Salas de cinema para mamãe e bebê: conheça o cinematerna

Após o nascimento dos bebês, muitos pais acabam deixando de lado a vida social, inclusive a casa, já que o pequeno exige muitos cuidados e atenção. São inclusive muitas noites sem dormir. Os passeios e saídas noturnas acabam.

Para ajudar os pais a se divertirem um pouco, e a encontrarem outros pais que passam pelo mesmo momento, conheça mais sobre o projeto Cinematerna:

Como surgiu a ideia?

Diversas mães se uniram e foram ao cinema levando seus bebês. Elas se surpreenderam ao perceber que os pequenos ficaram quietos e até dormiram, fazendo com que elas conseguissem ver o filme tranquilamente. Isso foi há cinco anos, e transformou-se em projeto com a ajuda de patrocínios.

Hoje, a ONG Cinematerna promove 62 sessões mensais por diversas cidades do país. Os filmes são os que estão em cartaz no momento, permitindo que a mãe de fato consiga acompanhar os lançamentos da vez. Algumas das cidades beneficiadas são São Paulo, Rio, Belém, Goiânia, Blumenau, Fortaleza e Ribeirão Preto (SP).

Leia ainda: Como estimular a fala do bebê

Como funciona?

Mães, e também pais, votam pelo site e escolhem quais filmes gostariam de assistir. As sessões são fechadas e divulgadas. Voluntárias estão presentes nas sessões para ajudar as famílias, caso necessário.

Após os filmes, estas voluntárias incentivam bate-papos, com o objetivo de trocar experiências sobre este momento tão bonito, único e ao mesmo tempo desafiador.

Uma das fundadoras do projeto, Irena Nagashima, explica um pouco da experiência proporcionada aos participantes. “A fase de ter um bebê é maravilhosa, mas também cheia de desafios, angústias e insegurança. Por isso, nosso objetivo é fazer com que as mães retomem – ainda que aos poucos – sua vida social e com que, ao conversar com outras mulheres, percebam que todas enfrentam desafios semelhantes e, assim, se sintam normais”.

Os números mostram o sucesso

Em 2012 a ideia atingiu 23 cidades, com 500 sessões e mais de 33 mil pais e filhos. Hoje, no entanto, são 31 cidades participantes.

Avalie esta matéria!

  • Adicione um comentário

    *