Acompanhamento psicológico para gestantes

O acompanhamento psicológico para gestantes é muito importante. Ele oferece o suporte necessário para que a futura mamãe gere uma nova vida em seu ventre. Todo o processo envolve muitas emoções, e quando existe equilíbrio emocional e físico, o bebê tem maiores chances de um desenvolvimento saudável e feliz. Veja a seguir todas as etapas do acompanhamento psicológico durante a gestação:

Acompanhamento psicológico – 1ª etapa

Os especialistas em psicologia indicam que o acompanhamento deve ser iniciado ainda antes da gravidez, quando existe o desejo de engravidar. A partir daí serão identificados alguns pontos de fundamental importância para a chegada de um bebê, como as condições em que será gerado, orientação sobre as mudanças que o novo membro trará para a família, inclusive para seus irmãos, reflexão sobre a situação da vida afetiva do casal, se ambos possuem condições e intenção de oferecer amor, atenção e dedicação ao bebê.

Leia ainda: Menstruar durante a gestação é normal?

2ª etapa – Nome, médico e primeiros cuidados

A segunda etapa do acompanhamento é considerada mais prática, pois a mãe precisa escolher o nome do bebê e planejar seus primeiros gastos, que serão com médico, hospital, enxoval do bebê e possíveis adaptações na casa da família. A escolha do médico de confiança e do hospital também deve ser feita aqui para que o pré-natal possa começar.

Os primeiros meses da gestação são mais delicados, e os cuidados devem ser redobrados. A orientação será sobre a alimentação, repouso, etc. Simultaneamente, o acompanhamento psicológico vai tratando da ansiedade, estresse, medos, angústias e mudanças físicas causadas pela gestação.

3ª etapa – O parto

Depois dos três primeiros meses a preparação deve ser para o parto e o nascimento do bebê. A mulher precisa chegar ao dia preparada para qualquer situação, pois mudanças e imprevistos podem acontecer. O casal deve estar bastante unido neste momento. Os pais precisam desenvolver, ao longo dos nove meses, seu lado emocional de maneira responsável, pois isso fará toda a diferença na vida do bebê desde os primeiros meses até seu nascimento.