Translucência Nucal: quais os valores normais?

Veja nessa matéria tudo sobre a translucência nucal: quais os valores normais? Qual a importância do exame? Preciso fazer? Tire todas suas dúvidas sobre o assunto: 

O exame de translucência nucal é feito com o objetivo de identificar no bebê os riscos de Síndrome de Down e outros tipos de anomalias cromossômicas antes mesmo dele nascer.

Realizada por meio de um exame de ultrassonografia, a TN (Translucência Nucal) é uma medida feita na região da nuca do feto – e serve para calcular o risco do bebê apresentar malformações, alterações genéticas ou alguma síndrome, como a de Down.

“Todo feto tem um acúmulo de líquido abaixo da pele na região da nuca e muitos estudos mostraram que, quando esse acúmulo de líquido está aumentado, acima de 2,5 mm, aumentam os riscos de síndromes, como a de Down.

Além disso, se estiver muito aumentado também traz riscos de problemas cardíacos para o feto”, relata o ginecologista, obstetra e professor universitário, Gregório Lorenzo Acácio, mestre e doutor em Ginecologia e Obstetrícia pela Unicamp – SP.

translucencia nucal exame

A alteração no exame de translucência nucal pode indicar alguma síndrome no bebê.

Como é feita a translucência nucal?

O exame de translucência nucal é feito através de um dos ultrassons durante o pré-natal, onde é medido o tamanho da região da nuca do bebê e também a quantidade de líquido presente, sem a necessidade de realizar outros procedimentos adicionais.

Se o resultado do exame indicar um valor aumentado, o obstetra vai solicitar a coleta do líquido amniótico ou uma amostra do cordão umbilical para avaliar com maior precisão.

translucência nucal preço

Foto: Whattoexpect

Translucência nucal: quais os valores normais?

Embora o exame seja de grande valia para essa análise, o obstetra faz um alerta: “É importante reforçar que o aumento da translucência nucal não dá o diagnóstico de síndrome de Down, apenas mostra que o risco de o bebê ter a síndrome é maior”, afirma. “Por outro lado, se a medida está normal, o risco diminui muito, o que também não afasta a possibilidade de ele ter síndrome de Down.”

Por isso, no caso de alterações, sempre é indicado à gestante realizar outros exames mais específicos para comprovar ou não o diagnóstico. Os mais comuns são: amniocentese ou biópsia de vilosidades coriônicas.

translucência nucal valores normais

Foto: Danone Baby

Medidas normais do exame

Nesse exame é feita a medição da quantidade de líquido existente na região da nuca do bebê no ventre materno. Isso porque a região da nuca tende a formar um acúmulo de líquido quando há alguma doença genética ou malformação fetal.

As medidas consideradas normais para exame de translucência nucal normal devem apresentar um resultado inferior a 2,5 mm. Caso a medição apresente um valor igual ou maior do que o considerado normal, pode significar que existe algum tipo de alteração na formação do bebê.

Porém, o resultado do exame não permite uma confirmação de anomalia, mas apenas indica que existe esse risco. Nesse caso, o obstetra pedirá outros exames para que o diagnóstico possa ser ou não confirmado.

 translucencia nucal aumentada e osso nasal presente

Foto: Fertility-biocenter

Translucência nucal: é um exame seguro? 

O momento ideal para que essa análise seja feita é entre a 11ª semana e 6 dias até a 13ª semana e 6 dias. “Esse período é importante porque depois disso, mesmo que o volume esteja aumentado, as análises não serão precisas”, esclarece o doutor Acácio.

ultrassonografia translucencia nucal

Foto: PregnancyTips

Translucência nucal: valores de referência 

Os valores abaixo de 2,5 mm são considerados normais; mas, de acordo com o especialista, “existem softwares que podem ser usados e que utilizam outros parâmetros além da medida da translucência nucal e, nestes casos, o resultado não é dito como positivo ou negativo, mas representam numericamente qual o risco em porcentagem”, explica.

Translucência nucal alterada

Translucência nucal aumentada e osso nasal presente

Estudos epidemiológicos revelaram que alguns sinais visualizados no ultrassom tem associação com a presença de anormalidades mais graves, principalmente quando se trata de doenças cromossômicas.

Um dos sinais da translucência nucal aumentada é a má formação cardíaca. Porém, há bebês que apresentam alterações cromossômicas (como a Síndrome de Down) e mesmo assim possuem a translucência nucal normal.

Por esse motivo, mesmo que a medida esteja nos limites do considerado normal, é importante ter um diagnóstico genético pré-natal caso haja outro fator de risco, como mãe com idade acima de 35 anos, antecedentes com Síndrome de Down ou outros tipos de alteração cromossômica na família.

Outra verificação feita durante a ultrassonografia é se há o osso nasal. Quando esse osso está ausente, as chances de existir alguma anormalidade é maior, pois o osso nasal não está presente na maioria dos casos de síndromes.

translucência nucal como é feita

Foto: eHow Brasil

Ultrassom translucência nucal

A taxa de eficácia do exame de translucência nucal está entre 80 e 90%. Mas é bom reforçar que esta análise não traz diagnóstico, apenas avalia o risco.

Fatores como doenças genéticas ou de alterações cromossômicas na família, além da idade da mãe são importantes para calcular o risco de o bebê apresentar alguma síndrome.

Por isso, mamães, não deixem de relatar nada que julguem importante sobre seu histórico familiar.

Quando fazer o exame de translucência nucal?

A realização do exame ocorre entre a 11ª e a 14ª semana da gravidez. Ao fazer o teste próximo de 11 semanas, o tempo para fazer uma biópsia e ter uma resposta definitiva no caso de suspeitas de anormalidade é maior.

Apesar disso, os médicos recomendam que o teste seja feito com 12 semanas completas, pois dessa forma o resultado é mais preciso.

translucência nucal alterada

Foto: Yourwholebaby

A translucência nucal pode ser feita até quantas semanas?

A translucência nucal é feita até 14 semanas de gestação. A partir dessa data não é mais possível realizar o teste, pois o espaço transparente na nuca do feto não poderá mais ser observado através do ultrassom.

Preço em 2019: quanto custa o exame de translucência nucal

O preço pode variar de R$ 110,00 a R$ 400,00. A variação do valor depende da clínica onde ele é realizado. Porém, é possível realizá-lo sem custos pelo SUS quando é feita a solicitação por um obstetra.


  • Add Your Comment