indicação de um médico, seja para ajudar a engravidar ou para uma limpeza no organismo. Afinal, isso pode evitar que o problema que se deseja resolver acabe ficando maior do que antes de tomar o produto.

Referências

trocandofraldas.com.br/agua-inglesa-para-limpar-utero

belezafeminina.pro.br/maternidade/agua-inglesa

consultaremedios.com.br/agua-inglesa/bula

belezamaniacas.com/saude/agua-inglesa

universodobebe.com.br/agua-inglesa

vibrasaude.com/saude/agua-inglesa

eporque.com.br/agua-inglesa

portalbebes.net/agua-inglesa

Água Inglesa Aborta: mito ou verdade?
Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*