Vacina DTPA para gestante: quando tomar, efeitos colaterais

A vacina dTpa, também conhecida como tríplice bacteriana ou vacina trivalente, em a função de proteger contra difteria, coqueluche e tétano. Toda gestante deve tomá-la a partir da vigésima semana, preferencialmente entre a 27ª e a 32ª semana, e isso deve se repetir em todas as gestações que tiver (muitas mulheres acreditam que, por ter tomado a vacina na primeira gestação não é preciso tomar novamente, o que é um erro).

O motivo da gestante precisar ser vacinada durante a gravidez é passar essa proteção para o bebê, que estará imune às doenças nas primeiras semanas, até ele próprio ser vacinado, o que acontecerá aos dois meses de vida e por mais três vezes com intervalos regulares como reforço à imunidade. É aconselhável que as pessoas que conviverão próximas ao bebê também sejam vacinadas, como o pai, os irmãos e os avós, por exemplo; pois eles podem ter recebido a imunidade há muito tempo e, como isso, já estarem novamente em risco de contrair a bactéria.

Quando tomar a vacina DTPA para gestante?

vacina dtpa reações

A vacinação com DTPA pode prejudicar o bebê? (Foto: ElMagazindeMerlo)

A vacina dTpa tornou-se obrigatória segundo o calendário de vacinação das gestantes devido a um surto de coqueluche que aconteceu há alguns anos no Brasil, e devido a doença ser altamente contagiosa (é transmitida pela saliva, através de tosse e espirros), houve a preocupação de manter as grávidas e bebês imunes, pois a coqueluche, caso não seja tratada, pode ser fatal. Bebês menores de seis meses infelizmente sofrem ainda mais com a doença, já que os sintomas se apresentam de modo mais intenso nessa fase, causando desidratação, lesão cerebral ou mesmo levando-o a morte.

A vacinação durante a gestação não traz nenhum risco para a gestante e nem para o bebê, pois é feita à base de uma toxina acelular (não tem a própria bactéria na composição). Todas as gestantes devem tomar a vacina, a única exceção é caso haja sensibilidade ou alergia à algum componente da vacina, principalmente se for vítima de anafilaxia (alergia aguda e rápida). Se a mulher se enquadrar em um desses casos, deverá conversar com o médico e verificar se há alguma outra forma de prevenção.

vacina dtpa preço

Foto: Adjori/SC

Vacina dTpa gestante – Efeitos Colaterais

A aplicação da vacina é intramuscular e pode causar algumas reações, tais como vermelhidão no local da aplicação, dor, sensibilidade e inchaço, que devem melhorar após 24 horas após a aplicação. Outros possíveis efeitos colaterais são febre, sonolência nas primeiras horas e irritabilidade.

Além da vacina dTpa, a gestante deve ser imunizada com as vacinas contra hepatite B, que deve ser feita em três doses, e a vacina contra gripe, que pode ser aplicada em qualquer momento da gestação. Diferentemente da dTpa, caso a gestante já tenha sido imunizada anteriormente, deverá consultar o médico sobre a necessidade do reforço.

Vacina Tríplice Bacteriana Acelular do Adulto

Foto: Diarioi

Vacina dTpa – Preço

Por ser uma vacina obrigatória no calendário de vacinação de gestantes e bebês, a imunização é gratuita e ministrada nos postos de saúde e hospitais públicos. Algumas clínicas e hospitais particulares também aplicam a vacina, mas, nesses locais, é cobrado um valor que varia de R$150,00 a R$250,00.


  • Add Your Comment