Quero engravidar e não consigo: o que eu faço?

Se você já começou a se questionar “por que quero engravidar e não consigo? ”, confira as dicas a seguir sobre as possíveis causas e como é realizado o tratamento necessário


Quando o casal decide que é hora de ter um bebê e deixa de usar o método contraceptivo, a expectativa de um teste de gravidez positivo aumenta a cada mês. Porém, em alguns casos a gravidez não acontece após inúmeras tentativas, levando a mulher a ficar ansiosa e pensar “quero engravidar e não consigo, o que eu faço? ”.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas cerca de 15% dos casais apresentam algum tipo de problema de fertilidade. Por essa razão, é considerado infertilidade apenas quando o casal não consegue engravidar após um ano de tentativa.

Quando as tentativas se mostram infrutíferas conforme o tempo passa, algumas medidas podem ser tomadas para ajudar na concepção.

   

Veja neste post quais são os métodos que podem ajudar a realizar o sonho de ser mãe.

Quero engravidar – Por que não consigo?

É normal que a mulher fique ansiosa quando a gravidez não acontece nas primeiras tentativas. Porém, é importante que ela entenda que, por mais que algumas pessoas acreditem que engravidar é algo fácil, na verdade a estimativa é de que, até os 30 anos de idade, apenas 20 a 30% das mulheres engravidam a cada relação sexual sem proteção.

Por essa razão, não há motivos para preocupação por não ter concebido após duas ou três tentativas. Além disso, o próprio estresse provocado pela demora em engravidar é um fator que pode acabar interferindo no processo.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

Para que o casal seja considerado infértil, é preciso que as tentativas não tenham dado resultado durante um ano. Se isso acontecer, é fundamental buscar ajuda médica para que sejam identificadas as causas.

O motivo para essa dificuldade em ter o filho tão desejado pode estar relacionado a diferentes problemas de infertilidade feminina e masculina, como mostramos a seguir:

Problemas de fertilidade da mulher

por que não consigo engravidar

Problemas ovulatórios estão entre os casos mais comuns que causam infertilidade na mulher.

Outras causas também podem impedir a gravidez, sendo que cerca de 40% da infertilidade feminina é provocada pelos seguintes fatores:

  • Endometriose: Esse é uma das causas principais para a infertilidade da mulher. Ocorre quando o endométrio (mucosa que encobre a parede interna do útero) acaba crescendo em outras partes do corpo, como ovário e tubas uterinas. Isso dificulta o transporte do óvulo e do espermatozoide, prejudicando a fecundação.
  • Síndrome dos ovários policísticos: Essa síndrome é provocada por conta de um desequilíbrio hormonal, fazendo com que a menstruação e a ovulação acabem ficando alteradas. Como resultado, a mulher encontra dificuldade para engravidar.
  • Alterações da tireoide: Um desequilíbrio dos níveis hormonais acontece quando a função da glândula tireoide aumenta ou diminui, afetando o funcionamento dos ovários e dificultando a concepção.
  • Problemas de ovulação: Esse é outro problema comum que impede que a gravidez aconteça com facilidade. Ele ocorre quando não há o amadurecimento ideal do óvulo e ele é liberado do ovário sem estar pronto para receber o espermatozoide. Esse problema apresenta sintomas como menstruação irregular e outros sintomas semelhantes à TPM, como cólica e inchaço.
  • Baixa qualidade dos óvulos: Esse quado é definido quando os óvulos estão danificados ou apresentam anomalias cromossômicas e, dessa forma, a gestação não consegue se manter, resultando em abortos repetitivos. O principal motivo para que isso aconteça está relacionado à idade da mulher, quando ela se encontra acima dos 35 anos.
  • Problemas nas tubas uterinas: Esse problema é caracterizado quando as trompas estão danificadas ou bloqueadas, impedindo que o espermatozoide alcance o óvulo. As causas geralmente estão associadas a doenças sexualmente transmissíveis e doença inflamatória pélvica.
  • Outros fatores: Outros motivos podem fazer com que a gravidez não aconteça, já que acabam alterando a fertilidade, como excesso de peso, alimentação inadequada, hábito de fumar, alterações emocionais, etc.

