Beber vinho durante a gravidez faz mal?

You are currently viewing Beber vinho durante a gravidez faz mal?

Muitas mamães tem dúvidas sobre o que pode e o que não pode ser feito na gravidez. Se você é mãe de “primeira viagem”, suas dúvidas devem ser ainda maiores.

Há muitos que dizem – “gravidez não é doença”. É claro que não é doença, mas isso não quer dizer que você possa fazer tudo que fazia antes de engravidar.

Agora você está com uma pequena vida se formando no seu ventre, seus cuidados e preocupações devem se voltar também para seu bebê.

Alguns hábitos e atitudes precisam ser evitados. E agora? Como você irá se comportar com relação àquela bela dose de vinho que acompanhava as principais refeições? Será que beber vinho irá fazer mal? Veja:

Foto: Today
Foto: Today

O vinho e as mulheres

O vinho é composto de alguma porcentagem de álcool, seja ela alta ou baixa, mas o álcool existe. O álcool no organismo das mulheres reage de uma forma diferente do que no organismo do homem.

Nas mulheres os efeitos que deixam uma pessoa embriagada  ocorrem devido à maior proporção de tecido gorduroso existente, com ligação também às variações que ocorrem por efeito dos hormônios, como exemplo, quando a mulher está menstruada e porque a concentração da enzima que é sintetizada faz com que a decomposição do álcool seja mais baixa do que nos homens.

Você deve estar pensando – “mas eu nunca tomei vinho e fiquei embriagada”. Veja agora e observe o que as pesquisas revelam.

Há controvérsias

Enquanto algumas pesquisas revelam que tomar de 2 a 3 doses de vinho por semana não irá fazer mal nenhum ao feto, outras já indicam que podem, sim, trazer problemas ao seu bebê.

Foto: Superhumancoach
Foto: Superhumancoach

Dentre estes problemas estão:

  • Risco de adquirir síndrome alcoólica fetal.
  • Haver má formação do cérebro do bebê, que ainda é frágil até o momento de seu nascimento.
  • Malformações congênitas.
  • Prejudicar o funcionamento de sua tireóide, que é a responsável por regular o desenvolvimento do bebê na sua barriga.

Leia mais: Clareamento dental na gravidez – Pode ou não?

Os prejuízos que podem causar são imprevisíveis. O organismo de cada mulher reage de uma forma diferente quando há consumo de vinho.

Muitos problemas você só poderá notar quando seu bebê já estiver com mais idade como, por exemplo, problemas de leitura e compreensão escolar.

Uma coisa é certa, consumir vinho na gravidez pode ser arriscado. Como diz o ditado – “na dúvida não ultrapasse”.

São apenas 9 meses, logo poderá degustar seu vinho sem medo! A decisão é sua. Mas faça o que é melhor para ambas as partes e assim evitará muitos problemas.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe um comentário