Chupeta Ortodôntica: benefícios e riscos para o recém-nascido

A chupeta ortodôntica (também chamada de anatômica ou achatada) é considerada a opção mais benéfica disponível no mercado.

Por ter um formato que se encaixa melhor na boca da criança, ela é vista como uma boa opção às chupetas tradicionais.

Apesar desse acessório aparentar ser menos nocivo, especialistas afirmam que nenhum tipo de chupeta é indicado para os pequenos.

O motivo se deve à possibilidade de o seu uso contínuo trazer prejuízos ao desenvolvimento da criança.

chupeta ortodontica ou chupeta tradicional

Isso faz com que as mães fiquem em dúvida se devem ou não oferecer a chupeta ortodôntica aos seus filhos. Por isso, resolvemos esclarecer sobre os dois tipos de chupeta e as possíveis consequências do seu uso prolongado.

Benefícios da chupeta ortodôntica para o bebê

Alguns especialistas afirmam que o uso de bicos ortodônticos nos primeiros anos de vida da criança ajuda em uma melhor formação dos músculos do rosto e língua. Como consequência, o aparelho de mastigação tem um melhor desenvolvimento.

Veja também: Esterilização de Mamadeira e Chupeta

Porém, assim como a chupeta convencional, a ortodôntica também pode afetar a musculatura facial e arcos dentais da criança. A diferença é que a chupeta ortodôntica resulta em danos menos graves, pois ela imita o formato do mamilo durante a sucção.

beneficios da chupeta ortodontica

(Foto: Blasting News)

Podemos dizer que os benefícios da chupeta ortodôntica em relação à convencional se dá ao encaixe perfeito na boca da criança. Isso mantém a língua na posição certa, permitindo a formação correta do palato.

Dessa forma, há um espaço adequado para que os dentes cresçam. O uso da chupeta ortodôntica também traz maior eficácia no combate à mordida aberta.

Apesar disso, o uso prolongado pode promover a respiração oral, o que é prejudicial para a criança.

Qual a melhor: chupeta ortodôntica ou tradicional?

Como já foi citado anteriormente, o mais indicado pela maioria dos especialistas é evitar uso de qualquer tipo de chupeta. Mas se for necessário, recomenda-se uma chupeta ortodôntica ao invés da tradicional.

Isso porque a chupeta tradicional é mais arredondada e não modela o bico com base no formato da boca da criança. Isso faz com que ela acabe sendo mais prejudicial em relação à musculatura bucal.

Lembrando que, até os 6 meses de vida, o bebê deve mamar exclusivamente o leite materno. Ele sente prazer em realizar o movimento de sucção, o que pode ser saciado sem a necessidade de uso da chupeta.

chupeta ortodontica para recem nascido

(Foto: T-Online)

O movimento de sucção é um reflexo do bebê, sendo necessário não só para sua alimentação, mas também para o desenvolvimento da mandíbula e maxilar. A sucção que ele faz ao mamar é o bastante para que ambos se desenvolvam adequadamente.

Por isso, o uso da chupeta, mesmo no caso da ortodôntica, deve ser evitado ao máximo. Ao comprar, o recomendado é que ela tenha o bico reto e nenhum acessório pendurado, evitando argola ou clipe preso à roupa.

Saiba mais: Leite Ninho para Bebê

O material da chupeta mais indicado é o de silicone, pois além de ser mais higiênico, leva mais tempo para se deformar. A chupeta ainda deve ter um tamanho que esteja de acordo com a idade do bebê e ser colocada na boca do lado correto ao ser usada.

7 motivos para evitar o uso excessivo da chupeta 

O uso de chupetas por um longo período, mesmo no caso das ortodônticas, pode resultar em diversas consequências, como:

  1. Inclinação dos dentes
  2. Projeção dos dentes de cima para frente e dos dentes de trás para baixo
  3. Mordida aberta interior (dentes de baixo e de cima não se encostam)
  4. Mordida cruzada posterior (quando os dentes de cima não se encaixam com os de baixo devido ao mal desenvolvimento)
  5. Mal posicionamento da língua
  6. Flacidez dos músculos da face
  7. Alteração na fala e na respiração

Devido a esses problemas ocasionados pelo uso em excesso da chupeta, é provável que a criança precise passar por longos tratamentos ortodônticos. Além disso, muitas vezes é necessário ter um acompanhamento psicológico para abandonar o hábito.

Dicas de como evitar a chupeta

A melhor maneira de evitar que a chupeta prejudique a saúde bucal da criança é controlar o seu uso.

Afinal, apesar da chupeta ser uma forma rápida de acalmar a criança, essa atitude pode dificultar na hora de remover o acessório.

Por isso, é importante evitar que o seu filho torne o uso da chupeta um hábito. Se a criança chorar, o acessório não deve ser utilizado como um silenciador.

O ideal é tentar identificar os motivos do choro e entender as necessidades da criança.

chupeta ortodontica vale a pena

(Foto: EuroMedis)

Para que o seu filho não fique dependente da chupeta, ela não deve ser usada por ele durante o dia todo. Lembrando que a amamentação supre a necessidade do bebê de sugar, o que elimina o uso da chupeta.

Quando a criança usa a chupeta para dormir, ela deve ser retirada assim que dormir. Uma dica é explicar para a criança que ela deve ser usada apenas na hora de dormir e, por isso, precisa permanecer no berço sempre.

Algumas pessoas costumam colocar açúcar ou calmante no bico da chupeta para acalmar a criança mais rapidamente. Isso não deve ser feito, pois contribui para que ela se torne cada vez mais dependente do acessório.

No momento em que for decidido que é hora de largar a chupeta, uma dica é furar a ponta do bico. Dessa forma, a criança terá uma sensação diferente ao sugar, fazendo com que acabe abandonando o hábito.

Idade do bebê x Chupeta

Veja como o uso de chupetas deve ser feito de acordo com a idade da criança:

  • 0 a 6 meses: para prevenir o uso da chupeta, optar pela amamentação exclusiva.
  • 6 meses a 3 anos: caso a criança tenha desenvolvido o hábito de usar a chupeta, retirar o acessório até os 3 anos, de modo a prevenir problemas futuros.
  • 3 a 6 anos: se a criança não largar a chupeta com as tentativas da mãe, é preciso buscar ajuda com um especialista (dentista, pediatra, fonoaudiólogo).

Como visto, o uso da chupeta ortodôntica é menos prejudicial do que a tradicional.

Porém, o melhor é sempre evitar que a criança adquira o hábito de usar qualquer um desses acessórios.

bico ortodontico para recem nascido

(Foto: My Traveling Baby)

Confira ainda: Copo de Transição