Cerazette: Como Tomar, Efeitos Colaterais e Preço

O Cerazette é um anticoncepcional produzido pelo laboratório Schering do Brasil, e é vendido em embalagens com 28 ou 84 comprimidos.

É composto por 75mcg de desogestrel, um hormônio sintético progestagênio, que impede a maturação dos óvulos e diminui o muco vaginal, que dificulta a ação do esperma; por isso, é considerado como um contraceptivo de segurança elevada.

Por sua composição simples, se diferencia dos outros medicamentos anticoncepcionais, já que não possui estrogênios. Por essa razão, é indicado para mulheres que possuem hipersensibilidade à estrogênios ou que estejam amamentando, já que não interfere na produção e na qualidade do leite.

Para que serve

cerazette preço

Além de ser utilizado como método contraceptivo, o Cerazette também é indicado para o tratamento de miomas e para regularizar a menstruação.

O medicamento é contraindicado para pacientes que apresentem alergia à fórmula, grávidas ou com suspeita de gravidez, com trombose, icterícia, que têm suspeita de câncer ou que tenham a incidência de sangramento vaginal de origem desconhecida.

Nesses casos, a mulher deverá conversar com o seu médico ginecologista antes de iniciar o tratamento, assim como se qualquer um desses problemas surgirem durante o tratamento com o Cerazette.

Além disso, mulheres que possuem cloasma, tuberculose, são epiléticas, diabéticas ou têm tuberculose também devem conversar com o médico antes de ingerir essa medicação, devido a restrições ao uso.

cerazette menstruação

Foto: Ntrzacatecas

Como tomar Cerazette

Ao contrário dos demais anticoncepcionais, o Cerazette pode ser utilizado de modo contínuo, emendando uma cartela na outra sem a interrupção de quatro a sete dias recomendada pelas outras fórmulas.

A primeira cartela deve ser iniciada no primeiro dia da menstruação e deve ser ingerido somente um comprimido por dia.O tratamento deve começar no primeiro dia da menstruação e, no primeiro mês, a mulher deverá utilizar outros métodos contraceptivos antes de chegar no oitavo comprimido em caso de ter relações.

Efeitos Colaterais do Anticoncepcional Cerazette  

Os efeitos colaterais mais comuns, que atingem mais do que 1% das mulheres que utilizam o Cerazette, são aumento de peso, acne, náuseas, ausência de menstruação, alterações de humor, dor de cabeça, diminuição de libido e dor nas mamas.

Como reações mais incomuns, algumas mulheres apresentam queda de cabelo, infecção vaginal, menstruação dolorosa, cansaço, vômito, dificuldades em utilizar lentes de contato e aparecimento de cistos no ovário.

cerazette genérico

Também são caracterizados como efeitos colaterais raros a vermelhidão da pele, urticárias, eritema nodoso e secreção das mamas. (Infospesial)

Caso a mulher apresente alguma dessas reações ou outras não descritas na bula, é importante conversar com o médico ginecologista ou cirurgião dentista, no caso de a mulher estar em tratamento dentário, para avaliar se o problema teve origem devido à alguma resistência do organismo com relação ao hormônio.

É possível engravidar tomando Cerazette?

A eficácia do anticoncepcional Cerazette é de 98%, considerada altamente segura. Entretanto, a mulher corre o risco de engravidar caso interrompa o tratamento ou se esqueça de tomar o medicamento por mais de três horas além do horário habitual e tenha relações sem utilizar outro método contraceptivo.

Além disso, o efeito do comprimido pode ser reduzido ou cortado caso a mulher utilize outro medicamento, principalmente antibióticos. Nesses casos, é importante que a mulher utilize preservativos até o término do tratamento.

cerazette amamentação

Foto: Paleoforwomen

Cerazette engorda?

O aumento de peso é um dos efeitos colaterais relatados na bula do Cerazette, que atinge mais de 1% das mulheres que utilizam o medicamento.

É comum que anticoncepcionais causem retenção de líquido, o que gera um inchaço, mas essas consequências não são regra, pois cada organismo reage ao hormônio contido no medicamento de forma diferente.

Caso haja a percepção de aumento de peso após o início do tratamento, convém que a mulher comente sobre o fato com o ginecologista.

Menstruar tomando Cerazette é normal?

como tomar cerazette para não menstruar

Foto: Anticoncepcionais

A mulher pode menstruar normalmente tomando o medicamento, entretanto, devido ao hormônio presente no medicamento, não é incomum que mulheres tenham sangramentos irregulares ou que deixem de menstruar durante o tratamento.

Apesar de ser uma característica descrita na bula, caso a incidência de sangramentos ou da falta de menstruação se tornar recorrente, é importante que a mulher converse com o médico, para avaliar se o distúrbio está realmente sendo causado pelo tratamento com o medicamento ou se há outra origem para o problema.

Parei de tomar Cerazette e não menstruei

Não menstruar após parar com o tratamento não significa que a mulher esteja grávida, apesar de ser uma possibilidade.

A ausência de menstruação também pode estar relacionada com a disfunção hormonal, já que o organismo já estava adaptado a receber a quantidade de hormônio presente no medicamento; com isso, a regularização e reposição hormonal necessária para a correção do ciclo menstrual pode demorar um tempo para acontecer, o que é perfeitamente normal.

como tomar cerazette amamentando

Foto: Dreamstime

Preço – Valor médio do Cerazette 

O valor médio da caixa do Cerazette com 28 comprimidos é entre R$28,00 e R$35,00. Já a embalagem com 84 comprimidos custa entre R$77,00 e R$93,00. A diferença dos valores é associada à região do país e preço praticado pela drogaria escolhida.

Cerazette e Trombose

A trombose é a formação de um coágulo que bloqueia vasos sanguíneos e tem maior incidência na região das pernas. Em casos mais graves, o coágulo pode percorrer a corrente sanguínea e chegar aos pulmões, causando a embolia pulmonar, que é uma consequência grave do problema e pode ser fatal.

Apesar de a trombose poder se desenvolver em qualquer pessoa, estudos relatam que mulheres que fazem tratamento com anticoncepcionais tem maior risco de desenvolver o problema do que mulheres que não utilizam anticoncepcionais.

Apesar disso, acredita-se que o risco é maior para pacientes que usam pílulas à base de estrogênio, que não é o caso do Cerazette, que possui em sua composição somente o hormônio progestagênio; com isso, o risco é desenvolver uma trombose é menor.

Bula Completa


  • Adicione um comentário

    *