O que fazer quando seu filho bate em outras crianças?

Ele sempre foi um anjo. Delicado e carinhoso com você e sorridente com as outras pessoas. Mas, de repente, ele se tornou uma criança agressiva e o terror das outras crianças.

Antes de começar a se culpar achando que fez algo errado na educação do seu filho, saiba que isso, apesar de assustador, é normal.

Nos primeiros quatro anos de vida, a criança ainda não sabe lidar com suas próprias emoções, e quando ainda é um bebê isso é ainda mais difícil.

Leia ainda: Coordenação Motora: Atividades para estimular seu filho.

Como ainda não entende as próprias frustrações, ele usa da força física para se expressar, já que não consegue explicar o sentimento em palavras.

Por mais difícil que isso seja, é preciso sempre manter a calma. Você é o principal exemplo de comportamento para o seu bebê, e reagir a uma crise de agressividade na mesma moeda só vai piorar a situação.

Foto: Bezpapi

Foto: Bezpapi

Se o seu bebê agrediu outro na escolinha, no playground ou em uma festinha infantil, respire fundo e confira nossas dicas:

Dica 1: Se durante uma brincadeira seu filho agredir outra criança, tire-o imediatamente do local. Em outro lugar, converse com ele e diga que aquilo é errado e não deve ser feito. Crianças de cerca de um ano já entendem que uma atitude errada pode resultar em um resultado negativo. E, para ela, nada mais negativo do que não poder mais brincar.

Dica 2: Jamais use adjetivos negativos direcionados à criança, como “você é feio”, “você é mau”. Feio e mau foram as atitudes dela, e na cabecinha do seu filho existe uma grande diferença. Além disso, não grite: por mais difícil que isso seja em um momento de grande stress, como você vai exigir que seu filho seja mais cortês se você mesma não está sendo?

Dica 3: Não ameace com frases do tipo “se você fizer de novo, você vai ver”. A criança invariavelmente irá repetir a atitude. Imponha os limites na primeira vez, de forma clara, firme e sem agressividade.

Foto: Familyformation

Dica 4: Converse. Quando seu filho se acalmar, peça para ele explicar o que aconteceu. Lembre-se que ele é pequeno e poderá não ser muito claro, mas ouvi-lo e tentar entender o que acontece já é um passo muito importante – e ele vai entender isso.

Dica 5: Leve o seu filho para brincar lá fora. Está comprovado que atividades físicas, como correr, pular, jogar bola, ajudam a aliviar o stress e a agressividade da criança. Passar os dias na frente na televisão vendo comportamentos violentos não irá ajudar em nada a criança a ter um temperamento mais tranquilo.

Leia ainda: Tatuagem com Nome de Filho: fotos e ideias incríveis