Search

Coqueluche no bebê, sintomas e tratamento

Estar atento para o cuidado com o seu bebê nunca é demais, apesar de aqui no Brasil ter a imunização desde a gravidez, é importante saber um pouco mais sobre a Coqueluche (conhecida também como pertussis ou tosse comprida). Para os bebês, ela se mostra bastante perigosa, podendo evoluir e se tornar um quadro grave. Veja a seguir os sintomas e o tratamento para evitar que seu bebê seja ameaçado pela doença.

Sintomas:

A Coqueluche tem sintomas semelhantes a de uma gripe ou um resfriado, aparentemente com espirros, tosses moderadas e nariz escorrendo. Após duas semanas, tosses mais profundas acontecerão, e em alguns casos, o bebê pode apresentar febres ocasionais.

Leia também: Como tratar a anemia na infância

Na segunda fase, surge o barulho característico da coqueluche, com ocorrências de vômitos, sangramentos, convulsões e em casos mais sérios, a presença da pneumonia. Neste período, os sintomas podem durar por mais de um mês.

   

Ao longo da doença, junto ao estágio da tosse, os lábios e as unhas do bebê podem ficar numa coloração azulada, isto acontece devido à insuficiência de oxigênio. Junto com a tosse mais forte, a presença do catarro é comum neste período.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

A recuperação da Coqueluche é longa. Após o desaparecimento dos sintomas, o sumiço completo da doença pode durar por mais um mês.

Foto: huffingtonpost

Foto: huffingtonpost

Tratamento:

O uso do antibiótico é o principal tratamento para a Coqueluche, ele ajuda a aliviar os sintomas se forem aplicados logo no começo da doença. Se dadas em um quadro mais avançado, não necessariamente contribuirão para reduzir os sintomas, mas servirão para eliminar a secreção das bactérias e evitar que a doença contagie outras pessoas.



A Coqueluche costuma durar por um longo período, normalmente entre 6 a 10 semanas. Lamentavelmente não há mais nada o que possa fazer para a melhora do bebê.

Vacinação:

No Brasil, existe a imunização contra a coqueluche para crianças. São cinco doses da vacina DTPhib, aplicadas a partir dos 2 meses até os 6 anos de idade. A vacina, mais conhecida como a tetravalente, está no calendário oficial de imunizações, dessa forma está disponível nos postos de saúde do governo, gratuitamente.

É importante lembrar que, ao perceber os sintomas da Coqueluche, é necessário a visita a um pediatra, só ele poderá te proporcionar melhores avaliações para o seu bebê.

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*