Infertilidade Masculina: causas, sintomas, tratamento

Quando um casal tenta ter um bebê e não consegue depois de mais de um ano de tentativas, o indicado é que um médico especialista seja consultado. A infertilidade masculina pode ser a causa, sendo por isso necessário a realização de exames para identificar o problema.

Por muito tempo, a impossibilidade de engravidar era associada apenas à mulher, mas estudos revelaram que a infertilidade afeta ambos os gêneros.

Por isso, é importante que os homens prestem atenção para algum tipo de alteração em seu corpo e se informem sobre os motivos que podem levá-lo à dificuldade de obter uma gravidez.

Sendo assim, descubra a seguir quais são as principais causas da infertilidade nos homens, os tratamentos disponíveis e como é feito o diagnóstico.

O que é infertilidade?

A infertilidade é caracterizada pela dificuldade de se reproduzir. O diagnóstico geralmente é feito quando a gravidez não ocorre após o casal em idade fértil manter relações completas por um ano, sem o uso de nenhum método contraceptivo.

Por muito tempo acreditou-se que a dificuldade para engravidar era relacionada apenas à mulher, mas nos dias de hoje sabe-se que esse problema também pode ser do homem.

Por esse motivo, quando há um quadro de infertilidade, o casal deve ser encaminhado para uma avaliação.

Existem dois tipos de infertilidade: a primária é caracterizada quando não houve uma gestação anterior, enquanto que, na secundária, já ocorreu alguma gravidez.

causas da infertilidade masculina

(Foto: Dr. Edvaldo Cavalcante)

A infertilidade pode ocorrer devido a problemas no organismo do homem ou da mulher. Também é possível que ambos tenham algum problema ou existirem outras causas não conhecidas.

Para que a infertilidade seja investigada, o recomendado é esperar um ano de tentativas do casal. Isso porque, apesar de a maioria dos casais levar apenas alguns meses para obter a gravidez, há casos em que isso ocorre em mais de um ano, o que pode levar a uma ideia errada de infertilidade.

Também é preciso entender que infertilidade e esterilidade consistem em situações distintas.

No caso da esterilidade, ela só é confirmada quando o casal passou por análises, muitas vezes tratamentos de reprodução assistida, e não alcançaram o resultado desejado. Ou seja, a infertilidade se refere a uma dificuldade de levar a gravidez a acontecer, e não a uma impossibilidade absoluta de concepção, como é o caso da esterilidade.

Quais as causas da infertilidade masculina?

São várias as causas que podem afetar a fertilidade masculina, o que vai desde problemas na anatomia ou hormonais, até alguns tipos de doenças. Por esse motivo, não há nenhuma razão para que o homem se sinta envergonhado por essa situação.

Veja a seguir quais são os principais motivos e como cada um deles atua de modo a dificultar a gravidez:

Problemas na anatomia

Há alguns tipos de problemas no aparelho reprodutor masculino que podem resultar em infertilidade, como é o caso dos portadores de varicoceles. Essa é uma condição que leva ao inchaço das veias dos testículos.

infertilidade masculina

(Foto: Aleteia)

A infertilidade também pode acontecer em homem cujos testículos levaram muito tempo para descer para o escroto ao nascer. Isso pode prejudicar as células responsáveis pela produção de testosterona e espermatozoides.

Defeitos no DNA do espermatozoide é uma das causas genéticas e está entre os fatores que levam à dificuldade em ter filhos. A fertilização in vitro é o mais indicado para cada um desses casos.

DST

DSTs podem afetar a fertilidade do homem, principalmente se tratando da clamídia e da gonorreia. Isso acontece porque elas levam a uma inflamação dos testículos e outras estruturas do aparelho reprodutor masculino.

Essas feridas podem resultar em aderências que atrapalham a passagem dos espermatozoides, dificultando a mobilidade em direção ao óvulo.

Anabolizantes

O uso de anabolizantes é algo cada vez mais comum entre os homens que desejam ganhar massa muscular. No entanto, isso também está entre as causas que podem afetar a fertilidade masculina.

O motivo para isso é porque o consumo dessas substâncias muitas vezes faz com que o número de espermatozoides produzidos acabe sendo reduzido, levando até mesmo à esterilidade.

Cigarro

Diversas pesquisas demonstram que os componentes químicos presentes no cigarro afetam os órgãos masculinos. É o caso do cádmio, substância que se deposita nos testículos.

medicamentos que causam infertilidade masculina

(Foto: WSBuzz)

Além disso, os vasos sanguíneos também são atingidos, fazendo com que o saco escrotal não receba a quantidade adequada de nutrientes e oxigênio.

