Search

Mãe de menina: tudo o que você precisa saber!

Descubra por que ser mãe de uma menina é uma experiência surpreendente, que exige momentos de maior dedicação e reflexão

Quando a gestante descobre que vai ser mãe de menina, muitos pensamentos começam a aflorar em sua mente e consequentemente surgem algumas dúvidas.

Nesse momento, ela começa a imaginar o dia em que finalmente terá a sua princesinha no colo, a se perguntar como será a experiência de criar uma garotinha, se o rostinho dela será parecido com o seu e muito mais.

Então, se você vai ser mãe de uma linda menininha ou quer saber mais sobre esse universo feminino, conheça algumas mudanças que acontecem no corpo da mulher em uma gestação de menina, quais as diferenças no desenvolvimento da criança em relação a um menino e dicas importantes de como criar a sua filha.

Corpo da mulher grávida de menina

Nem todo mundo sabe, mas o corpo da gestante que está à espera de uma menina passa por alterações que são diferentes em relação à gravidez de menino.

Isso se deve às diferentes características físicas que existem entre ambos, o que faz com que tenham diferentes necessidades.

   

A seguir, confira quais são essas mudanças físicas no corpo da mãe de menina e os motivos para que isso aconteça.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

Leite em maior quantidade

Em relação ao leite materno, ele é produzido em maior quantidade quando a mãe da à luz a uma menina. No caso dos meninos, eles precisam de uma dose extra de energia e, por esse motivo, o leite produzido para eles contém mais gorduras e proteínas.

mãe de menina

(Foto: mommyasia)

Já o leite produzido para as meninas contém uma quantidade menor desses nutrientes. Em compensação, elas costumam ingerir uma quantidade maior de leite em relação aos meninos, o que ajuda a alcançar a quantidade ideal para o seu desenvolvimento.

Leite com mais cálcio

Além disso, o leite para meninas tem uma quantidade maior de cálcio. De acordo com especialistas, o mais provável é que o motivo para isso se deve ao crescimento mais acelerado em relação aos meninos.

Por esse motivo, é necessário que os ossos tenham uma quantidade maior de cálcio para acompanhar esse desenvolvimento.

Maior crescimento dos seios

Os seios da mãe de uma menina crescem em uma proporção maior do que na gestação de menino. Apesar de os motivos ainda não serem devidamente esclarecidos, acredita-se que que tenha relação com o hormônio testosterona.

Quando a gravidez é de menino, há uma maior liberação desse hormônio no corpo da gestante (que é produzido em grande quantidade nos homens). Dessa forma, o desenvolvimento dos seios acaba sendo menor.

Já na gestação de menina, a ausência desse hormônio leva a um maior desenvolvimento dos seios.

Enjoos mais fortes

Quando a mulher tem enjoos mais intensos durante a gravidez, o mais provável é que esteja à espera de uma menina. Esses enjoos geralmente começam no início da gestação e perdurar até os 3 meses.

Pesquisadores identificaram que mulheres que sofrem de hiperêmese gravídica (complicação da gravidez que leva a mulher a ter fortes náuseas e enjoos) têm maiores chances de dar à luz a uma menina.

Desenvolvimento da menina

Além das mudanças no corpo da gestante, ser mãe de menina apresenta algumas características únicas que podem ser observadas durante o desenvolvimento da bebê.

gravidez de menina

(Foto: healthfully)

Conforme ela vai crescendo, essas diferenças vão se tornando mais evidentes. Por isso, quem já é mãe de menino poderá comparar e notar algumas delas.

Para começar, a menina abandona as fraldas antes e costuma fazer menos xixi na cama que os meninos. Elas também desenvolvem a coordenação motora mais cedo, se interessando mais por atividades que utilize essa habilidade.

Outra característica é que as meninas começam a falar antes e têm um vocabulário maior.

As brincadeiras são mais tranquilas, mas é preciso que os pais deixem que a filha escolha os brinquedos que preferir. Afinal, não há nenhum problema se a criança quiser brincar com um carrinho ou com jogos de montar, por exemplo.

Dessa forma, ela vai desenvolver melhor não só a coordenação motora, mas também o seu raciocínio lógico.

Em relação à maturidade, a menina se desenvolve mais rápido e vai entrar na puberdade 2 anos antes do que os meninos. Por isso, é normal perceber um amadurecimento mais precoce do que dos garotos.

Apesar disso, é importante que os pais tomem cuidado para que a infância da filha não seja prejudicada, já que a sociedade moderna induz as garotas à adolescência cedo demais.

Isso muitas vezes acontece sem que os pais percebam, pois começam a cobrar certas posturas mais cedo, como “correr não é coisa de menina”, “menina deve aprender a fazer tarefas mais cedo”, etc.

Como é ser mãe de menina?

Quando a mulher descobre que vai ser mãe de menina, uma das primeiras coisas que vem à sua mente é imaginar que sempre terá uma companheira em todos os momentos. E, realmente, esse é um dos pontos mais encantadores de ter uma filha.

