Importância da ingestão de fibras na gestação

As fibras são muito importantes para todas as mulheres em todos os períodos da vida, inclusive durante a gestação. Nunca é demais ressaltar a importância de uma alimentação saudável e equilibrada durante os nove meses de espera pelo bebê. Neste caso, os alimentos ricos em fibras são capazes de promover grande alívio dos sintomas desconfortáveis causados pela gestação. Se você não tem uma dieta rica em fibras, está na hora de mudar o cardápio. Veja só quantos benefícios:

Prisão de ventre

A prisão de ventre é um problema que afeta mais de 30% das gestantes. Ela surge principalmente no início da gravidez. O problema ocorre devido ao aumento do útero e também pelo surgimento do hormônio lactogênio placentário, que relaxa os músculos do intestino, fazendo com que ele fique mais lento. Ao mesmo tempo, faz com que as fezes fiquem mais ressecadas. O resultado para a mulher? Inchaço e grande incomodo.

 Leia ainda: Dicas para comer bem durante a gestação

Foto: p-ec2.pixstatic.

Foto: p-ec2.pixstatic.

A solução

Para uma gravidez saudável do início ao fim, três pontos são fundamentais: alimentação adequada, hidratação suficiente e exercícios físicos. Se, no início da gestação a mulher sente náuseas, cansaço e enjoos, o que pode atrapalhar a realização de atividade física, ela pode ter a alimentação rica em fibras como aliada. Vale lembrar que quando ingerimos muitas fibras, a água é necessária para ajudar na regulação do intestino e na hidratação das fezes.

Gestação saudável

Além dos benefícios já citados, as fibras e a água ajudam a prevenir colesterol, diabetes, câncer de intestino e hemorroidas, muito comuns na gestação. Quantidade recomendada As fibras estão presentes nas frutas, legumes e verduras, nos cerais integrais e em tantos outros alimentos. A quantidade recomendada de fibras que deve ser ingerida diariamente é de 10 a 12 gramas.