3 Diferenças do primeiro para o segundo parto

Quem está na segunda gestação deve imaginar que tudo será igual à anterior, mas isso pode ser um verdadeiro engano.

Especialistas afirmam que em muitos casos há grandes diferenças  entre o primeiro e o segundo parto.

Por exemplo: na primeira gestação tudo é surpresa e novidade. Já na segunda, há sempre um palpite a mais. Por conta disso, a ansiedade por aumentar.

Alguns medos comuns da primeira gravidez já foram abordados aqui no Gestação Bebê, como a dúvida sobre a dor durante a cesárea; se haverá uma recuperação rápida; se os pontos não inflamarão; se o bebê nascerá no dia previsto (aprenda a calcular a data do parto); entre outras. Puxa, quantas dúvidas, hein?!

Foto: xjin.kr

Foto: xjin.kr

Já na segunda gravidez, toda informação e vivência obtidas serão usadas em favor da gestante, o que favorece essa nova experiência de ser mãe.

Mas, afinal, será que existem diferenças no parto de cada gestação, ou é tudo a mesma coisa?

Em primeiro lugar, é preciso salientar que nenhuma gravidez é igual à outra.

Os próprios ginecologistas afirmam que nenhuma gravidez é semelhante e que isso também envolve o parto.

As questões e dúvidas são inúmeras e causam certa ansiedade, independente de que idade a mulher tenha e quão experiente com a maternidade ela seja.

A segunda gravidez

Quando se está na segunda gravidez, a mulher consegue perceber o bebê mexendo na barriga com até três semanas de antecedência em relação à primeira gestação Ou seja, se na primeira é normal que se sinta o feto na barriga entre a vigésima e a vigésima quarta semana, na segunda isso ocorre geralmente a partir da décima sétima semana.

Se você enjoou muito na primeira gravidez, isso não indica que será igual nessa nova etapa. É fato que poderá ocorrer novamente, mas não é uma regra a ser seguida. Nesse caso, uma dieta nutritiva e algumas vitaminas podem ajudar bastante.

Leia mais: 11 Mitos e verdades sobre gravidez

Mulheres que tiveram pré-eclâmpsia devem ter cuidados redobrados, porque as chances duplicam na segunda gestação em diante. É considerado gravidez de risco por esse motivo.

Verdades sobre o segundo parto…

  • Geralmente é mais rápido.
  • Tem a dilatação mais rápida.
  • A vagina tem maior elasticidade – o que facilita a passagem.
  • A episiotomia é menor.
  • A recuperação também é mais rápida.
  • Há maior tranquilidade no parto, já que essa experiência foi vivenciada anteriormente.
  • A amamentação é mais simples, já que as dúvidas anteriores já foram esclarecidas na gestação passada.
  • O útero pode demorar mais a se recuperar.
  • As contrações são maiores, pois os músculos estão mais estendidos.

O mais importante, mamãe, é cuidar bem do corpo e da mente nesse período.