Dicas para a criança parar de roer unhas

Você começou a perceber que seu filho está roendo as unhas e não entende o motivo? Está super preocupada, imaginando mil e uma bactérias que ele pode pegar? Calma! A partir desse artigo você saberá como ajudá-lo(a) a se livrar de uma vez por todas desse mal hábito, sem prejudicar a criança física ou psicologicamente, confira.

1- Como surge o hábito de roer as unhas

Primeiramente, esse hábito chama-se onicofagia, e é muito comum. Costuma ocorrer em crianças dos três aos seis anos de idade.

thealphaparent.

thealphaparent.

O ato de levar a mão até a boca demonstra atitude de uma criança que tem medo, embora, outras causas também estejam relacionadas a esse mal hábito tais como:

  • Estresse;
  • Tensão;
  • Ansiedade e nervosismo.

Leia também: Como cuidar das unhas do bebê

2- Quais são os problemas que esse ato acarreta?

Esse hábito pode trazer muitos problemas à saúde, pois a mão na boca torna-se um forte agente transmissor de doenças, já que as unhas costumam acumular bactérias, sujeiras, fungos e até vírus.

Também pode comprometer a estrutura dentária e ainda estar relacionado com problemas estéticos das mãos ou das unhas da criança.

3- Há tratamento?

O tratamento deve estar ligado às causas que desenvolveram o hábito, que algumas vezes são de difícil descoberta. No entanto, uma dica importante é que a criança precisa ser estimulada a fazer atividades que necessitem das mãos para que a ansiedade seja combatida, e assim o hábito perdido.

4- O que fazer para a criança parar de roer as unhas?

  • Não é recomendado colocar pimenta nas mãos da criança.
  • Bater não é recomendado.

A solução para esse problema é procurar descobrir o motivo pelo qual a criança está roendo as unhas. Depois de descoberto, os pais precisam dar o devido apoio para que isso tenha um fim da melhor maneira possível, como, por exemplo:

  1. Mantenha as unhas do seu filho sempre cortadas, assim não haverá aquela “pontinha de unha” que poderá incomodá-lo e estimular ainda mais o hábito de roer;
  2. Desviando a atenção da criança, procurando mantê-la sempre ocupada. Seja com um esporte, novo brinquedo ou um novo livro, deixando-a entretida.
  3. Converse com seu filho e o faça compreender que pode ficar dodói caso roa as unhas.
  4. Mostre figurinhas de bichinhos dentro das unhas, para ajudar no entendimento.
  5. Elogie ao invés de criticá-la.
  6. Leve-a num especialista caso esse hábito se intensifique de maneira a machucar os dedinhos.

Se o hábito estiver associado a outros problemas comportamentais, um psicólogo poderá ajudar.