Plano de Parto: O que é, modelo, como fazer

Recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o plano de parto tem sido cada vez mais usado nas maternidades.

Sendo considerado um importante documento para o parto, ele ajuda a conscientizar as mulheres em relação ao seu direito de definir a maneira que ela deseja que seja conduzido o parto.

Pensando nisso, este artigo foi elaborado de forma a apresentar informações a respeito do que deve ser incluído nesse documento, além de mostrar um modelo e exemplos de como elaborar um plano de parto. Por isso, continue a leitura e descubra como criar o seu.

O que é plano de parto?

O plano de parto consiste em um documento que apresenta uma lista de itens relacionados ao parto. Ele é elaborado pela mulher grávida e nele ficam registradas as suas preferências em relação a todo o processo envolvendo o parto, desde os procedimentos médicos até os cuidados com recém-nascido.

Incentivado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), ele é geralmente apresentado em forma de uma carta. E costuma ser feito com a ajuda do obstetra, sendo importante que a gestante disponha de todas as informações necessárias a respeito.

plano de parto

(Foto: serpadres)

Diversos procedimentos artificiais passaram a ser usados no parto nos últimos anos, fazendo com que esse evento fisiológico passasse a adaptar procedimentos muitas vezes desnecessários, que muitas vezes aumentam os riscos de prejuízos à mãe e ao bebê.

Há certas práticas que são comuns no momento de parir, apesar de não serem sequer recomendadas pela OMS, como é o caso da raspagem, lavagem de intestino e até mesmo a posição deitada (ginecológica), que é uma das mais difíceis para a mulher no momento do parto.

Ao ter o plano de parto protocolado, a mãe pode exercer o seu direito de orientar o parto de acordo com o seu desejo. Dessa forma, permite que ela se aproprie de cada etapa e seja a protagonista desse momento tão especial.

Para que serve?

O objetivo desse documento é ser uma garantia para a gestante de que as suas preferências serão atendidas, evitando que determinados procedimentos sejam realizados sem a sua vontade.

Após criar um plano de parto, a gestante evita passar por situações desnecessárias de estresse, pois saberá como vai ser antes, durante e após o nascimento do bebê (considerando que o parto aconteça dentro da normalidade).

Dessa forma, ela pode detalhar o que autoriza e o que não autoriza durante o trabalho de parto e no momento do parto.

Como fazer um plano de parto?

O plano de parto deve ser discutido entre a grávida e obstetra, o que vai permitir que tudo saia como o planejado no dia do parto. Para que ele seja elaborado, é possível usar um modelo que é fornecido pelo obstetra ou encontrado na internet.

o que é plano de parto

(Foto: speedypaper)

Além disso, a própria gestante poderá escrever uma carta personalizada, onde deve citar qual o seu desejo em relação às situações que envolvem o parto.

Após a elaboração desse documento, ele deve ser impresso e encaminhado para o hospital ou maternidade no momento em que o bebê for nascer.

Como algumas maternidades já arquivam o documento anteriormente, é importante que os pais se informem com antecedência.

O documento deve conter orientações relacionadas ao trabalho de parto, ao momento do parto e após, cuidados com o bebê e orientações em caso da necessidade de cesárea.

Essas orientações envolvem desde os procedimentos médicos autorizados ou não pela mãe, condições do ambiente onde o parto vai ser feito, atitudes a serem feitas ou evitadas em relação ao bebê, etc.

É importante ressaltar que, mesmo ao fazer um plano de parto, a equipe médica deve decidir qual a maneira mais segura para a condução do parto. Se, por algum motivo, o plano de parto não for seguido, os pais devem receber dos médicos a justificativa com base em dados científicos.

Modelo de plano de parto

Se estiver na dúvida sobre como elaborar o plano de parto, veja a seguir um modelo que contém os detalhes do que ele pode conter:

Trabalho de parto

Deseja a presença de pessoas durante o parto?

( ) sim  ( ) não

Quem deseja que esteja presente no momento do parto?

____________________

Deseja que seja feita tricotomia (raspagem de pelos pubianos)?

( ) sim ( ) não

Deseja enema (lavagem intestinal)?

