Search
Search
X

A Primeira semana com o bebê: Guia de sobrevivência do 1º ao 7º dia

Parabéns pelos seus primeiros dias como mãe! Comemore mesmo, é a primeira semana em sua nova rotina

Esse texto traz dicas valiosas sobre a primeira semana com o bebê e o que geralmente acontece nesses primeiros dias.

 A gravidez é um período de muitas descobertas para todas as mulheres. As mudanças físicas, os hormônios em constante alteração, a ansiedade para que tudo dê certo e finalmente ver o rostinho da criança mais esperada do mundo.

Os nove meses são a preparação para aquele que será o momento mais sublime: o nascimento do bebê. Mas, e depois?

A Primeira semana com o bebê

Como deve ser a primeira semana do bebê

Enfim o bebê vai para casa!

1º Dia:

Enfim, chegou o dia mais aguardado! O primeiro choro, a primeira visão do rostinho que certamente é o mais lindo que você já viu, a emoção e alívio porque enfim o bebê nasceu e a expectativa acabou.

Após os primeiros momentos pós-parto, é hora de experimentar uma nova sensação, que pode ser exclusivamente prazerosa, mas também pode vir com certa dose de dor: a amamentação.

Algumas mulheres já percebem a saída do colostro (primeiro leite) durante a gravidez, mas outras só o produzem após o parto. Isso varia de mulher para mulher e é perfeitamente normal, não há com que se preocupar. Quando colocar o bebê no peito e ele começar a sugar, o líquido vai começar a sair.

Nesse momento, é extremamente importante a orientação de uma enfermeira ou outra mulher que já tenha passado por esse processo, pois ela poderá dar orientações importantes sobre a pega (o termo é esse mesmo!) do bebê ao peito, para que ele possa amamentar com mais facilidade e você não sofra grandes incômodos. Infelizmente, algumas mulheres sofrem com ferimentos na região dos bicos devido a sensibilidade da área e porque, obviamente, o bebê ficará por muito tempo agarrado a você.

Uma primeira semana do bebê

Foto: De BlijeBaby

A boa notícia é que esses ferimentos cicatrizam rápido e é a própria saliva do bebê que auxilia esse processo, além de existirem pomadas a base de lanolina e receitas caseiras, como colocar a casca de banana ou mamão nos ferimentos entre as mamadas, que também podem ajudar.

Após alimentar o seu bebê pela primeira vez, provavelmente você terá alguns momentos fundamentais de descanso, porque, independentemente do tipo de parto, você inevitavelmente estará exausta.

Depois de algumas horas, já estará liberada para tomar banho, mas com o auxílio de uma enfermeira, já que ainda estará fraca. Aproveite, nos primeiros dias o bebê ficará no berçário para que você tenha esses momentos de cuidado consigo mesma, apesar de você não querer largá-lo por nenhum momento. Prepare-se, certamente receberá muitas visitas daqui em diante.

Primeira semana do bebe

Foto: Verywell

2º Dia:

As primeiras horas serão o suficiente para que você perceba que a história de que o bebê mama de três em três horas é um mito. Principalmente se for adepta da livre demanda (amamentar o bebê sem regras de horário), você vai ficar muito tempo com ele em seu colo.

É geralmente no segundo dia, quando começará a se recuperar, que as enfermeiras a orientarão sobre como trocar as fraldas e como dar banho. É também nesse dia em que as visitas começam a chegar uma atrás da outra, certamente com mimos e muito amor para dar.

Porém, lembre-se que esse é o seu momento e do seu filho, portanto não se sinta mal se desejar ou mesmo pedir (gentilmente) que as visitas mais longas fiquem para outro dia, pois estará em um processo de recuperação física e conhecimento da sua nova rotina.

3º Dia: Se o parto foi normal, provavelmente receberá alta nesse dia. É comum o bebê perder até 10% do seu peso após o nascimento, devido a redução do inchaço, portanto, fique tranquila se for informada sobre isso, ele continua muito saudável!

É uma felicidade poder ir para casa e apresentar o lar para o mais novo integrante da família! Entretanto, também será o primeiro dia sem a ajuda profissional da equipe de enfermagem, e caso não tenha uma pessoa próxima que possa estar com você nessa primeira semana com o bebê em casa, é hora de exercer o que aprendeu.



Primeira semana do meu bebe

Foto: ActiveBeat

Não fique com medo de errar na troca de fralda e não se culpe por demorar mais tempo para conseguir dar o banho. Tente preocupar-se apenas com o principal: o bem-estar seu e do seu filho.

4º Dia:

Se o seu parto foi através de uma cesariana, hoje provavelmente é o dia de ir para casa. Não é incomum alguns bebês terem icterícia, a incidência da pele amarelada. O médico poderá recomendar banhos de sol para que isso se resolva.

Se icterícia estiver em um nível mais acentuado, pode ser que precise ficar com o bebê por mais um dia no hospital, para que ele seja tratado com fototerapia, que consiste no “banho de luz”. Fique tranquila, o procedimento é indolor e é melhor já fazê-lo enquanto ainda está no hospital.

Não se sinta constrangida se ficar insegura, com vontade do chorar ou desabafar sobre o quão difícil é lidar com o puerpério; são muitas mudanças e novidades em um espaço curto de tempo.

Primeira semana de um bebe

Foto: Pixabay

5º Dia:

É difícil, mas tente alimentar-se regularmente e, principalmente, beba muita água. Isso é preponderante para a produção do leite.

Não fique desesperada se não tiver conseguido dormir mais que do que duas horas seguidas por dia desde que o bebe nasceu, aos poucos, vocês dois entram no ritmo e, conforme o seu filho for crescendo, as mamadas ficarão mais espaçadas. Na verdade, não é somente o leite que ele deseja, mas estar o mais próximo de você e sentir o seu cheiro.

Nesse dia, talvez você já se sinta mais confiante com os cuidados básicos com o bebê, mas cada mulher tem o seu ritmo, não se pressione!

6º Dia:

Esse pode ser um bom dia para levar o seu bebê para tomar a vacina BCG no posto de saúde. Geralmente, é aplicada entre o quarto e décimo dia de vida da criança, então não precisa se preocupar com isso assim que sair da maternidade. Dê a si mesma um tempo para descansar. Pode ser um bom momento para ver o movimento da rua e sair por uns instantes. Mas não exagere!

uma semana do bebê

Foto: Emaze

Os bebês só recebem a primeira dose da vacina pentavalente aos dois meses, portanto, é melhor evitar que a criança fique muito tempo exposta ao ambiente externo e não tão acolhedor quanto a sua casa, para que infecções e doenças não sejam contraídas.

7º Dia:

Caso tenha optado por não receber visitas em casa ainda, tente conversar com seus familiares e amigos através das redes sociais ou telefone, pois o momento é seu, mas com certeza eles também estarão ávidos por notícias e, obviamente, muitas fotos do bebê.

Continue fazendo as coisas em seu ritmo e aproveite muito, pois a frase mais clichê que se ouve durante toda a gravidez e maternidade é “essa fase passa tão rápido…”. E é a mais pura verdade.

A Primeira semana com o bebê: Guia de sobrevivência do 1º ao 7º dia
Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*