Dicas para ajudar o bebê a falar

Os pais ficam sempre muito ansiosos pelas primeiras palavras do bebê. Por volta dos quatro a seis meses, os pequenos começam a mostrar, por meio de sons e sílabas soltas, quando estão ou não satisfeitos com alguma coisa e a partir daí caminham apressados para a fala dos primeiros nomes.

Além de ansiosos, os pais podem ajudar e estimular seus filhos. Veja como:

Incentive seu bebê a dizer as primeiras palavras

– Converse com seu bebê: mesmo antes de seu bebê começar a emitir os primeiros sons, fale com ele. Converse normalmente, mesmo que ele não demonstre qualquer resposta. Quando ele começar a falar seus primeiros sons, tente manter uma conversa, incentivando-o a continuar respondendo, assim ele vai entender que uma conversa envolve a troca entre duas pessoas. Além disso, ele vai se familiarizando com as diferentes palavras, pronuncias e emoções. A conversa deve fazer parte da rotina de mãe e filho nos mais simples momentos do dia a dia, como durante as refeições, passeios, troca de fraldas;

– Choro do bebê: o choro do bebê é a maneira que ele tem de se comunicar antes das primeiras palavras, e os pais devem responder. Pergunte o que está havendo, por que ele está chorando, e depois tente descobrir investigando e excluindo todas as possibilidades;

– Cante para seu bebê: além de acalmá-lo, a música faz com que a repetição de palavras acabe sendo memorizada pela criança;

Leia ainda: Como montar um álbum de gestação perfeito

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

– Leia um livro para a criança: pode parecer que o bebê não está entendendo, mas a leitura é ótima para o desenvolvimento da fala, estimulando o vocabulário, a atenção e a compreensão das emoções contidas nele;

– Cada bebê tem seu ritmo: vale lembrar que cada bebê tem um ritmo diferente. Enquanto alguns aprendem a falar com mais ou menos um ano de idade, outros demoram um pouco mais. Incentive, mas respeite o tempo de seu filho.