Como ajudar o bebê a ter hábitos alimentares

É muito comum vermos por aí crianças que não gostam de qualquer legume, fruta ou verdura. É mais comum ainda vermos adultos que se recusam a comer tudo que seja verde. Pois é, os hábitos alimentares que vão acompanhar a pessoa durante toda a sua vida são definidos ainda na infância, durante os dois primeiros anos de vida. E, é decisivo o papel dos pais nessa história. Se você deseja que seus filhos comam de tudo, tenham uma alimentação equilibrada e uma vida mais saudável, veja só o que precisa ser feito:

Paciência e insistência

Os pais podem até querer que seus filhos experimentem novos alimentos, mas isso pode não ser assim tão fácil. Muitas crianças fazem cara feia só de observar que algo diferente e “colorido” no prato. Diante disso, o que recomendam os especialistas? Paciência e insistência. A grande maioria dos pais oferece um novo alimento no máximo três vezes. Se o filho recusar em todas elas, eles desistem e aceitam que a criança não quer.

Mas saiba que os pequenos podem demorar até sete dias para aceitar algo novo. Por isso, não desista facilmente. Tenha paciência e insista. Como fazer isso? Sirva o mesmo alimento de maneiras diferentes até que a criança aceite e se acostume.

Se mesmo após sete dias o resultado não for positivo, pode ser que a criança realmente não goste do novo alimento. Sendo assim, espere bastante tempo até oferecer novamente.

Leia ainda: Como perder os quilos extras da gestação

habitos alimentares saudaveis

Dando o exemplo

A partir dos dez meses, as crianças já conseguem ter maior percepção do que estão comendo e do que as pessoas ao seu redor também estão comendo. Sendo assim, os pais devem dar o exemplo. Seus pratos devem ser repletos de alimentos saudáveis e coloridos, os mesmos oferecidos ao bebê.

Momento agradável

Outra dica é fazer com que o momento das refeições seja sempre agradável. Reúna a família ao redor da mesa e evite comer diante da televisão.