Dar ou não a chupeta para o bebê?

Essa enorme dúvida já começa a surgir na mente de muitas mães, antes mesmo do bebezinho nascer. Afinal de contas, um bebê com uma chupeta na boca é tão bonitinho de se ver!

Mas também existem pessoas à sua volta que contam horrores para que você decida não dar a chupeta para o bebê. E agora? Eis a questão!

Para te ajudar a resolver esse impasse, conheça um pouco mais sobre o uso da chupeta:

Leia também: Cuidados com mamadeiras e chupetas customizadas

A sucção

A sucção acontece desde o ventre da mãe, essa é uma necessidade fisiológica que o bebê tem e é de fundamental importância para que ocorra o bom desenvolvimento dele.

E você já deve ter visto em ultrassonografia muitos bebês ou até mesmo o seu – chupando o dedo, não é mesmo?

Foto: DiscoverMagazine

Foto: DiscoverMagazine

Benefícios da sucção

Após o nascimento o seu bebê vai suprir essa necessidade através da amamentação. O ato de sugar promove sensação de:

  • Bem-estar;
  • Calmaria; e
  • um momento relaxante.

Dentre estas sensações, o efeito calmante exerce a diminuição do risco de morte súbita, que pode ser auxiliado também pela chupeta, desde que você use-a após a terceira semana de vida.

Boas maneiras para usar a chupeta

Você já deve ter ficado meio confusa quando foi comprar chupetas e viu escrito – “chupeta ortodôntica” ou “chupeta não ortodôntica”. Veja o que quer dizer cada uma delas:

  • 52e7b7353f638

    Foto: Phillips AVENT

    Chupeta ortodôntica é aquela com a base mais achatada e que evita que haja um distanciamento maior dos lábios do bebê.

  • Chupeta não ortodôntica já vem com a base mais arredondada, essa não é bem recomendada para fazer uso.

Se você optar por dar chupeta a seu bebê, use as seguintes recomendações:

  • Use a chupeta ortodôntica, pois ela minimiza as alterações que porventura venham ocorrer na arcada dentária.
  • Use apenas na hora do sono para facilitar a respiração e fechamento dos lábios.
  • Procure tirar o hábito da chupeta de seu bebê entre 1 e 2 anos de idade, pois nessa fase a necessidade dele será outra. À medida que seu filhinho vai crescendo ele desenvolve outras habilidades e a chupeta não terá importância nessa nova fase.
  • Higienize sempre as chupetas para mantê-la longe de micróbios.

Portanto, a decisão de dar ou não a chupeta para o seu bebê vai depender apenas de você. Também é preciso ser sábia para que o uso dela não prejudique a saúde bucal e a amamentação de seu filho.

Procure informar-se com o pediatra quais os melhores tipos de chupetas para o seu filho.