Exame Preventivo: Como é feito, para que serve, quando fazer, dói?

Como o câncer de colo de útero geralmente só apresenta sintomas tardiamente, é fundamental que o exame preventivo seja feito periodicamente, o que aumenta consideravelmente as chances de cura.


Saiba tudo sobre o exame prevenido e a importância de fazê-lo periodicamente para a prevenção de doenças como o câncer do colo de útero.

O que é preventivo?

O exame preventivo (ou Papanicolau) deve ser feito por todas as mulheres que estão na fase reprodutiva, pois consiste na melhor maneira de verificar se está tudo bem com a saúde vaginal.

Trata-se de um exame ginecológico simples e que tem a duração de poucos minutos, onde são retiradas amostras de células presentes no colo de útero para verificar se existem anormalidades que podem se transformar em câncer.

Para que serve

Esse exame ginecológico tem como objetivo identificar possíveis alterações celulares no colo do útero (causado principalmente pelo HPV), que podem desenvolver para um câncer.

O desenvolvimento do câncer de útero leva anos e as alterações nas células que podem resultar na doença são identificadas facilmente por intermédio do exame preventivo.

Como é feito o exame preventivo?

Primeiramente, o médico analisa visualmente a vagina e o exterior do ânus em busca de alguma alteração na pigmentação, secreções ou lesões anormais, etc.

Em seguida, é introduzido na vagina um instrumento que se chama espéculo (mais conhecido como “bico de pato”). Outra inspeção visual é feita nas paredes internas da vagina e também no colo do útero, usando primeiro uma espátula e depois uma escovinha.

As células colhidas no exame são armazenadas numa lâmina de vidro, que posteriormente é enviada para ser analisado em um laboratório especializado.

Quando devo fazer

Em geral, o exame preventivo deve ser repetido todos os anos, mas a frequência pode variar dependendo da idade da mulher, além de levar em conta se os resultados dos exames anteriores revelaram algum tipo de alteração.

A frequência dos exames deve ser de acordo com os critérios apresentados abaixo:

  • O primeiro exame deve ser feito pelo menos 3 anos após iniciar a vida sexual ou a partir de 21 anos (qual ocorrer primeiro).
  • 1 vez a cada 2 anos até 29 anos.
  • Após os 30 anos o exame pode ser feito a cada 3 anos (se os 3 últimos exames seguidos foram normais).
  • A partir dos 65 anos, as mulheres com 3 exames negativos seguidos e sem nenhum resultado anormal nos 10 anos anteriores podem deixar de fazer o exame preventivo.

Porém, o médico ginecologista poderá solicitar a realização precoce dos exames ou com uma frequência maior nos casos de a paciente ser portadora de HIV ou HPV, ter vários parceiros sexuais, não usar camisinha, ser fumante ou se fizer uso prolongado de anticoncepcional oral.

Quais doenças ele detecta 

Além de identificar células cancerígenas no colo do útero, o preventivo ainda pode detectar outras condições, como herpes, verrugas provocadas por HPV, infecções vaginais (como candidíase) ou infecções no colo do útero. O exame também é capaz de informar os níveis dos hormônios, principalmente a progesterona e o estrogênio.

Resultado: como interpretar

Os resultados do preventivo são informados pelo médico, sendo então divididos em:

  • Classe I: Não apresenta células anormais no organismo.
  • Classe II: Geralmente significa que há uma infecção ou inflamação.
  • Classe III: Apresenta células anormais, o que nessa classe também pode indicar lesão celular reversiva ou uma displasia.
  • Classe IV: Há a suspeita de alguma doença.
  • Classe V: Há a presença de neoplasia (lesão tumoral).

No caso de um resultado normal, nenhum tratamento precisa ser feito. Se, no entretanto, o exame apresentar alguma infecção, o médico irá indicar o tratamento necessário e, se existir alguma anormalidade, novos exames serão solicitados para avaliar o tratamento.

Pode ter relação antes do exame preventivo?

É recomendado que a mulher não tenha relações sexuais no dia anterior ao exame preventivo, nem mesmo com o uso de camisinha, pois pode causar alteração no pH e alterar os resultados.

Além disso, não deve ser feito o uso de medicamentos vaginais, anticoncepcionais ou duchas. A paciente não pode estar menstruada no dia da coleta, pois a presença de sangue pode causar alterações no resultado.

Esse exame detecta gravidez?

O preventivo não serve para detectar se a mulher está ou não grávida. Como ele é feito para identificar alterações nas células do colo do útero, não é possível informar a gravidez através do resultado do exame.



Gestante pode fazer o exame preventivo?

O exame preventivo pode ser realizado por mulheres grávidas para identificar alterações sem nenhum problema, pois não apresenta nenhum risco para a saúde dela ou do bebê.

Onde fazer exame preventivo

É possível fazer gratuitamente o exame preventivo nos postos de saúde da rede pública e também nas faculdades de medicina que possuem profissionais capacitados.

O médico deverá ser informado caso a paciente esteja grávida, apresentar corrimento ou no caso de o exame preventivo anterior ter apresentado alguma anormalidade.

Preciso me depilar antes do exame?

Não é necessário se depilar para o exame preventivo, pois os pelos não interferem no procedimento. Porém, caso a mulher sinta desconforto, poderá depilar a região sem problemas.

Para evitar constrangimentos, é importante tomar um banho antes de ir para a consulta, evitando usar cremes vaginais.

Quantos dias após a menstruação devo fazer o preventivo?

O ideal é agendar a consulta após sete dias da menstruação, pois antes disso é possível que o ciclo menstrual interfira nos exames ou provoque desconforto, pois a região íntima fica mais sensível.

O melhor momento para que o exame preventivo seja feito é ao menos uma semana antes do período menstrual. Como o resultado pode acabar alterado se for realizado durante a menstruação, o agendamento deve ser feito fora desse período.

Preventivo dói? Posso sangrar?

Em geral, o exame é indolor, mas a mulher poderá sentir um pequeno desconforto, que pode ser amenizado se ela conseguir se manter relaxada e se o exame for feito de forma adequada e delicada.

Um pequeno sangramento pode ocorrer durante o exame, já que é coletada a amostra do colo do útero. Em caso de dor o ginecologista deve ser informado prontamente.

Fotos de Exames preventivos

papanicolau fotos




Exame Preventivo: Como é feito, para que serve, quando fazer, dói?
5 (100%) 1 vote

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*