Problemas de fertilidade no homem

quero engravidar rapido
(Foto: Augusta University)

É importante lembrar que as causas para a dificuldade de engravidar também podem estar relacionadas a algum problema de fertilidade do homem, o que acontece em cerca de 30% dos casos. Conheça quais são esses fatores:

  • Problema com espermatozoides: Quando há uma baixa contagem ou mobilidade de espermatozoides, isso pode causar infertilidade no homem. Esse problema não causa sintomas e é diagnosticado pelo exame de espermograma.
  • Problemas de ejaculação: Alguns homens tem o ducto ejaculatório obstruído, o que pode ter diferentes causa, como infecções, ferimentos ou um defeito congênito. Isso faz com que o homem tenha pouca ou nenhuma ejaculação.
  • Espermatozoides combatidos por anticorpos: É possível acontecer de o próprio organismo do homem desenvolver uma reação imunológica aos espermatozoides. Isso pode ter como causa uma infecção ou trauma na região, além da vasectomia.
  • Varicocele: Esse problema se assemelha às varizes, fazendo com que as veias dos testículos aumentem. Dessa forma, a temperatura dos testículos se eleva, prejudicando a produção dos espermatozoides. Na maioria das vezes, os homens não apresentam sintomas, mas alguns sentem o saco escrotal dolorida após ficar sentado ou de pé por muito tempo.

Quando procurar ajuda médica para engravidar

o que faço para engravidar

O médico deve ser consultado quando o casal já está tentando engravidar a mais de um ano ou quando há histórico de problemas nos órgãos reprodutivos. Conheça a seguir quando buscar ajuda profissional:

  • Idade da mulher: Se a mulher já completou 35 nos de idade, o médico deverá ser consultado após 6 mesas de tentativa. O motivo é porque, quando a idade está um pouco avançada, a qualidade de óvulos produzidos diminui.
  • Problemas no aparelho reprodutor: Como já foi citado neste artigo, problemas como endometriose, ovário policístico e varicocele podem fazer com que o casal tenha dificuldade em gerar filhos. Por isso, tias problemas devem ser tratados e acompanhados pelo médico.
  • Ciclo menstrual irregular: Quando o ciclo menstrual da mulher é irregular, isso demonstra que a ovulação não está acontecendo corretamente. Desse modo, o óvulo não é produzido mensalmente e a fecundação não é feita pelo espermatozoide como deveria.
  • Abortos consecutivos: A ocorrência de mais de 3 abortos deve ter a causa investigada quando a mulher decide tentar engravidar. Isso permite que os devidos cuidados sejam tomados para evitar que aconteça novamente.

Dicas para quem está tentando engravidar

quero engravidar
(Foto: Fertility Solutions)

Confira a seguir algumas dicas que vão ajudar quem está tentando engravidar.

Consulte um médico

Antes de começar as tentativas de engravidar, o mais indicado é a mulher procurar o ginecologista ou um clínico geral para que ele realize os exames de sangue e hormonais, além de solicitar um ultrassom.

Dessa forma, é possível identificar se existe alguma infecção que precisa ser tratada, ou outros quadros que podem prejudicar as chances de engravidar. Isso sem falar que o médico poderá indicar ácido fólico e vitaminas pré-natal, que contribuem para a concepção.

Além disso, também é indicado que o homem também faça exames de sangue e de urina para verificar se está num bom estado de saúde.



Mantenha hábitos saudáveis

É importante que tanto a mulher quanto o homem adotem bons hábitos para aumentar a probabilidade de a gravidez finalmente acontecer.

Isso deve ser feito evitando álcool, cigarro e drogas, o que ajuda a melhorar a qualidade dos óvulos e dos espermatozoides.

Tente uma posição favorável

Apesar de não ser cientificamente comprovado, há quem afirme que a posição durante o ato sexual tem influência nas chances de engravidar.

O mais indicado é que a mulher evite ficar por cima, pois a gravidade pode dificultar a permanência dos espermatozoides no corpo dela.

A posição conhecida como “papai e mamãe” é a mais recomendada para quem está na tentativa de ter um bebê.

Use o método da tabelinha

O método da tabelinha é usado há muito tempo e pode ser um aliado para as mulheres tentantes. Ela serve como uma calculadora para que a mulher possa saber quando a ovulação vai acontecer, aumentando as chances de concepção.

A tabelinha é mais precisa quando a mulher tem o ciclo menstrual regular, pois o período fértil normalmente ocorre no meio do ciclo.

Isso significa que, quando o ciclo é de 28 a 30 dias, por exemplo, as chances de gravidez são maiores entre os dias 12°, 13º, 14º e 15º após o primeiro dia da menstruação.

Evite se levantar após as relações

De acordo com pesquisadores, ficar deitada de barriga para cima após as relações ajuda os espermatozoides a chegarem ao óvulo.

O tempo que a mulher deve permanecer deitada é de, pelo menos, 15 minutos. Não há a necessidade de ficar com as pernas para cima, apenas se deitar com a barriga para cima é o bastante.

Procure não se estressar

Já se sabe que o estresse afeta o corpo e, inclusive, pode acabar prejudicando a fertilidade da mulher.

