Parei de trabalhar para ser mãe, e agora?

Uma das decisões mais difíceis a se fazer depois de se tornar mãe é saber se deve fazer uma pausa na carreira para dedicar mais tempo à família ou não.

É viável parar de trabalhar para se dedicar ao bebê?

Tudo o que é feito visando passar mais tempo com sua família é válido.

Existem muitas pessoas que escolhem ir por esse caminho, principalmente para que as crianças não tenham ressentimentos no futuro de que os pais foram ausentes na sua infância.

Parar de trabalhar e ficar em casa com o bebê

E é importante salientar que, não é porque você estará mais tempo em casa com o bebê que irá engavetar os planos profissionais.

A Internet tem permitido o surgimento de diversas novas áreas de trabalho, muitas das quais nem imaginávamos que fossem existir até algum tempo atrás.

Tanto é que muitas das mulheres que escolhem passar mais tempo com seus filhos acabam não voltando ao emprego antigo, pois acabam sendo mais empreendedoras nesta fase da maternidade e percebem que é um trabalho muito mais vantajoso e que proporciona com que sejam donas do próprio tempo.

Largar a carreira para cuidar dos filhos

Caso você adore sua carreira profissional e deseje voltar à ativa dentro de alguns anos, analise qual é a possibilidade de retornar ao mercado e se é uma profissão que te permite tirar esse tempo.

Alguns tipos de trabalho são muito requisitados, já outros raramente têm vagas para quem deseja voltar ao mercado.

Uma solução para quem deseja retomar a carreira depois que o bebê estiver maior é não sair totalmente do mercado, com trabalhos de consultoria, por exemplo.

Larguei o trabalho para ficar em casa cuidando do meu filho

Foto: RiverPediatricTherapies

Deixar o emprego para cuidar do filho

Antes de tomar uma decisão tão importante, faça uma análise cuidadosa dos prós e contras. Converse com seu parceiro e analisem a possibilidade de viver somente com um salário.

Busque se informar sobre as possibilidades de trabalhos a partir de casa, existem muitas formas de ganhar dinheiro assim.

Também é importante planejar um corte nos gastos, para que assim consigam lidar com a diminuição de renda. Além disso, não só deve haver planejamento com relação ao dinheiro, mas também é importante pensar se sua personalidade se adapta a esta nova situação.

Existem diversas mães que conciliam o trabalho e os cuidados dos filhos perfeitamente, e que não aguentariam ficar em casa o dia inteiro.

Já outras são mais caseiras, e preferem cuidar exclusivamente dos filhos durante o período em que estão crescendo.

abrir mão do trabalho pelos filhos

Foto: TheIrishTimes

Parei de trabalhar para ser mãe

Um dos maiores problemas das mães que ficam em casa, é ter que lidar com a solidão.

A falta de convivência com pessoas adultas pode ser um problema para pessoas que estão acostumadas a ter uma vida laboral ativa.

Por isso é importante manter contato com pessoas, e tentar fazer amizade com outras mães que estão na mesma situação.

Apesar de você estar em casa, é fundamental ter uma vida social ativa, e tentar conversar sobre suas aflições nesta difícil fase de transição.

Lei também: Marido que não ajuda a cuidar do bebê – O que fazer?

Ser mãe em tempo integral

Você deve estar confiante para essa nova fase, e saber se é a decisão mais correta para a sua vida neste momento.

Também é importante saber se o seu parceiro está em concordância com você neste momento.

Não é fácil parar de ser uma mulher assalariada para cuidar exclusivamente dos filhos, e muitas não conseguem lidar com a aflição que surge depois de algum tempo nesta posição.

Por isso, analise com cuidado, e verifique a possibilidade de não parar totalmente de trabalhar, o que não faltam são oportunidades de trabalhos a partir de casa.