Visão embaçada na gravidez: é normal?

É normal ter a visão embaçada na gestação? Se você tem essa dúvida, nós vamos te ajudar.

As variações hormonais e as alterações físicas e metabólicas que acontecem na gravidez afetam o corpo da mulher de várias maneiras, e podem afetar também seus olhos. Algumas mudanças e incômodos nos olhos são totalmente normais e não são motivo para se preocupar. Já outros distúrbios oculares, apesar de comuns, merecem mais atenção e cuidado, por serem possíveis sintomas de pré-eclampsia ou diabetes gestacional.

Veja também: Alterações de visão durante a gestação

Visão embaçada na gravidez: Alterações oculares normais e temporárias

Olhos secos

A maior concentração de hormônios femininos e a consequente diminuição de lubrificação da córnea podem fazer com que os olhos da gestante fiquem mais secos e sensíveis. Se você estiver grávida, é possível que sinta ardor e tenha a sensação de corpo estranho nos olhos. A secura nos olhos também causa maior sensibilidade à luz. Esse problema é facilmente resolvido com lágrimas artificiais – mas não use nenhum medicamento nos olhos sem consultar seu médico, porque nem todos os colírios são seguros para grávidas.

é normal ter a visão embaçada na gravidez?

É importante você consulte sempre o seu médico (Foto: impoqrik)

Visão embaçada e alterações relacionadas à retenção de líquido

Eventualmente, a retenção de líquido e o aumento de peso típicos da gravidez causam espessamento e alteração na curvatura da córnea ou do cristalino, o que pode resultar em aumento ou diminuição da graduação dos óculos ou lentes, especialmente para quem tem miopia ou astigmatismo. Dores de cabeça constantes podem, inclusive, ser sintoma dessa piora passageira da visão. Se o aumento de grau for muito grande, é possível que essa alteração seja percebida como visão levemente embaçada por causa da perda de nitidez.

A alteração da córnea também pode atrapalhar a acomodação das lentes de contato, impossibilitando seu uso por um tempo (geralmente até o fim da gravidez, apesar de algumas mulheres continuarem sentindo incômodo durante o período de amamentação). A retenção de líquido e o aumento da circulação sanguínea ainda podem causar inchaço nas pálpebras.

Outro fator importante durante a gravidez é manter uma alimentação equilibrada, principalmente como uma forma de evitar a diabetes gestacional, que inclusive pode ocasionar problemas na visão:

Quando se preocupar com o embaçamento da visão

É possível, sim, que a visão embaçada na gravidez seja só o resultado de um desvio refrativo causado por alterações na córnea ou no cristalino. Mas, por via das dúvidas, é sempre melhor avisar seu médico caso esteja sentindo esse incômodo. Segundo o oftalmologista Renato Neves, diretor do Eye Care Hospital de Olhos, visão embaçada ou manchada pode ser indício de pressão alta, pré-eclampsia ou diabetes. Embora essas doenças tenham vários outros sintomas, sobretudo a pré-eclampsia pode se manifestar primeiramente através de perturbações visuais – isso acontece com 5% a 8% das grávidas acometidas por pré-eclampsia em qualquer fase da gestação.

Pode te ajudar saber: Riscos da hiperglicemia na gravidez

De acordo com o obstetra Paulo Nowak, da Sogesp (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo), “apesar de as alterações vasculares do diabetes serem diferentes daquelas observadas em quem apresenta quadro hipertensivo, na região da retina os efeitos são semelhantes. Em situações extremas, pode haver perda parcial ou total da visão”. Além dos vários outros riscos da hipertensão e do diabetes gestacional para mãe e bebê, a pressão alta na região ocular pode causar descolamento ou sangramento da retina.

A visão embaçada, por si só, já pode ser sinal para preocupação. Mas é imprescindível comunicar seu médico caso o embaçamento da visão venha acompanhado de:

  • pontos pretos ou brilhantes
  • flashes, halos de luz e manchas coloridas
  • inchaço nas mãos, pés, rosto ou nos olhos
  • dor de cabeça persistente
visão embaçada na gravidez o que pode ser

(Fotot: Tuttomamma)

Acompanhamento preventivo

É importante que mulheres que já tem histórico de diabetes, hipertensão, glaucoma e ceratocone iniciem o pré-natal imediatamente após engravidarem. Além do obstetra, devem procurar também um oftalmologista para fazer acompanhamento diferenciado durante toda a gestação. O monitoramento e tratamentos específicos, quando necessários, minimizam eventuais complicações que, sem o devido cuidado, podem resultar em danos permanentes à visão. O acompanhamento também evita que a mulher utilize medicamentos com os quais já está acostumada mas que podem ser prejudiciais para o feto.

Mesmo sem esse histórico é importantíssimo comunicar o médico responsável pelo seu pré-natal caso estaja com a visão embaçada ou enxergando manchas de qualquer tipo. Se sentir qualquer perturbação visual, como visão embaçada, visão dupla ou pontos brilhantes por mais de duas horas, corra para o atendimento de emergência mais próximo!


  • Add Your Comment

    *