Ferida no Útero: causas, sintomas, tratamento

Existem várias causas para o surgimento de uma ferida no útero, mas todos os casos devem ser tratados corretamente para evitar agravamentos como câncer e infertilidade


O ectrópio uterino, que é conhecido popularmente como “ferida no útero”, trata-se de um processo inflamatório que ocorre na região do colo do útero. Essa inflamação pode ter diversas causas e afetar mulheres de todas as idades.

Quando há o surgimento dessa ferida, ela pode ou não ser assintomática. O tratamento é feito por meio de medicamentos ou, dependendo do caso, pode ser necessário recorrer à cauterização.

Por isso, entenda quais são as causas para a ferida no colo do útero, como é feito o diagnóstico e como essa condição pode vir a afetar na hora de tentar engravidar.

   

Sintomas de ferida no útero

A ferida no útero é um processo inflamatório que muitas vezes não apresenta sintomas. Porém, há casos onde pode resultar em cólica, corrimento e ligeiro sangramento. A seguir, são apresentados os principais sintomas:

  • Corrimento vaginal de cor esbranquiçada, verde ou amarelada;
  • Coceira ou sensação de ardência ao urinar;
  • Cólicas ou desconforto na região íntima;
  • Sangramento vaginal após ter relação;
  • Resíduos na calcinha.

Como muitas vezes não apresenta sintomas, o diagnóstico pode ocorrer por meio de exames que visualizam o útero, como o exame de Papanicolau ou através da colposcopia. Desse modo, é possível verificar a existência da ferida e o tamanho que ela se encontra.

Por esse motivo, é fundamental que a mulher faça uma consulta ao ginecologista ao menos 1 vez ao ano ou a cada 2 anos. Desse modo, é possível evitar o agravamento da ferida no útero.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

No caso de surgirem sintomas como corrimento, o exame também deve ser realizado para que possa ser detectado a existência de algum tipo de alteração no útero.

Principais causas

A ferida no útero é algo comum nas mulheres e que pode surgir em todas as idades, na infância, adolescência, durante a gravidez, no pós-parto e menopausa, por conta das alterações hormonais e infecções. Ou seja, uma das causas principais é a presença de bactérias, fungos e protozoários.

ferida no útero
(Foto: KOPLO SONG)

Além disso, também pode surgir por causa de problemas ginecológicos que não receberam o devido tratamento. Confira a seguir quais são as principais causas:

  • Alterações ocasionadas no útero durante a gestação;
  • Alterações hormonais ocorridas na infância, adolescência ou na menopausa;
  • Uso de pílulas anticoncepcionais;
  • Alergia a componentes da camisinha;
  • Alergia pelo uso de absorventes internos;
  • Feridas que surgiram por laceração do colo do útero no trabalho de parto;
  • Infecções causadas por candidíase, herpes, gonorreia, clamídia, sífilis, HPV.

No caso de infecções, elas geralmente são contraídas por conta do contato íntimo com uma pessoa que está contaminada. Por esse motivo, é muito importante sempre usar preservativo nas relações sexuais.

Porém, a transmissão também pode acontecer de outras formas, como ao usar uma piscina que está contaminada com a bactéria Gardnerella.

Por isso, manter a higiene íntima em qualquer lugar, usar proteção durante o ato sexual e não ter muitos parceiros sexuais ajudam a reduzir as chances de vir a desenvolver uma ferida no útero.

É importante que a mulher tenha o entendimento de que a ferida no útero não significa que se trata de algo sério. Porém, é preciso fazer o tratamento adequado, principalmente nos casos em que ela surge por causa do HPV. O motivo é por que, nesse caso, há o risco de se tornar um câncer quando não recebe o tratamento indicado.

Quem tem ferida no útero pode ter relação?

Há casos em que a mulher que apresenta uma ferida no útero pode ter sangramentos durante o ato sexual. Por isso, o ideal é evitar ter relações até que o tratamento termine e ocorra a cicatrização da ferida, o que leva entre 2 a 3 semanas para acontecer.

Nesse período, é recomendado evitar manter contato íntimo para não correr o risco de infecções e outras complicações, o que vai prejudicar a recuperação.

Além disso, há o risco mais elevado de se contaminar com doenças. Por essa razão, a mulher deve ter os cuidados redobrados, sempre usando preservativo e receber a vacina para o HPV.

ferida no útero causa cancer

No caso do uso de pomada vaginal, o ato sexual pode prejudicar a sua absorção, já que provoca o desequilíbrio do pH vaginal. Desse modo, a ação e eficácia são reduzidos. Também é fundamental manter a região bem higienizada, fazendo o uso diário de sabão neutro, água corrente e calcinha de algodão.

Ferida no útero pode impedir de engravidar?

Se a mulher deseja engravidar isso pode ser um motivo que causará dificuldade na hora de conceber. Porém, no caso de lesões mais leves, não causa nenhum empecilho na hora de engravidar.

