Alimentos para mães que causam cólicas no bebê

Até os 6 meses de vida, a cólica pode fazer parte da rotina de alguns bebês.

Normalmente ela começa de dez a quinze dias após o nascimento, quando o organismo do bebê ainda está em fase de adaptação e amadurecimento. É por isso que dependendo do alimento que a mamãe (que está amamentando) esteja ingerindo, o bebê pode ter mais facilidade de sentir a dor das cólicas.

 Com a restrição a alguns alimentos, as essas dores podem ser facilmente evitadas. Veja a seguir os alimentos que devem ser evitados pelas mamães que estão amamentando:

Alimentos que devem ser evitados:

  • Foto:Foxnews

    Foto:Foxnews

    Chocolate ao leite – Por possuir alto teor de gordura, o chocolate ao leite não é recomendado para as mamães que estão amamentando. Opte pelo chocolate meio amargo, além de possuir poderosos antioxidantes, o seu teor de gordura é quase zero.

  • Carnes Vermelhas – Estes alimentos demoram um pouco mais para serem digeridos. Caso a flora intestinal da mulher enteja desregulada, o alimento digerido pode fermentar e ser alvo das bactérias ruins. Este processo causa desconfortos abdominais para a mãe e o bebê.
  • Alguns vegetais – Alimentos como os brócolis, couve e o repolho têm o seu sabor muito presente no leite materno quando ingerido pela mãe. Com o enxofre em sua composição, estes alimentos causam gases, que também podem ser transferidos pelo bebê através do leite.

Leia também: Qual a melhor pomada para prevenir assaduras em bebê?

Foto: Juliansveg

Foto: Juliansveg

  • Leguminosas – Feijão, ervilha, vagem e outras leguminosas são ricas em carboidratos, e por isto não são absorvidos na digestão, causando a fermentação. O que poderá causar mal-estar ao bebê.
  • Iogurte Integral –  Para o organismo do bebê, a proteína do leite de vaca não é nada parecida com o leite materno. Para o pequeno, o leite pode causar o aumento dos movimentos do intestino, acarretando a formação de gases, que logo se traduzem em cólicas.

Além de evitar alguns alimentos, lembre- se de colocar o seu bebê para arrotar após as mamadas. Isto contribuirá para que ele elimine todo o ar ingerido durante a refeição.