Como evitar a retenção de líquidos na gestação

A retenção de líquido é normal durante a gestação, mais comum nas mulheres a partir do segundo trimestre da gravidez. Porém, para algumas, o incomodo é grande, atrapalhando tarefas diárias. Se você já começou a sofrer com o inchaço ou deseja preveni-lo, veja importantes dicas abaixo:

Retenção de líquido

A retenção de líquido ocorre durante a gestação por vários motivos, dentre eles pelo aumento normal de líquidos no organismo e por mudanças bioquímicas e fisiológicas. O inchaço acomete principalmente pernas e pés.

Com o aumento do útero, vasos sanguíneos localizados na região ficam comprimidos, o que dificulta a circulação nos membros inferiores. Nestes casos, a água existente no sangue acaba saindo pelas paredes dos vasos, causando o inchaço.

 Leia ainda: Benefícios da drenagem linfática na gestação

Fatores de risco

Alguns fatores de risco propiciam a formação de inchaço nos membros inferiores, como o sobrepeso, a alimentação desregrada, o fumo e o sedentarismo.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Como prevenir?

Prevenir o inchaço é possível com mudanças nos hábitos do dia a dia:

  • Alimentação saudável e equilibrada, repleta de frutas, legumes e verduras;
  • Diminuição do consumo de sal. Muitas vezes é costume colocar sal demais em saladas, por exemplo. Procure reduzir as quantidades;
  • A ingestão de água é muito importante. As gestantes devem beber dois litros de água por dia;
  • Abandone o sedentarismo. Pratique uma atividade física leve, como caminhada ou hidroginástica;
  • Para de usar roupas e sapatos apertados, principalmente em dias mais quentes. Adquira algumas peças típicas de gestantes, com tecidos leves e fluídos e modelagem mais soltinha, tudo muito confortáveis. Deixe de lado também o salto alto;
  • Evite ainda ficar muito tempo na mesma posição ou em pé. Na hora de descansar, estique as penas e posicione-as levemente elevadas;
  • As meias de compressão podem ajudar muito a diminuir o inchaço nas pernas e pés.