O motivo é porque isso faz com que as taxas de um hormônio conhecido como alfa-amilase aumentem, o que influencia o sistema nervoso. Como resultado, a capacidade reprodutiva da mulher é desestimulada.

Tratamentos para engravidar

tratamento para engravidar
(Foto: Mitosis)

Após identificar a causa da dificuldade de engravidar, é possível definir qual tratamento será mais adequado para ajudar o casal a ter o bebê tão desejado.

O tratamento pode ser de baixa complexidade (como os de indução de ovulação) ou de alta complexidade (como fertilização in vitro), o que vai depender de cada caso.

Confira a seguir como funciona cada um deles:

Coito programado 

Esse tratamento de baixa complexidade tem como objetivo avaliar os melhores dias do mês para que o casal mantenha relações sexuais e resulte na concepção.

Para isso, é determinado pelo ginecologista o período periovulatório da mulher, que compreende entre 10 a 20 dias após a menstruação.

Como o espermatozoide sobrevive até 72 horas e o óvulo até 48 horas no corpo da mulher, o ideal é que as relações não aconteçam todos os dias nesse período, permitindo condições mais favoráveis para o casal.

As chances de concepção aumentam até 20% e não há custo algum para esse tratamento.

Indução de ovulação com citrato de clomifeno 

O tratamento é feito com a ingestão de comprimidos à base de citrato de clomifeno, que ajudam a estimular a produção de óvulos. Desse modo, é possível definir mais precisamente quais são os melhores dias para o casal tentar engravidar.

O tratamento custa entre 4 a 5 mil reais, com chances de sucesso que vão de 10 a 15%. É importante que seja feito o devido acompanhamento médico para evitar a chamada síndrome de hiperestímulo ovariano.

Indução de ovulação com gonadotrofina

Esse tratamento é indicado quando o tratamento com citrato de clomifeno não apresenta o efeito esperado. Assim, o médico pode indicar o uso da gonadotrofina, hormônio que ajuda a fecundação do óvulo.

Esse hormônio já existe no corpo da mulher e a aplicação de doses extras é feita por meio de injeções, o que pode ser feito na própria casa.

O tratamento deve ser acompanhado pelo médico, já que a dosagem muda de uma mulher para outra. O custo varia entre 4 a 5 mil reais e as chances de sucesso chegam a 30%.

Fertilização in vitro clássica 

Após a mulher tomar doses elevadas de gonadotrofina para que aumente a produção ovariana, é feita a remoção dos óvulos pode meio de um procedimento cirúrgico, que é feito com anestesia.

Os espermatozoides do homem também são colhidos no mesmo dia, sendo eles levados para um laboratório de embriologia junto aos óvulos.

Em seguida, eles são colocados juntos em um recipiente, onde aguarda-se que ocorra a fecundação natural.

Após a formação dos embriões, eles são inseridos pelo médico no útero da mulher, sendo a gravidez confirmada ou descartada depois de duas semanas do procedimento.

A fertilização in vitro custa entre 11 e 20 mil reais e as chances de sucesso vão de 40% a 60% após três tentativas serem realizadas.

Fertilização in vitro ICSI

O procedimento inicial é feito da mesma forma que a fertilização in vitro clássica. Porém, nesse caso é feita a fecundação através de uma injeção dos espermatozoides nos óvulos, ou seja, o óvulo é espetado por uma agulha contendo os espermatozoides.

Em seguida, os embriões são inseridos pelo médico no útero da mulher e, da mesma forma que a fertilização in vitro clássica, após duas semanas é possível saber se ela está ou não grávida.

quero engravidar e agora
(Foto: Valéria Datrino)

O preço também varia de 11 e 20 mil reais, além de apresentar até 60% de chances de sucesso após três tentativas.

Como foi apresentado neste post, a mulher não deve se desesperar ou se cobrar quando as tentativas não estão dando certo.

A pergunta “por que quero engravidar e não consigo?” é normal e nesses casos é necessário procurar um médico junto com o parceiro para identificar as causas e realizar o tratamento para resolver o problema.

Referências

delas.ig.com.br/filhos/2014-04-07/quando-e-hora-de-procurar-ajuda-medica-para-engravidar.html

justrealmoms.com.br/10-dicas-para-quem-esta-tentando-engravidar

br.guiainfantil.com/ficar-gravida-infertilidade/413-conselhos-para-ficar-gravida.html

trocandofraldas.com.br/nao-consigo-engravidar-como-descobrir-causa

guiadobebe.com.br/tento-engravidar-mas-nao-consigo-o-que-fazer

brasil.babycenter.com/a4300261/principais-causas-de-infertilidade

tuasaude.com/quando-procurar-ajuda-para-engravidar

Quero engravidar e não consigo: o que eu faço?
Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*