Dentição Infantil: fases e cuidados com os dentes do bebê

A dentição infantil é um período importante na vida da criança e de muita expectativa para os pais.

Esse novo ciclo se inicia com o surgimento do primeiro dentinho na gengiva, sendo um processo marcado por uma série de desconfortos.

É importante que os pais saibam identificar quando o filho passa por essas fases e reconheçam os sintomas que indicam o surgimento dos dentes.

Afinal, cada criança passa por esse momento de uma maneira diferente.

Enquanto algumas crianças ficam mais irritadas e chorosas, outras sofrem alterações no sono ou alimentação. Isso sem falar que há casos onde os pais nem percebem que o dentinho está nascendo.

dentição infantil 2 anos sintomas

(Foto: ParenTeam)

Por isso, saiba agora como identificar a dentição infantil e suas fases. E entenda ainda quais são os cuidados necessários com a saúde bucal do seu bebê.

Fases da dentição infantil

Em geral, os primeiros dentes de leite surgem quando o bebê tem cerca de 6 meses de idade. Porém, também pode acontecer de os dentinhos começarem a surgir entre 3 meses e um ano de vida.

É nessa fase que aparecem os quatro dentes incisivos inferiores e, em seguida, os incisivos superiores (que servem para cortar alimentos).

Entre 14 e 20 meses, o bebê chega à fase de nascimento dos primeiros molares, responsáveis por triturar alimentos.

Já o período de 18 a 24 meses é marcado pela fase onde nascem os dentes caninos, finalizando a primeira dentição. Até os três anos, a criança terá todos os 20 dentes de leite.

Sintomas da dentição infantil

O processo de nascimento dos dentes normalmente traz consigo alguns sintomas, deixando o bebê mais agitado. Esses sintomas começam a se manifestar cerca de 3 a 5 dias antes do surgimento do dente e incluem:

  • Irritabilidade
  • Gengiva inchada
  • Sensibilidade na gengiva
  • Dificuldade para dormir
  • Aumento na salivação
  • Alteração no apetite
  • Vontade de morder
  • Diarreia
  • Febre
  • Dor

Enquanto há crianças que apresentam vários desses sintomas, há também aquelas que não apresentam nenhum deles.

dentição infantil sintomas

(Foto: Weitz & Luxenberg)

Por esse motivo, pode até acontecer de os pais não notarem o nascimento de um dentinho do bebê.

Quanto tempo dura os sintomas da primeira dentição?

Os sintomas que acompanham a dentição infantil costumam durar 2 ou 3 dias, sendo mais intensos no dia que ocorre a erupção do dentinho ou no dia seguinte. Por isso, é fundamental redobrar o carinho com o bebê nesses momentos.

Por se tratar de um processo inflamatório, é normal que o surgimento dos dentes cause desconforto na criança. Em geral, os pais não devem se preocupar, mas no caso de febre persistente ou acima de 37,8°C, a criança deve ser levada ao pediatra de imediato.

Não tente aliviar a febre do bebê causada pelo nascimento dos dentes da maneira errada em casa.

Até quando nascem os dentes de leite?

É comum acontecer uma variação na ordem e também na época de nascimentos dos dentinhos de um bebê para outro.

Porém, na grande maioria dos casos, o bebê já terá todos os dentes de leite até completar 3 anos, 10 inferiores e outros 10 superiores.

Porém, é importante notar se há o nascimento dos primeiros dentes até os 15 meses de vida do bebê. Caso não haja nenhum sinal de erupção dentária, o dentista deverá ser consultado para verificar se existe algum tipo de problema.

O que passar na gengiva do bebê quando está nascendo dente?

O nascimento do dente pode causar dores e sensação de coceira. Isso faz com que a criança deseje morder tudo o que encontra pela frente ou passe um bom tempo com a mão na boca.

Para aliviar a sensação, a dica é massagear o local com o dedo, usando uma gaze umedecida em água filtrada.

bebê fica enjoado por causa dos dentes

(Foto: Center City Pediatrics)

Além da água, também pode ser usado chá de camomila gelado. A massagem deve ser feita com suavidade, usando movimentos circulares.

Usar uma dedeira para massagear é outra maneira eficaz quando o bebê começa a reclamar. Oferecer um mordedor geladinho e macio também é indicado, já que estimular a mastigação ajuda a aliviar o incômodo.

No caso de o bebê estar sofrendo com a dor, é possível usar um gel analgésico na gengiva. Esse produto é desenvolvido especialmente para ser usado no bebê.

O gel deve ser aplicado no dedo ou dedeira para então massagear a gengiva.

Quando começa a cair os dentes?

A troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes começa entre 5 a 6 anos de vida. O processo segue até os 12 anos, quando a troca é completada.

Os dentes geralmente caem sozinhos ou podem ficar presos, faltando um empurrãozinho para se soltar.

Os primeiros dentes a cair são os da frente e localizados abaixo. Existem alguns casos raros em que os dentes de leite, apesar de ficaram moles, não caem sozinhos. Nesse caso, é preciso consultar o ortopediatra.

Como cuidar dos dentinhos do bebê?

É fundamental ter os cuidados com a higiene bucal da criança desde que os primeiros dentes de leite aparecem. Aliás, antes mesmo de os dentes nascerem, a boca do bebê deve ser limpa com gaze ou dedeira quando houver resíduo de leite.

Quando nascem os dentes incisivos (superiores e inferiores na frente), a limpeza deve ser feita usando apenas uma gaze ou fralda de algodão, que podem ser umedecidos ou não.

Uma escova de cerdas macias e arredondadas para bebês deve ser usada assim que os primeiros molares (dentes do fundo) nascerem. Nessa fase, é indicado o creme dental, em uma quantidade do tamanho de um grão de arroz.

O uso de creme dental com flúor em sua composição dever ter início entre 2 a 3 anos de idade, quando a criança aprende a cuspir. Também podem ser encontrados enxaguantes bucais desenvolvidos especialmente para crianças.

Lembrando que a limpeza dos dentes deve ocorrer, no mínimo, duas vezes ao dia e a consulta ao dentista é feita logo quando o primeiro dentinho nasce.

Aos 6 anos, a criança é capaz de fazer a higiene bucal sozinha e já pode usar a pasta de dentes de adultos.

Tomando todos os cuidados na dentição infantil, seu filho poderá passar por essa fase de maneira mais branda. Além disso, com a higiene bucal desde cedo, evita-se problemas como o surgimento de cáries e cria-se um hábito mais saudável.