Bexiga Baixa: Exercícios adequados e fotos

O que é bexiga baixa? A cistocele, também chamada de prolapso da bexiga e conhecida popularmente como bexiga baixa, é um problema que afeta exclusivamente mulheres, principalmente as que tem mais de quarenta anos e que tiveram filhos.

Esse problema acontece devido ao enfraquecimento dos músculos da cavidade pélvica, que sustentam órgãos como a bexiga, o útero e o intestino, fazendo com que esses órgãos desçam para a entrada do canal da vagina.

Mulheres que fizeram a cirurgia para retirada do útero também são propensas a desenvolver o problema.

Bexiga baixa – Sintomas

bexiga baixa cirurgia

Os principais sintomas de bexiga baixa são as infecções de urina, dor durante as relações sexuais, prisão de ventre e a incontinência urinária. (Verywell)

Algumas mulheres passam pelo inverso à incontinência urinária e tem dificuldades em começar a urinar. Outro sintoma decorrente da bexiga baixa é a sensação de que há uma bola na vagina. Essa percepção é a própria bexiga, que pode ser sentida devido ao seu deslocamento para a entrada do canal vaginal.

Os sintomas variam em sua intensidade de acordo com o grau da bexiga baixa, que pode ser:

Grau 1: É o considerado mais leve, e a mulher quase não sente os sintomas;

Grau 2: Intermediário, já são percebidas dores e o deslocamento da bexiga;

Grau 3: O mais grave, quando o órgão é exteriorizado e é necessário a realização da cirurgia com a máxima brevidade.

Como saber se estou com bexiga baixa

O exame mais indicado para a confirmação da bexiga baixa é a uretrocistografia miccional, que consiste em uma radiografia da bexiga. Em caso de confirmação do diagnóstico, o tratamento de acordo com o grau da bexiga baixa, que pode ser desde exercícios próprios para o fortalecimento do períneo até a cirurgia para reestruturação da vagina.

bexiga baixa fotos

Caso a mulher perceba os sintomas acima, é importante consultar um ginecologista para a verificação do problema.

Veja também: Cisto no ovário pode ser confundido com gravidez?

Bexiga baixa causa dor?

Dependendo do grau da bexiga baixa, a mulher pode sentir dores na região da vagina e ventre, assim como no momento da relação sexual ou para urinar.

Exercícios para bexiga baixa

Os exercícios para bexiga baixa, chamados exercícios de Kegel, consistem no fortalecimento da musculatura da região pélvica. Esses músculos estão desde a virilha até a base da espinha, nas costas.

Para realizar os exercícios, a mulher poderá ficar em pé, sentada ou deitada. Os músculos da vagina e do ânus devem ser contraídos, como se estivesse se esforçando para segurar a urina e as fazes. Após alguns segundos com os músculos contraídos, a mulher deve relaxar e na sequência repetir o mesmo movimento. E importante que, durante os exercícios, a mulher não deixe de respirar e nem pressione as pernas uma contra a outra, pois nesse caso o esforço não alcançará a musculatura desejada.

O ideal é repetir os exercícios três vezes ao dia, mas, caso sinta dificuldades, a mulher pode começar em um ritmo mais leve e ir aumentando a frequência de repetições conforme os músculos forem ficando mais fortes.

Leia mais: Dor ao urinar pode ser gravidez?

Como é feita a cirurgia de bexiga baixa

Imagens de Bexiga Baixa

Foto: TheVerge

A cirurgia, geralmente, é simples e rápida, realizada em cerca de uma hora. É utilizada anestesia, que pode ser geral ou raquidiana, dependendo do caso. Consiste em recolocar a bexiga no lugar e, para isso, é utilizada uma tela ou malha no interior da vagina para sustentação. A mulher recebe alta médica após dois ou três dias, realizando a continuação do tratamento com antibióticos para evitar qualquer tipo de infecção pós-operatória.

O prazo de recuperação total é de até seis semanas e, durante esse período, a mulher deverá evitar atividades físicas intensas e levantar peso, além de não ter relações sexuais, que podem ser dolorosas devido a sensibilidade da região.