( ) sim ( ) não

Deseja perfusão contínua de ocitocina?

( ) sim ( ) não

Deseja perfusão contínua de soro?

( ) sim ( ) não

Deseja caminhar?

( ) sim ( ) não

Deseja escolhe em que posição ficar?

( ) sim ( ) não

Deseja ingerir água e sucos?

( ) sim ( ) não

Deseja fazer uso de banheira ou chuveiro?

( ) sim ( ) não

Deseja o rompimento artificial da bolsa?

( ) sim ( ) não

Deseja que o feto seja monitorado continuamente?

( ) sim ( ) não

Deseja receber analgésico?

( ) sim ( ) não ( ) apenas se solicitado

Parto

Qual a posição desejada?

( ) deitada ( ) cócoras ( ) semissentada

Deseja epistomia (corte no períneo)?

( ) sim ( ) não

Deseja que as luzes da sala de parto sejam apagadas no momento do nascimento?

( ) sim ( ) não

No momento de fazer força, deseja ser guiada?

( ) sim ( ) não

Após o parto, o bebê deve ser imediatamente levado ao peito para mamar?

( ) sim ( ) não

Quem deve cortar o cordão umbilical?

( ) pai ( ) médico

O bebê deve permanecer ao seu lado no quarto o tempo todo, exceto quando você solicitar que ele seja levado?

( ) sim ( ) não

Cuidados com o bebê

Deseja amamentar sob livre demanda?

( ) sim ( ) não

Deve ser feita a aplicação de nitrato de prata e antibióticos oftálmicos?

( ) sim ( ) não ( ) apenas em caso de necessidade

Deseja que a vitamina K oral seja administrada?

( ) sim ( ) não

Autoriza a troca de fraldas e banhos pelas enfermeiras?

( ) sim ( ) não

Quem deve fazer a troca e dar o banho no bebê?

_______________________

Autoriza que seja feito o uso de bicos e água glicosada, bicos?

( ) sim ( ) não

Em caso de cesárea

Deseja a presença de pessoas no momento do parto?

( ) sim ( ) não

Quem você quer que esteja presente?

_______________________

Deseja ser sedada no parto?

( ) sim ( ) não

Deseja aguardar o trabalho de parto antes de ser resolvido por cesárea?

( ) sim ( ) não

Qual a anestesia da sua preferência?

( ) peridural ( ) raquidiana

Deseja ter as suas mãos livres no momento do parto?

( ) sim ( ) não

Após nascer, o bebê deve ser levado imediatamente ao peito?

( ) sim ( ) não

Deseja ter o bebê junto a você durante a sutura?

( ) sim ( ) não

Exemplo de plano de parto

É possível que o plano de parto seja feito em formato de lista ou carta. É importante que ele seja personalizado de acordo com o que os pais do bebê desejam e com o que foi discutido com o médico.

modelo

(Foto: trottaebeiriz)

A seguir, apresentamos um exemplo que pode ser usado como orientação para os pais:

Este documento apresenta as nossas preferências em relação ao que gostaríamos que fosse respeitado no parto do nosso filho. No caso de o parto tomar outros rumos, é o nosso desejo ser consultados com antecedência sobre as alternativas.

Se, em caso de emergência, em que a minha vida ou a do bebê estejam em risco, permito alterações no plano, desde que sejam explicadas as necessidades e implicações dessas alterações.

