Após perder gêmeos, jovem comemora gravidez natural de quíntuplos

Um caso raríssimo de uma gravidez natural que gerou quíntuplos surpreendeu a técnica de enfermagem Carla Divina Faria de Oliveira, de 24 anos. Ela descobriu quando estava com dois meses de gestação através de uma consulta com o ginecologista que a acompanha desde a adolescência, em Nerópilis, em Goiânia.

“Não conheço nenhuma gestação semelhante que tenha ocorrido assim, de forma natural. Normalmente até pode ocorrer em situações em que houve tratamento ou foi feita a inseminação artificial. Mas assim, naturalmente, nunca tinha ouvido falar antes”, contou ela.

Ela acredita que sua gestação foi um milagre e que ela foi escolhida por Deus para dar vida aos cinco bebês. Há um ano atrás, ela estava grávida de gêmeos, e acabou perdendo os bebês. Desde então, rezava muito para que ficasse grávida novamente de gêmeos. Ela ainda comenta que seu marido lhe dizia que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar e que, apesar de tudo, nunca deixou de acreditar em seu sonho.

grávida de quintuplos

Após perder gêmeos, a auxiliar de enfermagem comemora gravidez natural de quíntuplos. Foto: G1

De acordo com pesquisas, a probabilidade de nascerem quíntuplos a partir de gestações naturais é de 1 a cada 65.610.000 nascimentos. Depois que descobriu sua gravidez, Carla foi encaminhada para um médico especialista no assunto, o Dr. Francisco. Apesar do médico considerar a gravidez de Carla bem delicada, ele está confiante, pois já teve boas experiências com fetos múltiplos.

“Eu acompanho apenas esse tipo de gestação, que sempre são muito complicadas. Mas as probabilidades de que tudo corra bem varia muito de paciente para paciente, então não há como precisar, mas a Carla está indo bem. Meu recorde foi o acompanhamento de uma gestação de quádruplos, que nasceram em dezembro de 2015, e deu tudo certo”, comenta o obstetra.

Atualmente Carla mora com o marido, o encanador industrial Luciano Gomes, de 39 anos, em Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. Por conta da gestação inusitada, a técnica de enfermagem já está afastada do trabalho e destaca que está se dedicando 100% para sua gravidez. Ela terá de tomar muitos cuidados com sua saúde, e a meta inicial são 32 semanas de gestação. Depois, conforme o estado de saúde de Carla, ela será estendida.

Veja mais: Tratamento para engravidar gratuito

gravidez de quintuplos

Foto: G1

“Se quando chegarmos lá estiver tudo bem, vamos mudar o parto para 34 semanas. Se isso se repetir, mudamos para 36. O ideal é que, quanto mais eles possam ficar na barriga, melhor, pois nascerão mais fortes”, comenta o Dr. Francisco.

Atualmente, Carla está com 4 meses de gestação, mas está muito ansiosa para a chegada dos bebês. Ela fará um novo ultrassom no início de março para descobrir qual o sexo dos bebês, mas já sabe que terá um menino e uma menina, que se chamarão Lucas e Giovana. Além disso, ela destaca que está muito feliz com a gravidez, e que no início não quis acreditar, por isso, até repetiu o ultrassom.