Dessa forma, a produção e qualidade dos espermatozoides sofre uma degradação.

Idade

A ideia de que o homem era capaz de gerar descendentes durante a vida sem ser afetado pela idade era sustentada até alguns anos atrás. No entanto, descobriu-se que a qualidade e a quantidade produzida de espermatozoides começam a decair por volta dos 50 anos de idade.

As pesquisas ainda indicam que as chances de ter um filho com Síndrome de Down são maiores em homens com mais de 50 anos.

A má-formação congênita e outros tipos de alterações também podem acontecer com maior frequência nesse caso.

Diabetes

A diabetes pode trazer prejuízos para a fertilidade masculina, pois acaba desregulando o sistema hormonal. Como consequência, leva a uma diminuição dos níveis de testosterona.

Outros fatores prejudiciais relacionados à essa doença crônica são a fragmentação do DNA do espermatozoide, que pode resultar em má-formação fetal, abortos espontâneos e a ejaculação retrógrada (quando uma parte do sêmen, ou todo ele, não é expelido).

Caxumba

A caxumba é uma infecção bastante comum durante a infância. Em geral, ela atinge as glândulas paróticas (o que leva ao inchaço por trás das orelhas). Porém, há casos onde também atinge os testículos, provocando uma inflamação.

Quando isso acontece, pode levar à infertilidade, já que afeta a região onde são produzidos os espermatozoides. Por esse motivo, é muito importante tomar a vacina para prevenir essa doença.

Ausência de espermatozoide

Também pode acontecer de a infertilidade ser provocada pela ausência de espermatozoides no sêmen. Essa condição (que é chamada de azoopermia) tem duas causas.

Uma delas é a obstrução, onde os espermatozoides não conseguem atravessar os tubos dos testículos até o pênis. Nesse caso, é possível realizar um procedimento para a desobstrução.

espermograma

(Foto: Ficar Grávida)

A segunda causa se deve a defeitos na produção dos espermatozoides, o que acontece por conta de problemas genéticos ou devido a uma radioterapia. O tratamento vai depender do motivo, sendo ele mais complexo.

Além das causas que foram apresentadas, há muitos casos em que o motivo para a infertilidade não é diagnosticada. Isso pode levar o homem a ter sintomas como ansiedade e estresse, o que muitas vezes afeta o resultado em tratamentos de reprodução assistida.

Medicamentos que causam infertilidade masculina

O uso de determinados medicamentos também pode fazer com que o homem se torne infértil. O motivo para isso se deve às substâncias presentes na composição desses remédios, o que acaba interferindo na produção de espermatozoides, na qualidade do sêmen, entre outros fatores.

A boa notícia é que, muitas vezes, a fertilidade é restabelecida após a interrupção do medicamento causador do problema.

Confira a seguir alguns dos principais exemplos relacionados à infertilidade:

Remédios para calvície

As substâncias presentes em medicamentos para o combate da calvície, como é o caso da finasterida, pode trazer alguns efeitos colaterais para o homem.

Entre esses efeitos está a queda na qualidade do sêmen e, consequentemente, à infertilidade.

Apesar disso, quando o uso do remédio é suspenso, os efeitos podem ser revertidos. Por esse motivo, muitas vezes o indicado pelo médico é não interromper o tratamento, já que pode levar à perda de mais fios de cabelos.

Antibióticos

Vários são os antibióticos que levam à redução da produção de espermatozoides, entre eles estão a eritromicina, tetraciclina e gentamicina (indicados para tratar infecções).

Além disso, eles podem afetar a qualidade do sêmen, o que acontece por conta dos efeitos tóxicos que provocam nas células dos testículos.

Antidepressivos

Há também certos tipos de antidepressivos que podem resultar em uma disfunção erétil e causar problemas de ejaculação, isso sem falar na queda da libido.

Esses fatores reduzem as chances de gravidez, já que levam a uma redução das relações.

Sintomas

Alguns sintomas que levam o homem a ter problemas de fertilidade podem ser observados, como é mostrado a seguir:

  • Ter um testículo maior do que o outro;
  • Dificuldade de urinar;
  • Urina com aparência leitosa;
  • Falta ou excesso de sono;
  • Problema de ejaculação.

A presença de um ou mais desses sintomas pode levar à suspeita de infertilidade. Por esse motivo, o recomendado é buscar um médico urologista para que seja feito a avaliação da condição reprodutiva do paciente.

tratamento para infertilidade masculina

Dependendo do diagnóstico, o médico poderá indicar o tratamento mais apropriado.

