Usar fraldas descartáveis ou fraldas de pano no bebê?

As fraldas descartáveis são um presente da modernidade. Apesar da praticidade, será que realmente são melhores do que as tradicionais fraldas de pano. Veja a seguir mais informações para fazer uma escolha segura:

 Leia ainda: Quando o leite começa a sair?

Fraldas de pano: benefícios e contras

  • As fraldas de pano são mais sustentáveis do que as descartáveis, uma vez que são lavadas com água quando estão sujas, não sendo descartadas no meio ambiente;
  • O tecido é mais confortável para o bebê do que o plástico;
  • As fraldas de pano são mais baratas, mas é necessário comprar várias de uma só vez para fazer um “estoque” para o bebê;
  • As chances de o bebê desenvolver assaduras são bem menores em comparação com as fraldas descartáveis. Há também menor chance do desenvolvimento de germes e bactérias;
  • Podem ser reutilizadas várias vezes e até por outros bebês;
  • Por outro lado, a quantidade de roupa suja para lavar vai aumentar consideravelmente, já que o bebê precisa ser trocado várias vezes ao dia;
  • Água e sabão podem ser desperdiçados durante a lavagem;
  • Se a lavagem não for correta e deixar qualquer vestígio de sabão, o bebê pode ficar com alergia;
  • Elas podem acabar manchadas;
  • Se forem sujas com resíduos sólidos, devem ser jogadas fora.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Fralda descartável: pontos positivos e negativos

  • São bastante práticas. Quando você precisa delas é só pegar no pacote, não sendo necessário esperar que sequem com as de pano;
  • Como não precisam ser lavadas, não há desperdício de água ou uso de sabão;
  • O descarte no meio ambiente provoca danos. Em muitos lixões do país, elas se acumulam – um recém-nascido chega a utilizar nove fraldas descartáveis por dia;
  • São bem menos confortáveis para o bebê;
  • A probabilidade de alergias e assaduras é maior.