Principais cuidados com o Diabetes na gestação

O diabetes durante a gestação caracteriza a gravidez como sendo de alto risco.

Porém, existem alguns cuidados fundamentais para mãe e bebê manterem-se saudáveis durante o período, e fazer com que ele seja bastante tranquilo.

O que é o diabetes gestacional?

Duas diferentes situações podem ocorrer aqui: a mulher que já sofria com a doença engravidar, ou uma mulher gravida, saudável anteriormente, desenvolver o problema durante a gestação.

O diabetes gestacional é a alteração das taxas de açúcar no sangue que aparece ou é diagnosticada, pela primeira vez, durante a gravidez. A gestação, o parto e o nascimento podem ser bastante tranquilos, mas é importante que o diagnóstico seja feito precocemente.

O problema ocorre da seguinte maneira: o aumento da produção de hormônios durante a gestação, principalmente o hormônio lactogênio placentário, pode prejudicar ou bloquear o funcionamento da insulina materna. Para a maior parte das gestantes o próprio corpo compensa o desequilíbrio aumentando a fabricação de insulina, enquanto outras adquirem elevações glicêmicas.

Os sintomas do diabetes gestacional podem ser facilmente confundidos com os da própria gestação, daí a importância de exames para o diagnóstico rápido. A mulher pode sentir vontade de urinar a todo momento, sensação de fraqueza e aumento do apetite.

Diagnóstico

Para o disgnóstico precoce, as mulheres grávidas devem fazer o rastreamento do diabetes entre a 24ª e a 28ª semana de gestação. Mulheres que integram o grupo de risco do diabetes devem fazer o teste de tolerância glicêmica a partir da 12ª semana de gestação.

Tratamento

O tratamento consiste em fazer o controle das taxas glicêmicas utilizando uma dieta especifica acompanhada por especialistas. Em algumas mulheres a administração de insulina pode ser necessária.

Na maioria dos casos, o diabetes gestacional desaparece após o parto. Porém, os cuidados devem continuar, uma vez que as mulheres podem desenvolver o problema em gestações futuras e os bebês têm maior chance de adquirir a doença ao longo da vida.


  • Add Your Comment