Como escolher as cortinas do quarto do bebê

 

As futuras mamães sempre se empolgam com a decoração do quatro do bebê. Elas adoram participar da compra de cada item e da escolha de cada detalhe. Porém, elas não devem se esquecer de não podem comprar objetos levando em consideração apenas a beleza. A funcionalidade e a utilidade devem vir em primeiro lugar.

No caso das cortinas, é possível escolher a que mais vai combinar com os móveis e ao mesmo tempo deixar seu bebê mais confortável em seu quartinho. Veja a seguir algumas dicas para escolher a melhor cortina:

A importância das cortinas

As cortinas são mais do que um detalhe: elas ajudam a deixar o ambiente aconchegante e tranquilo para o bebê. Elas ajudam a diminuir a claridade excessiva no quarto, que pode atrapalhar o sono do bebê. Também ajudam a proteger a privacidade de mãe e bebê na hora das trocas e mamadas.

Leia ainda: Nomes de bebês para 2015 – masculino e feminino

Foto: blogodorium.

Foto: blogodorium.

Tipos de cortina: qual é o melhor?

Avaliar e escolher a cortina certa facilita ainda a limpeza da mesma, o que vai precisar ser feito de tempos em tempos. Os tipos que mais se destacam são:

  • Cortina blackout: como o próprio nome já diz, serve para diminuir a luz solar no ambiente. Para não deixá-lo muito pesado, é possível colocar por cima uma cortina mais leve, como a de voil;

  • Cortina de voil: este tecido é barato e bastante leve e fino, ideal para colocar sobre a cortina blackout ou para ser colocado em ambientes que não recebem muita claridade;

  • Cortina de bandô: esta cortina permite que sejam aplicados vários motivos infantis, deixando o quarto das crianças mais divertido;

  • Persiana: a persiana é prática, protege o ambiente da luz solar e permite a regulagem para a entrada de claridade. A limpeza também á mais prática: basta passar um pano úmido.