Riscos e benefícios da cesárea

A cesárea é a maneira mais escolhida pelas brasileiras de trazer seus bebês ao mundo. Ela pode ser muito importante para gestantes que não possuem condições de realizar o parto normal. No entanto, o mais importante é contar com a avaliação de um médico, que poderá indicar o parto ideal, já que as cesáreas também possuem muitos benefícios.

Como funciona a cesariana?

Na cesariana o parto é agendado por mãe e médico. O dia e o horário fica pré-estabelecido. O médico faz um corte na parte inferior do abdômen, por onde o bebê chegará ao mundo.

As cesarianas podem ser classificadas em “eletivas”, quando a mulher apenas escolhe o método ou em “de emergência”, quando ela é a melhor opção para bebê e mãe.

Leia ainda: Dicas para aliviar o calor durante a gestação

Riscos

A cesária, inclusive por ser uma cirurgia abdominal, apresenta riscos, e a mulher deve conhecer todos eles antes de decidir.

Dados indicam que as cesárias eletivas apresentam risco quase que três vezes maior do que o parto normal em condições semelhantes. Alguns dos riscos podem ser acidentes anestésicos, infecções, hemorragias, danos a vasos sanguíneos, prolongamento acidental da incisão uterina, problemas para a bexiga ou a outros órgãos. Além disso, cerca de 20% das mulheres que realizam cesariana têm febre logo após o procedimento, na maioria das vezes por conta de infecções iatrogênicas.

Falando dos riscos para as crianças que vão nascer, apesar de as chances serem pequenas, o bisturi do médico pode, por acidente, machucar o bebê.

Complicações respiratórias para os recém-nascidos também podem acontecer. Além disso, o bebê pode nascer prematuro, já que os exames podem não indicar com precisão o tempo de gravidez, chamada prematuridade iatrogênica.

Benefícios

A cesária, quando “de emergência”, pode salvar a vida do bebê, e também da mãe. Problemas como incompatibilidade sanguínea, diabetes, pressão alta ou deslocamento da placenta também podem exigir a cesária, e em alguns casos ela é a única alternativa.


  • Adicione um comentário

    *