Dicas para driblar as visitas ao bebê recém nascido

A questão das visitas pós-parto na maternidade e na casa da nova mamãe é bastante delicada. Muitos familiares e amigos, às vezes nem tão próximos assim, acham que o ideal é visitar o quanto antes o bebê que acabou de vir ao mundo. No entanto, isso pode não ser o mais adequado.

A mulher precisa se recuperar

Ainda na maternidade, após o parto, a mulher ainda não está apta a receber visitas. É que ela pode ainda estar muito cansada com o trabalho de parto ou se recuperando do pós-operatório. Este é o momento de contar apenas com os familiares e pessoas mais próximas.

Chegando em casa do hospital, trazendo o bebê, muitos outros desafios aparecem. É que os novos pais precisam se adaptar à nova vida e à nova rotina. Novas responsabilidades e preocupações surgem. O bebê precisa de muitos cuidados, e as noites mal dormidas são uma constante. Até que a família se acostume a tudo isso, as visitas podem atrapalhar.

Leia ainda: Perigos do mel para bebês até um ano

Foto: danieleassesgestante.

Foto: danieleassesgestante.

Mãe mal humorada, reflexo no bebê

O grande número de visitas e até mesmo de ligações telefônicas para marcar a visita deixam a casa agitada e a mulher pode acabar ficando mal humorada, o que o bebê percebe, podendo ficar agitado e inquieto.

O que fazer?

Apesar de tudo isso, os pais não querem ser mal educados com as pessoas que querem tanto conhecer o bebê. Por isso, existem algumas dicas.

Antes mesmo do nascimento do bebê, crie um e-mail sobre o nascimento do bebê. Depois que ele vier ao mundo, preencha o e-mail e coloque uma foto para que todos possam vê-lo. No texto, explique que sua família está muito feliz mas que precisa se ajustar à nova rotina, e que as visitas serão muito bem-vindas em breve.

Caso a visita apareça de repente, sem avisar, peça para outra pessoa a atenda e diga que você e o bebê estão descansando, explicando que os primeiros dias podem ser complicados.