Dores na virilha durante a gestação

Durante a gestação, muitas mudanças acontecem. Novas sensações e até mesmo novos incômodos e dores aparecem. Sem conhecimento de todos os sintomas possíveis, as futuras mamães de primeira viagem podem ficar assustadas. As dores na virilha, por exemplo, são normais?

Dores na virilha: por que ocorrem?

As dores na virilha não aparecem em todas as gestantes, mas são normais. A dor é especificamente na região da virilha e da coxa. Elas acontecem pois são um dos efeitos do aumento da barriga da estante. As dores aparecem durante a realização de atividades simples, como andar e subir degraus. A dor pode ainda atingir a região entre a vagina e o ânus e sua intensidade variar. Ela fica mais intensa ao final da gestação, isso porque o útero e o bebê já estão bem crescidos e a mulher já engordou mais ou menos 10 quilos.

Leia ainda: Chupar dedo atrapalha a fala e a dentição do bebê?

Foto: pad1.whstatic.

Foto: pad1.whstatic.

Muitas maneiras de amenizar a dor

Diante da dor, muitas são as maneiras para que o incomodo persista. O primeiro passo é visitar seu médico. Depois de examinar a mulher, ele pode sugerir anti-inflamatórios ou analgésicos. Mas, essas não são as únicas soluções. Fisioterapia A fisioterapia pode ser uma aliada importante, já que fortalece a musculatura da região.

Exercícios físicos

Exercícios de baixo impacto, como caminhada e hidroginástica, também podem livrar as mulheres do incomodo. Além de fortalecer os músculos da região pélvica, fortalecem também as costas, deixando o corpo mais preparado para encarar as mudanças trazidas pela gestação.

Evite o salto alto

Se você está com dores na virilha, dê um tempo para os sapatos de salto, que podem acentuar o problema. É que o salto deixa a coluna sobrecarregada, uma vez que o peso da barriga e do corpo tendem a ficar sobre a ponta dos pés. Use sapatos baixos e confortáveis.