Colposcopia: O que é? Como é feito o exame?

A Colposcopia é um procedimento realizado para examinar a vagina, a vulva e o colo do útero. Recebe esse nome porque é feita com um aparelho chamado colposcópio, semelhante a um microscópio, através do qual o médico realizador consegue observar pequenas lesões ou anormalidades.

Para que serve a colposcopia

 Esse exame tem por finalidade, além de verificar possíveis lesões, identificar doenças como o câncer de útero e a HPV.

Como é feito?

Para fazer o exame, a mulher deve ter ciência de que não deverá usar produtos vaginais ou fazer banhos de assento a partir de 48 horas antes. Além disso, deverá evitar relações sexuais e não poderá estar menstruada na data de realização. Caso a mulher utilize medicamentos, o médico deverá ser informado.

O exame pode ser realizado normalmente caso a mulher esteja grávida, mas, nesse caso, o médico também deverá ser avisado anteriormente. (Dreamstime)

O procedimento para a realização da Colposcopia é simples. A mulher deita-se com a barriga para cima, com as pernas abertas, e então é introduzido um instrumento chamado espéculo vaginal (também conhecido como bico de pato) na vagina. Esse instrumento serve para separar as paredes vaginais, para que o médico consiga visualizar por dentro da vagina e o colo do útero. Para isso, ele utiliza o colposcópio, que possui lentes de aumento e luzes para facilitar a identificação de qualquer sintoma de irregularidades.

Leia mais: Amniocentese – Preço do Exame

Após a primeira visualização, o realizador do exame aplica uma pequena quantidade de dois líquidos, iodo e ácido acético. Esse procedimento é feito porque, caso existam células com anormalidades, essas fiquem de cor diferente das demais, possibilitando a diferenciação do local. Se for identificada alguma irregularidade, é retirada uma pequena amostra desse tecido de cor diferente, para que seja realizada uma biópsia e diagnóstico preciso do problema.

 

Exame de colposcopia dói?

Existe um incômodo na realização do exame devido à introdução do espéculo vaginal e um pouco de ardência devido a aplicação das soluções, entretanto, não é considerado um exame doloroso. O procedimento também é feito de forma rápida, já que o exame leva cerca de 20 a 30 minutos para ser realizado.

As mulheres tendem a sentir dores apenas quando é necessária a biópsia, mas, nesse caso, pode ser aplicada a anestesia local para diminuir o desconforto.

Veja também: Quando o obstetra faz exame de toque? Como é feito?

Cuidados após colposcopia

A mulher pode sentir desconforto na região da vagina pelos próximos três dias após o exame, devido ao uso do espéculo e soluções líquidas. Corrimentos em pequena quantidade também são comuns, assim como sangramentos com pouca intensidade.

Durante a primeira semana, é aconselhável evitar o uso de absorventes íntimos, banhos de assento e relações sexuais, por conta da sensibilidade no local. Os médicos também desaconselham o levantamento de peso e atividades físicas nas 48 horas que sucedem o exame.

Caso a paciente perceba um aumento do corrimento ou do sangramento, o ideal é entrar em contato com o médico ginecologista para verificação de ferimentos ou outros problemas decorrentes da realização da colposcopia.

Preço do Exame e onde fazer

A colposcopia pode ser realizada gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em caso de solicitação do ginecologista. Nesse caso, ele deverá redigir um encaminhamento para que o exame seja feito com horário agendado em uma das unidades de saúde aptas para tal atendimento. O ideal é a mulher se informar no posto de saúde do seu município os locais mais próximos que realizam esse procedimento.

Existem diversas clínicas particulares espalhadas por todo Brasil que fazem esse exame, e o preço médio varia entre R$150,00 a R$600,00. A diferença no preço decorre da região do país em que será realizada a colposcopia e se o valor já inclui o custo da biópsia.