Veja a seguir algumas informações sobre essa gratificante experiência:

Mundo cor de rosa

O costume de usar rosa nas meninas está bastante enraizado na nossa sociedade. Isso pode ser motivo de alegria para as mulheres que adoram tudo cor de rosa, mas também faz com que muitas vezes não seja nada fácil para quem deseja fugir desse clichê.



mamãe de menina

(Foto: Amazon)

Seja nas roupinhas, brinquedos, produtos de higiene, mamadeira e outros itens, essa cor certamente vai fazer parte do dia a dia.

Mesmo que não seja a cor escolhida pela mãe, é bom se acostumar a ganhar presentes cor de rosa e encontrar essa cor dominando nas lojas para os itens de meninas. Afinal, é comum que todos desejem enfeitar a criança como se fosse uma bonequinha rosada, enchendo de laços, adereços com frufrus, babados, etc.

Além disso, é muito provável que essa cor se torne a favorita da criança, já que é a escolha predominante entre as garotas. Porém, não há problema usar outras cores para a sua garotinha, até mesmo o azul (cor que já foi associada às meninas, sendo inclusive associada à realeza).

Mais roupas e acessórios

Ao descobrirem que você será mãe de menina, as pessoas certamente vão comentar que as despesas serão maiores do que se tivesse um menino. E isso não deixa de ser verdade, já que existe uma infinidade de opções de vestuários e adereços para garotas disponíveis nas lojas.

Além disso, desde criança é possível notar que a quantidade de peças no guarda-roupas das meninas é maior, pois são muitas combinações que podem ser feitas com saias, vestidos, calças, sapatos, sandálias, arquinhos, prendedores de cabelos e muito mais.

Por isso, é importante tomar cuidado para não cair na tentação e acabar exagerando ao fazer compras para a sua pequena. Além de economizar, isso evita adquirir mais do que o necessário.

Também é muito importante que a mãe de menina tenha em mente que a criança nem sempre vai gostar e querer as mesmas coisas que ela. Por isso, se ela não for muito fã de lacinhos e babados ao crescer, é preciso respeitar a individualidade e personalidade dela.

Tal mãe, tal filha

É normal que, desde pequena, a criança se encante ao brincar com a maquiagem, roupas e sapatos da mãe.

E, conforme ela for crescendo, é muito provável que ela vá adorar acompanhar a mãe nas compras e, por ser mais atenta aos detalhes, logo estará dando palpites sobre peças de roupas e acessórios que mais combinam.

Como as meninas se inspiram muito na mãe, é muito importante se manter atenta para as coisas que se diz e faz na presença da filha. Isso porque é natural que ela queira sempre copiar tudo o que está relacionado à mãe, pois a considera o seu espelho.

Também é fundamental tomar cuidado para não projetar os seus sonhos na sua filha. Muitas vezes acontece de as mães desejarem que as filhas sigam os seus passos, principalmente que façam as coisas que a mãe não pôde fazer quando era criança.

como é ser mãe de uma menina

(Foto: Jennifer Lynn Naturals)

Porém, é preciso respeitar que cada um tem a sua própria história. Ou seja, não é porque você sempre quis fazer balé que a sua filha também vai querer o mesmo.

Delicada e poderosa

As meninas costumam ser muito carinhosas, delicadas e atenciosas. Mas, por mais delicadas que possam aparentar, elas também podem ter uma natureza mais aventureira.

Isso porque gostar de aventuras não está relacionada ao gênero masculino ou feminino, mas sim à personalidade de cada um. Por isso, se a sua garotinha gosta de atividades mais desafiadoras, não impeça que ela as realize por achar que ela não tem capacidade física só por ser uma menina.

Uma dica é, ao escolher histórias para contar na hora de dormir, optar por aquelas onde as mulheres desempenham um papel de destaque e relevância.

Isso é importante para servir de inspiração, para que a sua pequena cresça sabendo que ela deve sempre ir em busca dos seus objetivos.

Se você é mãe de menina, saiba que sempre será o maior exemplo da vida dela. Por isso, aproveite cada fase do crescimento da sua princesinha, encha ela de muito carinho e ensine desde cedo que ela merece ser respeitada e que pode ser tudo aquilo o que quiser ser.

Referências

espacoinicial.com.br/amo-ser-mae-de-menina

baudemenino.com.br/10-fatos-sobre-ser-mae-de-menina

broonell.blog.br/mamae-e-bebe/5-coisas-sobre-ser-mae-de-menina

soumamae.com.br/ser-mae-de-menina-e-ganhar-uma-cumplice-para-vida-inteira

bebemamae.com/mamae/mudancas-que-so-ocorrem-no-corpo-da-mae-de-menina

revistacrescer.globo.com/Mae-de-meninas/noticia/2014/05/5-coisas-que-ninguem-contou-para-voce-sobre-ser-mae-de-menina.html

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*