Teste de Gravidez caseiro com Sal: resultado rápido e método super barato!

O teste de gravidez caseiro com sal promete detectar precocemente a ocorrência de uma gestação. Testes como estes são alternativas antes de se recorrer aos de farmácia e exames laboratoriais.

Trata-se de um método simples e barato que pode ser adotado pela mulher diante do atraso menstrual.

Métodos caseiros são usados desde a antiguidade, e apesar de sua simplicidade contam com princípios relevantes. Além disso, a evolução do conhecimento acerca da fisiologia humana pode sugerir interpretações mais efetivas em seu uso.

A urina é o fluído mais utilizado para realização destes métodos. Contudo, a mulher não deve eleger apenas um único método como confirmação ou negativa de uma gestação.

Afinal, os níveis do hormônio gestacional, bHCG, podem sofrer alteração devido a outros fatores que não uma fecundação.

Veja também: Quando fazer o teste de gravidez?

Como fazer o teste de gravidez caseiro com sal?

Para realizar o teste de gravidez caseiro com sal será preciso:

  • 1 copo descartável
  • 1 colher e meia das de sopa de sal
  • 1 espátula/colher descartável
  • 100 mL de urina

O ideal é que se utilize a primeira urina da manhã, sendo descartada a urina da primeira emissão. Recomenda-se antes da coleta o asseio da região íntima a fim de minimizar possíveis interferentes residuais. Com isto, colhe-se cerca de 100 mL da urina, sendo depositada no copo descartável.

Confira: Quanto custa um teste de gravidez? Veja preços em 2020

Com a urina no copo, acrescente o sal e agite até que o mesmo seja dissolvido por completo.

Como saber de o resultado deu positivo ou negativo?

Após isto, havendo formação de uma espécie de nata na superfície da urina é preciso levar em conta uma possível gestação. Esta reação é facilmente visível a olho nu e não requer maiores instrumentos.

teste de gravidez com sal fotos do resultado positivo

Qual a teoria por trás desse método?

O princípio deste método diz respeito ao processo de precipitação do hormônio bHCG, por ser uma glicoproteína. Assim sendo, com a presença do sal ele se cristalizaria na superfície do líquido indicando sua presença. Vale ressaltar que a produção de bHCG é evidente logo após a implantação do embrião.

Confira ainda: Teste de gravidez online infalível realmente existe?

O teste pode ser repetido em intervalos progressivos nos dias seguintes repetindo o mesmo procedimento. Afinal, o nível de hormônio gestacional tende a subir continuamente com a evolução da gravidez. Ou seja, havendo fecundação o resultado ideal é que a reação se torne mais intensa com o passar do tempo.

Teste de Gravidez caseiro com Sal é confiável?

Testes caseiros como o teste de gravidez caseiro com sal apresentam um índice de confiança. Entretanto, este não pode ser tomado como única fonte de confirmação para uma gestação presente. É ideal que se tome o resultado do método de forma indutiva e se busque a confirmação clínica.

É indicado que a mulher realize o exame de farmácia e faça uma confirmação por meio do exame sanguíneo. O exame sanguíneo, com a dosagem precisa do bHCG é o potente indicador positivo. Além disso, aliado a exames de imagem como a ultrassom transvaginal é efetivo na confirmação ou negativa.

Mitos e verdades sobre testes de gravidez

Os mitos escondidos por trás dos testes de gravidez se evidenciam em seus princípios. Alguns deles se baseiam em eventos aleatórios que não têm fundamento fisiológico. Portanto, não guardam em si correspondência real com o estado gestacional, sendo fruto de superstições e crendices.

O corte na banana feito por uma mulher em suspeita de gestação, por exemplo, é um deles. Afinal, baseia-se meramente no formato que aquele corte deixaria no fruto. Sabe-se que isto não poderia ter qualquer nexo com o fato de haver um feto em desenvolvimento.

Veja ainda: Teste de gravidez Positivo e Negativo: 43 Fotos de testes de diferentes marcas

Já as verdades residem nos métodos onde se emprega a simplificação das reações químicas do organismo. O uso do sal para forçar a precipitação da glicoproteína é um exemplo. Esta reação possui fundamento bioquímico e pode nortear futuras medidas em busca de resultados mais assertivos.

Condições como desequilíbrio hormonal, estado emocional e patologias como tumores germinativos podem favorecer um falso positivo/negativo de gestação. Portanto, não se deve tomar apenas um método em conta, muito menos um caseiro.

O número de interferentes e a variabilidade do resultado podem confundir. Os métodos caseiros devem servir como ilustração de probabilidades e serem complementados pelos outros procedimentos já citados aqui.

A gestação é um evento que traz significativas mudanças físicas, psicológicas e emocionais à mulher, por isso exige-se ser seguramente confirmada.

Leia também sobre: Teste de Gravidez Caseiro: água sanitária, cloro e pasta de dente