Parto

  • Desejo que o meu parceiro (ou acompanhante) esteja sempre presente e com liberdade de movimentos;
  • Prefiro ficar na posição de cócoras ou semissentada (com as costas apoiadas);
  • Não autorizo a raspagem dos pelos pubianos e nem a lavagem intestinal;
  • Autorizo que seja feita a administração de medicação analgésica para aliviar a dor, mas apenas se eu solicitar;
  • Desejo que seja feito o monitoramento dos batimentos cardíacos do bebê de forma não contínua;
  • Desejo ingerir alimentos leves, beber água, chá ou suco;
  • Desejo ter a liberdade para caminhar e, se preferir, mudar de posição para uma mais confortável;
  • Prefiro que o pai do bebê seja o responsável por cortar o cordão umbilical quando este parar de pulsar;
  • Não vou aceitar ter a minha barriga empurrada para baixo com o intuito de forçar a saída do bebê de maneira desnecessária;
  • Prefiro o uso de métodos não medicamentosos para aliviar a dor como massagem, exercício para relaxamento e chuveiro;
  • Não autorizo o uso de métodos para induzir ou acelerar o trabalho de parto, exceto em situações onde a minha vida ou a do meu bebê estejam em risco;
  • Para que o meu bebê nasça em um ambiente calmo e tranquilo, desejo que o parto seja feito em um ambiente com pouca luminosidade (se possível, com luz natural), música ambiente e ar condicionado desligado no momento do parto;
  • A episiotomia (corte da vagina) deve ser feita apenas em situação de estrita necessidade e com consentimento mediante explicações recebidas
  • Não desejo ser guiada para fazer força, prefiro fazer quando sentir vontade, apenas durante as contrações;
  • ​Exijo aguardar o início o trabalho de parto ates de se resolver com cesárea.

Após o parto

  • Desejo ter o meu bebê em meu colo logo em seguida ao parto, antes que o cordão umbilical seja cortado e com liberdade para amamentá-lo;
  • Prefiro aguardar a expulsão espontânea da placenta, sem o uso de massagens ou manobras para acelerar o processo. Caso seja possível, desejo ter o auxílio da amamentação;
  • O bebê deve estar comigo todo o tempo enquanto eu permanecer na sala de parto;
  • Desejo receber todas as informações sobre os procedimentos realizados no meu bebê.

Cuidados com o bebê

  • A administração de antibióticos oftálmicos ou nitrato de prata deve ser feito apenas em caso de necessidade e após me consultarem;
  • Gostaria de que o banho e as trocas de fralda do bebê sejam realizados por mim ou pelo meu marido;
  • Em hipótese alguma deve ser oferecido chupeta, bicos, fórmula láctea ou água glicosada ao bebê.

Desde já, agradecemos por todo o empenho e paciência da equipe envolvida nesse momento tão importante de nossas vidas. 

Atenciosamente,

________________________________________________________
Assinatura da mãe                                                                        

Assinatura do pai

___________________________
Local e data,

_________________________________________________________
Assinatura do médico obstetra                        

O que diz a Lei?

De acordo com a lei, a maternidade ou hospital não podem se recusar a aceitar o plano de parto. Além disso, o médico não pode realizar nenhum procedimento sem ter a autorização prévia da mulher ou sem que ela autorize após ter o conhecimento dos pós e contras.

como fazer um plano de parto

(Foto: huffingtonpost)

Porém, mesmo assim há alguns que agem contra a lei e, além de não receberem o documento, fazem com que a gestante assine o plano de parto modelo, o que vai permitir que realizem qualquer procedimento que desejem na mulher.

Se acontecer a recusa ao aceitar o documento, os pais do bebê devem se encaminhar ou entrar em contato por telefone com a Defensoria Pública para que ela seja notificada.

Assim, a defensoria irá contatar o hospital e os pais poderão comprovar que hospital teve conhecimento da existência do plano de parto.

Caso algum procedimento seja realizado sem o consentimento e sem a comprovação da necessidade para salvar a vida da mulher (como é o caso da episiotomia), será considerado violência obstétrica. Nesse caso, o plano de parto pode ser usado como uma prova legal.

A gestante pode encaminhar sua reclamação para a Secretaria de Saúde ou entrar com um processo no Ministério Público contra o hospital ou maternidade.

Como foi visto, conhecer os seus direitos e deixar as suas preferências documentadas em um plano de parto é uma importante forma de se proteger e ter um parto mais tranquilo e humanizado.

Por isso, não deixe de conversar com o seu obstetra sobre cada detalhe que deve ser incluído nesse documento.

Referências

vidaativa.pt/a/plano-de-parto

tuasaude.com/plano-de-parto

despertardoparto.com.br/modelo-de-plano-de-parto.html

pastoraldacrianca.org.br/preparacao-para-o-parto/plano-de-parto

lunetas.com.br/plano-de-parto-garante-direitos-da-mulher-e-protege-mae-e-bebe


  • Adicione um comentário

    *