Search
Search
X

Quando o obstetra faz exame de toque? Como é feito?

Um exame um tanto incômodo para a gestante no final da gravidez, o exame de toque é de fundamental importância nesta reta final da gestação, pois é um método importante para se avaliar a dilatação e a espessura do colo do útero, o que pode indicar que o trabalho de parto está próximo ou em curso.

Por meio do exame de toque, também é possível saber qual é a posição do bebê e se a bolsa foi rompida. Mas é importante lembrar que o exame de toque não é feito apenas no final da gravidez: durante a gestação é possível que o exame ajude a detectar – ou a descartar – algum possível problema para tratá-lo o mais rapidamente possível.

Além disso, o exame pode confirmar um diagnóstico de gravidez por meio de alterações na textura do colo uterino e no tamanho e formato do útero.

Leia mais: Quanto tempo dura um parto normal? E uma cesárea?

Em casos de suspeita, o ginecologista costuma solicitar o exame laboratorial para confirmar a gestação. O exame também pode confirmar a idade gestacional, mostrando qual é a data prevista para o parto.

Como é feito o exame

Assim como outros exames realizados no consultório do ginecologista, o exame de toque é feito com a gestante deitada com as pernas abertas, barriga para cima e joelhos dobrados, algo bastante difícil quando a gravidez já passou das 30 semanas. O colo do útero é alcançado por dois dedos do obstetra, que estará invariavelmente utilizando luvas descartáveis durante o procedimento. Nos últimos dias de gestação, se o bebê já estiver virado para baixo será possível que o médico toque na cabeça dele.



Foto: Cnbc

Foto: Cnbc

Para muitas mulheres, o exame de toque dói. Para outras, o que ocorre é apenas um leve incômodo, resultado da pressão dos dedos no colo do útero, que já está bastante sensível por conta do final da gravidez e o peso do bebê. Por conta de toda essa sensibilidade, é possível que haja um leve sangramento após o exame, mas não se assuste: se a quantidade de sangue não for grande isso é perfeitamente normal e não representa nenhum risco para o bebê.

Quando a mulher já está declaradamente em trabalho de parto, o exame de toque passa a ser feito, já no hospital, a cada uma ou duas horas, com o objetivo de avaliar a dilatação do colo do útero para a realização do parto normal. Uma dilatação de cerca de 10 centímetros indica que o bebê já está pronto para nascer.




Comentários:




Um comentário em “Quando o obstetra faz exame de toque? Como é feito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*