O motivo para que a ferida no útero prejudica a gravidez é por causa da alteração que essa condição provoca no pH vaginal. Desse modo, os espermatozoides não são capazes de alcançar o útero. Outro motivo são as bactérias, que causam uma inflamação quando chegam às trompas.

A doença também pode surgir durante a gestação, o que acontece porque os hormônios sofrem alterações. Nesse caso, é fundamental que o tratamento seja feito o mais breve, pois vai impedir que a inflamação alcance o interior uterino. Isso pode levar a uma infecção no líquido amniótico e prejudicar o bebê.

Ferida no útero causa câncer?

Na maioria dos casos, não há o risco de a ferida no útero evoluir para câncer. Porém, há situações onde essa ferida acaba apresentando uma rápida evolução e, quando não recebe o tratamento adequado, há um aumento no risco de vir a se tornar câncer.

As chances são maiores quando a ferida é causada por HPV.



O diagnóstico geralmente é feito por meio da colposcopia, onde um fragmento da mucosa afetada é recolhida para que um exame citológico seja realizado. Assim, é possível averiguar se existe ou não a presença de células que sejam pré-cancerosas ou cancerígenas. Nesse caso, o tratamento deve ser iniciado logo após a confirmação do diagnóstico.

Como tratar?

O tratamento da ferida do útero vai depender da causa. É muito importante que o tratamento seja feito de acordo com o recomendado pelo médico. Caso contrário, pode resultar em dificuldade para engravidar, infertilidade até mesmo o câncer.

como tratar ferida no útero
(Foto: TipHero)

Conheça as formas de tratamento a seguir:

Uso de medicamentos

Se for o caso de uma infecção, como candidíase ou herpes, o tratamento deve ser feito com o uso de pomadas ou remédios indicados para a cicatrização. Nesse caso, são usados antibióticos, antifúngicos e antivirais.

Os cremes ginecológicos, por exemplo, são cicatrizantes feitos a partir de hormônios e devem ser aplicados todos os dias, pelo tempo que for recomendado pelo ginecologista.

Se a causa for o uso de anticoncepcionais, não há a necessidade de fazer um tratamento específico. Apenas é preciso que a paciente troque ou suspenda o uso do medicamento.

Alguns dos principais tratamentos com medicamentos são:

Pomada à base de nistatina: indicada para tratar problemas com fungos, não sendo efetivo para o combate de bactérias, vírus e protozoários. Em geral, é recomenda uma aplicação intravaginal por dia, durante 14 dias.

Antibiótico Azitromicina: é recomendo para infecções e no caso de doenças sexualmente transmissíveis.

Cauterização

Quando o uso da pomada não é o suficiente, outra forma de tratamento é a cauterização da ferida, o que tem como intuito a remoção das células que se encontram inflamadas.

Esse procedimento é feito quando a inflamação é mais grave e o tipo de cauterização vai depender do tipo de lesão e da gravidade:

Cauterização através de crioterapia: queimadura realizada para a remoção do tecido inflamado, feita com o frio e uso de produtos químicos.

Eletrocauterização: a remoção das células é feita com uma corrente elétrica, por meio de laser ou eletricidade.

Tratamento natural

Há mulheres que fazem um tratamento natural como forma de complemento, o que pode ajudar na recuperação, acelerando a cicatrização da ferida em alguns casos.

Esse tratamento pode ser realizado com a ingestão de um chá, que é feito usando folhas de goiabeira. As folhas dessa planta contêm propriedades que contribuem para a cicatrização e recuperação das paredes uterinas.

Porém, é importante frisar que o tratamento caseiro não deve, de maneira alguma, substituir o tratamento indicado pelo médico. Além disso, é recomendado informar ao médico antes de iniciar a ingestão do chá.

Tratamento para ferida no útero na gravidez

Durante a gestação, a ferida do útero deve ser tratada da mesma forma da mulher que não está à espera de um bebê. É fundamental que o tratamento se inicie o mais breve possível durante a gestação, para evitar que o bebê seja afetado pela inflamação e infecção.

Isso porque a ferida no útero aumenta o risco de um parto prematuro e até mesmo de um aborto. Se acontecer de o bebê ser afetado pela infecção, poderá sofrer com problemas auditivos e na visão, além de dificuldades respiratórias e atraso em seu crescimento.

O ginecologista vai recomendar o uso de pomadas ou remédios com o menor risco de prejudicar o bebê. Por conta disso, geralmente são indicadas pomadas antissépticas e cicatrizantes. Já os hormônios e antibióticos são usados apenas quando existe a real necessidade.

pomada para ferida no utero

Como foi visto, a ferida no útero geralmente não se trata de uma situação grave. Porém, é muito importante realizar o diagnóstico e começar o tratamento o mais breve, evitando assim possíveis complicações.

Referências

tuasaude.com/ferida-no-utero

infoescola.com/doencas/ectropio-uterino

tuasaude.com/como-tratar-a-ferida-no-utero

tembeleza.com/comprimido-e-pomada-para-ferida-no-utero-tratamento-nomes

minhavida.com.br/saude/materias/17813-feridas-no-utero-nem-sempre-sao-tratadas-com-cauterizacao

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*