Zika Vírus na Gestação

Selecionamos as principais dúvidas de nossos leitores sobre o Zika vírus na gestação nessa matéria especial. Confira:

Após o Ministério da Saúde (OMS) confirmar o surto de Zika Vírus em algumas regiões do país, muitas dúvidas surgiram e outras ainda permanecem para grande parte da população. A doença é transmitida através dos mosquitos Aedes aegypti e o Aedes albopictus e tem como principais sintomas: coceira pelo corpo, febre baixa, dores nas articulações, conjuntivite e manchas na pele.

Selecionamos algumas das principais dúvidas sobre a doença:

O Zika vírus causa malformação em bebês?

Mesmo diante da falta de comprovação científica e de maiores estudos, o que os especialistas afirmam até o momento é que o zika vírus tem relação direta com os inúmeros casos de Microcefalia no Brasil, provocando desenvolvimento anormal do bebê no período da gestação. Segundo a OMS, já foram registrados retardo mental em 90% dos casos de gestantes infectadas, além de problemas de visão, de audição e alguns distúrbios neurológicos como a epilepsia. (Desenvolvimento do bebê na barriga da mãe).

Pretendo engravidar agora, quais as recomendações?

Foto: Ministério da Saúde

Foto: Ministério da Saúde

Para quem planeja engravidar, recomenda- se adiar os planos enquanto o país estiver com o surto da doença.

Estou grávida, como posso me prevenir?

Para as mulheres que já estão grávidas, a recomendação é prevenir-se da picada do mosquito, que também é responsável pela transmissão do vírus da dengue e do chikungunya.(Dicas para proteger o bebê da dengue).

A recomendação é que tomem cuidado para não serem infectadas pelo mosquito. Para melhor proteção, faça uso do repelente constantemente, reaplicando-o de acordo com o prazo indicado pelo fabricante do produto. Outra dica é aplicar o repelente também sobre a roupa, para reforçar sua proteção sobre o corpo. Use apenas produtos aprovados pela Anvisa, de acordo com a especificação do fabricante. Mesmo com a temperatura alta, recomenda-se que as grávidas utilizem blusas de manga e calças compridas, assim a pele não ficará diretamente exposta ao mosquito. As roupas claras também servem para espantar os mosquitos, por receberem mais luz, as peças favorecem a visualização do inseto.

Quais os repelentes mais indicados para prevenir do Zika Vírus?

Os repelentes mais indicados são aqueles à base de Icaridina (repelente de maior duração na pele, dura até 10 horas), DEET (com concentração de DEET de 15% conferem proteção máxima de 6 horas) e IR3535 ( indicado para crianças de 6 meses a 2 anos, com duração muito curta que necessita de reaplicações a cada 2 horas).

melhores repelentes contra o Zika Virus

Repelentes naturais funcionam?

Repelentes naturais estão sendo usados com frequencia para auxiliar na proteção, como os feitos à base de citronela, andiroba  e cravo da índia, que não têm contraindicações, mas não possuem eficácia comprovada. Portanto, não são recomendados pela Anvisa.

Toda grávida com Zika terá um bebê com microcefalia?

O Dr. José Roberto Moraes, pediatra, especialista em recém-nascido, do Instituto Nacional Fernandes Figueira (Fiocruz), respondeu essa pergunta no Programa É de Casa, da Rede Globo, no dia 12/12/15. “Nenhuma doença já vista até hoje tem 100% de taxa de transmissão, não existe isso. Parece que nos primeiros três meses de formação do embrião, se você está com o zika vírus ali, você pode interferir no desenvolvimento do cérebro e causar microcefalia. Até agora parece ser verdade essa correlação com a microcefalia.”, afirmou o Dr. José Roberto.

 Como evitar que o mosquito crie foco na minha casa?

  • Evite água parada.
  • Mantenha as janelas fechadas, o ideal é manter a temperatura da casa baixa com ar condicionado.
  • Usar inseticida
  • Tenha um mosquiteiro e o coloque com repelente ou inseticida.
  • Use telas de proteção nas janelas de casa.
  • Evite deixar portas abertas  principalmente no período da manhã e da tarde.
Foto: Watson

Foto: Watson

Existe vacina contra o zika vírus?

Por enquanto, não existe vacina para prevenir o Zika Vírus. Para conter a epidemia, em breve o Governo passará a distribuir repelentes para as grávidas.

Em caso da detecção de focos de mosquito Aedes aegypti , acione a Secretaria Municipal de Saúde do seu município.

É importante estar atento sobre o assunto, por ser uma nova epidemia, podem surgir novos sintomas e formas de contagio. Neste momento, todos devemos ficar em alerta. Em caso de suspeita de contagio, procure imediatamente uma unidade de saúde.