Melhores marcas de lenços umedecidos para bebê

You are currently viewing Melhores marcas de lenços umedecidos para bebê

Os lenços umedecidos são grandes parceiros dos pais na hora de higienizar seus filhos pequenos. Eles são práticos, fáceis de usar e também de transportar dentro das bolsas para qualquer lugar.

Porém, como influenciam muito no bem-estar dos pequenos, é importante que os pais pesquisem e verifiquem quais são as melhores e mais seguras marcas. A seguir trazemos algumas dicas sobre o assunto:

Como os lencinhos devem ser?

Para não irritar a pele do bebê e de fato limpar, os lencinhos devem ser úmidos e macios. Fuja daqueles que são ásperos, duros, muito finos e secos.

Observe se eles ficam secos após a embalagem ser aberta, este não é um bom sinal. Verifique a composição na embalagem e se atente à data de validade.

Preste atenção em seu bebê e aos sinais: suspenda o uso de determinada marca se ela causar irritação, assadura ou alergia.

 Leia ainda: Cuidados com o cabelo durante a gestação

Toalhas umedecidas

Uma opção aos lenços são as chamadas toalhas umedecidas. Elas vêm em embalagens verticais, geralmente plásticas. São mais macias e úmidas e confortáveis para o bebê.

Faça o teste

Para saber se o lenço é realmente bom para o bebê, faça o teste em você. Utilize para limpar sua pele facial ou para retirar a maquiagem. Verifique se a textura é agradável e eficiente, e preste atenção também na sensação que o lenço deixa na pele depois do uso – ela deve ser agradável.

Marcas que oferecem bons produtos

Algumas das marcas que oferecem toalhinhas com ótima textura, umidade e qualidade são Jhonsons, Huggies, Pampers e Natura. Porém, existem muitas outras marcas com excelentes produtos.

Os pais devem comprar e testar lencinhos para saber se são bons o suficiente para seus bebês. Conversar com outras mães e trocar experiências também ajuda muito.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe uma resposta