Por que gestante não pode usar salto alto?

Mulheres são vaidosas e adoram usar salto alto para estarem mais elegantes. Mas, durante a gestação eles não podem ser usados? Calma, não é necessário tirá-los de circulação de forma repentina. Veja a seguir quais são as recomendações médicas:

Saltos e o ponto de equilíbrio da gestante

Não chega a ser uma proibição, mas o uso de sapatos de salto alto não é recomendado durante a gestação. Por quê? É muito fácil de entender. Com o crescimento da barriga, o ponto de equilíbrio da mulher se altera. O barrigão pesa para a frente, o que faz com que a gestante precise impulsionar seu corpo para trás. Isso faz com que surjam dores nas costas, principalmente na região lombar, e faz também com que a mulher esteja mais sujeita a quedas, principalmente quando usar salto.

Outros pontos precisam ainda ser considerados: o aumento do peso e o inchaço natural dos membros inferiores podem provocar dores nas pernas, por isso os sapatos baixos e mais confortáveis são recomendados.

Leia ainda: Grávida pode fazer drenagem linfática?

salto

Mulheres acostumadas a usar salto

No entanto, se você é uma mulher acostumada a usar salto, vai sentir dor na panturrilha e na sola dos pés ao abandonar repentinamente as alturas para usar rasteirinha. Por isso, vá com calma e faça a adaptação aos poucos.

Adaptando o salto

No início da gestação, os saltos ainda podem ser usados. Com o avançar dos meses, vá diminuindo a altura e buscando alternativas. Saiba que é possível continuar bonita mesmo sem salto.

Além de diminuir a altura do salto, prefira aqueles mais largos e quadrados em detrimento dos finos, já que oferecem maior firmeza e equilíbrio.

Os sapatos plataforma ou Anabela também são mais confortáveis e possuem salto mais seguro. Sapatos fechados ou abertos com tiras largas são mais seguros.