Quarentena pós-parto, o que pode e o que não pode?

You are currently viewing Quarentena pós-parto, o que pode e o que não pode?
Foto: s2.glbimg.

A quarentena é o período que vem logo depois do parto, necessário para a recuperação da mulher. É necessário conhecer bem tudo o que é permitido e o que não deve ser feito para que a recuperação seja mais rápida e tranquila.

A importância da quarentena

Durante os nove meses da gestação, muitas são as mudanças sofridas pelo corpo feminino. E, essas transformações vão muito além do que nossos olhos podem enxergar. O útero por exemplo, que pesa cerca de 90 gramas, pode atingir até 1 quilo. A barriga feminina chega a aumentar 11 vezes de tamanho. Para que o corpo possa se recuperar destas e de outras transformações é que existe a quarentena, período também chamado de puerpério ou resguardo.

Leia ainda: Como dormir bem após o nascimento do bebê?

Foto: s2.glbimg.
Foto: s2.glbimg.

O que acontece no resguardo

Durante a quarentena, a mulher experimenta uma queda hormonal brusca, que provoca cansaço e até mesmo desânimo e tristeza. Nesse momento, a ajuda e o apoio dos familiares são muito importantes.

Um sangramento também aparece depois do nascimento do bebê. Se o parto tiver sido normal, o sangramento pode ter volume ainda maior, mas isso varia de acordo com cada caso.

As chances de engravidar

Devido a todas as mudanças citadas é que a mulher precisa repousar e não manter relações no período. As chances de engravidar são bastante baixas no pós-parto se a mãe estiver amamentando o bebê, mas começam a aumentar aos poucos. Por isso, é necessário se prevenir com um método contraceptivo que não interfira no leite materno.

O fato da relação ser proibida para o casal não impede que eles usem a imaginação e namorem de outras formas.

A amamentação

Vale lembrar que a amamentação é uma das formas de fazer com que a mulher recupere sua antiga forma, além de ser muito importante para a saúde do bebê.

Dirigir

Parto normal:  Não pode é recomendado. Deve aguardar 1 mês.

Cesárea:  Aguardar o mesmo período.

Caminhar sozinha

Parto normal:  Depende apenas da sua disposição. Na rua, é aconselhável esperar 1 semana, no mínimo.

Cesárea: evite caminhar sozinha na rua por 1 mês.

Ginástica

Parto normal: musculação, alongamento e treinos aeróbios estão permitidos após 1 mês.

Cesárea: aguardar 2 meses para começar a se exercitar com exercícios físicos.

Tomar banho sem ajuda

Parto normal: no mesmo dia, caso esteja tudo bem com você, já está liberado.

Cesárea: Para tomar banho, você vai precisar da ajuda de uma enfermeira nas primeiras 24 horas após o parto, mas não se preocupe com as dores.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Este post tem 11 comentários

  1. Rute Helena

    Adorei essa materia sobre a quarentena me fez decidi pelo parto normal.

  2. nathalia

    Boa noite Rute…
    Eu ameeeeiiii o parto cesariano, queria dividir isso com vc. Não tive problema algum após o parto, andava normalmente sozinha com cautela, claro! Mas, eu qm sempre levei o baby para todas as consultas, testes… Tendo q me deslocar de ônibus, carro… sem problema algum. E tipo foi opção minha, o tipo de parto. E se fosse ter outro seria a msma opção. ^.^

  3. Priscila

    Amei as dicas ,tirei minhas dúvidas ,vou ter parto cesariano estou com 36 semanas entrando nas 37 e as vezes tenho um pouco de medo ,pois muitas falam que e horrível cesariana, mais tento evitar esses comentários minha cesariana ta para o dia 21/07/2015 estou grávida de uma moça chamada Paloma ,muito esperada por todos ,ansiosa …abracos amei as dicas …

  4. Daniela

    Eu completo 1 mês de cesárea hoje18/07/15 foi mais tranquilo do que imaginava e minha recuperação está excelente, acho até que dei ima abusadinhas.

  5. Fernanda

    Pricila,tive minha cesária no dia 23/06/15,e não foi nada do que me falaram o pessoal gosta de por medo,já tive dois partos normal e essa cesária prefiri mil vezes a cesariana,é só ter cautela,é bem menos traumatizante que o parto normal,que Deus te abençoe e que tudo de certo assim como foi comigo.
    obs;a ajuda do meu esposo foi essencial sem ele acho que ñ estaria tão bem como estou,ele foi o enfermeiro o médico o amigo a babá a mãe tudo o que precisamos nesta hora.
    dica:não tome friagem de maneira alguma se não….. 🙁

  6. Fernanda

    Ah,esqueci de dizer que o Daniel está lindo e muito saudável!!!!

  7. Kellen

    Olá Priscila, eu tb ouvia horrores sobre o parto cesarea mas mesmo assim optei por este e nao me arrependo, foi a melhor coisa! A recuperaçao é meio chata mas vale a pena, o parto foi marcado com 38 semanas, tb estava com medo mas foi tranquilo.

  8. Diene Lima

    Tive 3 cesarianas, e não me arrependo de nenhuma, recuperação hiper tranquila, ouvi muitos mitos sobre cesarea de que eu teria pra sempre dor na coluna, não conseguiria sentar no chão, que ia ficar sem desejos sexuais enfim muitas histórias. Mais em todas elas sempre me recupero muito bem e rápido. tenho um filho de 9 anos, um de 4 anos e minha bebê de 1 mês. Tudo de bom pra vc.

  9. Dylene

    Eu tive parto normal a 7 dias,e estou bem recuperada,

  10. isah

    estou com 35 semanas estou aguardando meu principe otavio que vai vim na cesariana boa sorte mamaes..!!

  11. Degmar

    Tive os dois tipos de quarentena mais pra o melhor foi o normal por motivos de recuperação e risco q corri durante a cirurgia e também a dependência do normal e mais rápida. Mais graças a Deus deu tudo certo.

Deixe uma resposta