Search
Search
X

O que é anestesia raquidiana e quais os efeitos colaterais?

Optou pela cirurgia cesárea? Então não deixe de ler essa matéria sobre anestesia raquidiana!

Dependendo do tipo de parto, a anestesia raquidiana pode ser indicada pelo médico. Apesar dos avanços da medicina para deixar as anestesias mais confortáveis e seguras, essa anestesia pode deixar algumas gestantes apreensivas em relação aos efeitos colaterais.  Descubra quais são os efeitos colaterais mais comuns.

O que é a anestesia raquidiana?

A anestesia raquidiana é recomendada no caso de cesarianas. Mas, por se tratar de um anestésico de efeito imediato e que dura por volta de 3 horas, também pode ser indicada em partos normais.

raquianestesia

19 Com a aplicação da anestesia, a mãe fica consciente durante todo o processo de parto, sem a sensibilidade do peito para baixo. (Foto: Verywell)

Como a anestesia raquidiana é aplicada?

A aplicação da anestesia raquiana é feita na baixa coluna. Em geral, ela não causa dor ao ser aplicada, pois é passado um anestésico para amenizar ou até eliminar a sensação de dor.

Em seguida, a seringa é introduzida entre as vértebras da coluna e começa a fazer efeito. Algumas mulheres não sentem nada nesse momento, mas outras podem sentir como se algo quente escorresse pelas pernas ou então podem ter uma sensação de peso nas pernas.

Efeito colateral – anestesia raquidiana

Os efeitos colaterais que podem ser causados com a aplicação da anestesia raquidiana podem começar ainda na sala de parto, sendo eles: sensação de falta de ar, dores de cabeça, náuseas, coceira, tremores, arritmia cardíaca, queda de pressão arterial e sensação de frio.

É comum que as mamães que recebem a aplicação dessa anestesia apresentem dor de cabeça como efeito colateral. A dor se intensifica quando a paciente fica na posição sentada ou de pé, mas melhora ao se deitar.

Para evitar que isso aconteça, a mãe é orientada a não levantar o tronco e repousar por um tempo após a cesariana, por volta de 12 horas. É feito o uso de analgésicos, repouso e hidratação para aliviar esse sintoma.

 anestesia raqui

Foto: RebelCircus

Complicações da anestesia raquidiana

A ocorrência de complicações provocadas pela anestesia raquidiana é muito rara e normalmente possuem relação com a condição clínica da gestante. Mas, geralmente, os efeitos colaterais costumam ser bem leves.



Esses efeitos colaterais são passageiros, mas é preciso sempre lembrar que o médico estará presente para prestar todo o auxílio necessário. Por esse motivo, quando a estrutura do hospital é segura e a equipe médica possui equipamentos bons, não há com o que se preocupar nesse momento.

Leia mais: Tipos de anestesias usadas no parto

Efeitos após anestesia raquidiana

Após o parto, alguns efeitos colaterais que podem se manifestar devido à aplicação da anestesia são:

-Irritação de pele
-Coceira
-Tremores sem sentir frio
-Tremores com sensação de muito frio

Esses sintomas não costumam ocorrer juntos e normalmente passam rapidamente.

 anestesia raquidiana

Foto: MediMetry

A anestesia pode deixar sequelas?

A substância utilizada para a anestesia não provoca sequelas. O risco consiste na aplicação que, se feita de forma indevida, pode acabar ferindo um nervo e provocar dores crônicas na cabeça.

Porém, como a equipe de anestesistas é bem treinada e capacitada para fazer a aplicação, os riscos de isso acontecer são praticamente inexistentes.

O que é anestesia raquidiana e quais os efeitos colaterais?
3 (60%) 2 votes






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*