Talco na pele do bebê – Pode ou não?

O talco é um produto usado nos bebês há muitas gerações. Com certeza sua avó usou em sua mãe e ela, por sua vez, usou em você, a mais nova mamãe da família. Apesar de antigo, tradicional e com um cheirinho muito agradável, existem alguns questionamentos sobre o uso do talco nos pequeninos. Mas, afinal, ele pode ou não ser usado nos bebês?

O talco não é indicado

Os especialistas não recomendam o uso do talco nos bebês. Isso porque o talco é formado por partículas muito pequenas, que podem facilmente serem inaladas e aspiradas pela criança durante o uso, ainda que a mãe tome bastante cuidado durante a aplicação. Quando isso acontece, estas partículas se prendem às vias respiratórias do bebê causando dificuldade para respirar e tosse.

Leia ainda: É possível engravidar depois da abdominoplastia?

Foto: veintitantos.

Foto: veintitantos.

Sem comprovação da eficácia

Além do risco citado acima, existe outro ponto: não há qualquer comprovação cientifica de que o talco realmente funcione na prevenção ou tratamento das assaduras, quando é mais utilizado.

Tratando as assaduras

No caso de assaduras, o recomendado é retirar a fralda suja, realizar a higiene e limpeza do bebê, secá-lo bem com fralda de tecido ou pano macio e, por fim, aplicar uma camada de creme contra assadura.

Receita “caseira”

Mais indicado do que o talco, é o amido de milho. Essa receita caseira serve para ajudar a secar bem a pele do bebê. É que o amido de milho é formado por partículas maiores do que o talco. De qualquer forma, é necessário que a mãe tome muito cuidado ao manusear e passar o produto para que ele não se espalhe pelo ar formando uma “nuvem de pó”, o que vai ser prejudicial à criança. Primeiro coloque pequena quantidade em uma das mãos. Depois, aplique diretamente no bebê.


  • Add Your Comment

    *