Separação durante a gestação

Esta situação é bastante delicada e infelizmente também bastante comum: não raros são os casos de casais que se separam enquanto esperam um bebê, seja ele o primeiro ou não. Como lidar com isso? A tarefa pode ser difícil, mas a mulher precisa pensar em um ser que está a caminho e que merece toda sua atenção e carinho: seu filho que vai nascer.

A separação

Segundo psicólogos e terapeutas, a separação e o fim de um relacionamento só acontecem quando as partes envolvidas desejam que isso aconteça ou quando se esgotam as possibilidades de ficarem juntos, na maioria das vezes após várias tentativas. A separação deve acontecer da maneira mais amistosa e tranquila possível.

Leia ainda: Como fazer limpeza de pele durante a gestação?

O bebê deve ser o centro das atenções

A ciência já comprovou que o bebê ainda na barriga da mulher recebe diretamente a influência da situação emocional de sua mãe. Após a separação, a mulher deve considerar que seu bebê é a parte mais importante no momento, e que suas energias e atenções devem ser dispensadas a ele. A criança, que não escolheu estar naquela situação, deve receber boas vibrações de sua mãe, sem angústias e sofrimento.

A separação é dolorosa, mas a mulher não deve deixar se abalar a ponto de colocar sua gestação em segundo plano. É preciso ter energias e vontade de cuidar da gravidez, um momento único, e também de seu filho que está para chegar.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Os cuidados com a saúde e com a gestação devem continuar

A mulher precisa continuar a cuidar de si mesma. É necessário seguir a alimentação equilibrada, descansar o suficiente, fazer exercícios leves, ir às consultas e fazer todo o acompanhamento pré-natal.

Um novo amor

Por mais que a mulher deseje ter outro parceiro, especialistas acreditam que este não é o momento ideal para a busca. Após a gestação, ela poderá fazer isso com calma e com todas as suas energias por uma nova relação e tudo o que espera para sua vida afetiva.