Cirurgia bariátrica e a gestação: quais são os riscos?

Saber se existem riscos para uma gestação após a realização de cirurgia para a redução do estômago é uma curiosidade de muitas mulheres.

Um recente estudo realizado na Suécia traz todas as informações a respeito, veja abaixo:

Cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica, também chamada de cirurgia de redução de estômago, é uma alternativa para a obesidade e para problemas de saúde ocasionados pelo problema. Na maioria dos casos, as mulheres que recorrem ao procedimento já tentaram diversos métodos para perder peso, mas sem sucesso. Apesar de ser realizada após intensa avaliação médica, você sabe se ela oferece riscos para quem deseja engravidar?

Maior risco de bebês prematuros

Mulheres que já realizaram cirurgia bariátrica possuem maiores chances de dar a luz a bebês prematuros e com baixo peso. Este é o principal resultado comprovado por uma pesquisa para a análise dos riscos desta intervenção cirúrgica para gestações – realizado na Suécia. Foram analisados 15 mil partos entre os anos de 1992 e 2002, sendo 2.500 deles feitos por mulheres que já haviam reduzido o estômago há mais ou menos cinco anos.

Aproximadamente 10% dos bebês filhos de mães que haviam feito a cirurgia nasceram prematuros. O número foi de cerca de 6% para o grupo que não havia feito a cirurgia. Em relação ao baixo peso, 6% dos bebês eram filhos de mães que já haviam passado pela cirurgia, enquanto o valor caiu pela metade para as que não haviam passado.

Menos bebês grandes demais

Um ponto que pode ser considerado positivo também foi descoberto pelo estudo. As mulheres que já passaram pela cirurgia bariátrica têm menos chances de dar a luz a bebês grande demais. A maior parte dos bebês que nascem grandes demais são filhos de mulheres obesas que possuem altos níveis de glicose no sangue.