Exames para diagnosticar 

Existem diversos tipos de exames que têm como objetivo identificar a infertilidade. Com base na avaliação e histórico do paciente, o médico urologista irá indicar quais são os exames necessários. Veja:

Espermograma

O principal exame para o diagnóstico da infertilidade masculina é o espermograma. Ele é feito para que seja avaliada a quantidade, forma e mobilidade dos espermatozoides em laboratório.

A coleta da amostra para o exame geralmente é obtida por meio da masturbação. Para isso, é necessário que o paciente permaneça em abstinência por cerca de 4 dias.

Exame de urina

Em caso de ejaculação retrógada, o médico vai solicitar um exame de urina para que o diagnóstico seja feito. Esse exame é feito após a ejaculação.

Quando há dor para urinar, o exame vai identificar a presença de bactérias que podem estar causando alguma infecção.

Ultrassonografia

Também pode ser realizada a avaliação do volume dos testículos por ultrassonografia e a verificação da existência de varicocele, quando há refluxo de sangue nas veias da bolsa testicular.

Fragmentação do DNA do esperma

A baixa qualidade do material genético presente no espermatozoide dificulta a fertilidade do homem e, por esse motivo, a fragmentação do DNA do esperma também consiste em um exame importante para diagnosticar algum tipo de alteração.

Infertilidade masculina tem cura?

A infertilidade masculina muitas vezes tem cura, mas antes é preciso que a causa seja identificada para então avaliar a possibilidade de um tratamento específico.

Quando a causa está relacionada ao uso de cigarro ou álcool, por exemplo, essas substâncias devem ser abandonadas para que a fertilidade retorne (mas é bom frisar que, dependendo da situação, isso nem sempre acontece).

sintomas de infertilidade no homem

Se a causa for genética, é necessário que um tratamento à base de medicamentos seja realizado para que exista a chance de o problema ser solucionado. Porém, dependendo do caso, o tratamento não é garantido.

Quando a infertilidade é muito grave, a possibilidade de ter um filho só pode ser alcançada mantendo os espermatozoides saudáveis em laboratório para que seja feita uma fertilização in vitro. Nesse caso, o médico conversará com o casal sobre essa possibilidade.

Por esses motivos apresentados, o recomendado é que o homem busque informação com o urologista quando há a suspeita de infertilidade, pois assim ele poderá identificar a causa e iniciar o tratamento.

Qual o melhor tratamento para infertilidade masculina?

O melhor tratamento para a infertilidade vai depender do tipo de problema encontrado nos exames realizados pelo especialista.

Quando a causa identificada pode receber um tratamento e reverter a situação são as seguintes:

  • Varicocele: o tratamento é realizado por meio de um procedimento cirúrgico, que faz com que a dilatação anormal das veias presentes nos testículos seja corrigida.
  • Infecções urogenitais: quando a causa é alguma infecção na próstata, causada por gonorreia, clamídia ou outras, o uso de antibióticos pode ajudar na cura. Isso porque o medicamento indicado pelo médico pode desobstruir o canal de saída do esperma, aumentando a sua quantidade e também a qualidade.
  • Distúrbios hormonais: produção excessiva de prolactina, hipotireoidismo e outros tipos de distúrbios hormonais podem ser resolvidos com o tratamento correspondente, eliminando assim a infertilidade.

Outros tipos de tratamentos incluem controle de peso, prática de atividades físicas, deixar de fumar, mudar o etilo de vida, entre outros.

Quando a causa for a ausência de espermatozoides no sêmen, é possível que eles sejam retirados dos próprios testículos.

A infertilidade masculina não deve ser encarada como uma impossibilidade completa de ter filhos. Conhecendo as causas e fazendo o tratamento adequado, essa situação muitas vezes pode ser revertida.

Por isso, o casal que encontra dificuldade para obter uma gestação por meio natural deve buscar a ajuda de um especialista.

Referências

hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/centro-reproducao-humana/Paginas/causas-infertilidade-homem.aspx

hospitalsaopaulo.org.br/reproducaohumana/infertilidade-masculina-e-suas-causas

minhavida.com.br/saude/materias/3068-infertilidade-masculina-pode-ser-reversivel

saude.abril.com.br/medicina/10-fatores-que-conspiram-contra-a-fertilidade-dos-homens

origen.com.br/quais-drogas-e-medicamentos-podem-causar-infertilidade

gineco.com.br/saude-feminina/infertilidade/o-que-e

Infertilidade Masculina: causas, sintomas, tratamento
1 (20%) 4 vote[s]

  • Adicione um comentário

    *